Blog do Vozão

Ceará 1×1 Atlético-PR – Não deu

751 29

O Vozão esbarrou nas cobranças de pênaltis (Foto: Júlio Caesar/O Povo)

A Copa do Brasil chegou ao fim para o Vozão, mas o time saiu da competição de cabeça erguida, com a consciência de que fez o seu melhor, apesar de ter deixado aquele gostinho de que poderia ter avançado um pouco mais na competição.

A vitória era o único resultado que interessava aos dois para que a classificação não fosse decidida nos pênaltis, como os dois times tem perfil de sempre jogarem buscando a vitória, ambos se alternavam no domínio da partida, nos proporcionando um jogo daqueles de dar gosto de ver, tudo bem que na segunda etapa os times deram uma caída, talvez até pela intensidade que foi a primeira etapa.

Pelo que apresentaram em campo, qualquer que fosse o resultado da partida seria considerado por mim como normal, mas se fosse para ter um vencedor, pelo segundo tempo de jogo esse vencedor seria o Vozão, que mais uma vez padeceu pela falta de opção ofensiva vinda do banco com condições de fazer algo diferente na partida, mas o empate não foi injusto.

Veio os pênaltis, e por mais que digam que pênalti é loteria, o que faltou mesmo ao Vozão foi competência, e assim a vaga para a próxima fase acabou ficando com o adversário que foi competente nesse quesito.

É claro que uma eliminação chateia qualquer torcedor, mas nem tudo foi perdido nessas duas partidas contra o Atlético, pois elas serviram para nos mostrar o que teremos pela frente na Série A e nos deu a condição de saber o que de fato iremos precisar para melhor nos preparar para encarar a difícil missão de permanecer por lá.

Camisa vestida, cabeça erguida. Pra frente meu Vozão!

Confira os gols da partida.

Confira a ficha técnica da partida AQUI.