Blog do Vozão

Ceará 1×0 Fluminense – Aha, uhu, o PV é nosso!

1290 27

Leandro Carvalho marcou o gol que deu a vitória ao Vozão (Foto: Mauro Jefferson/Cearasc.com)

Mesmo a contra gosto, Lisca atendeu o pedido de muitos e mandou a campo uma formação mais ofensiva, o resultado disso tudo foi mais uma vitória jogando no Pevezinho de açúcar, e o melhor, jogando um futebol que agradou seu torcedor e o deixou com a esperança acordada.

Sem dúvida nenhuma o meu destaque da partida vai para o meia atacante Juninho Quixadá, que surpreendeu muita gente com o futebol praticado, já que sua contratação foi feita debaixo de muita desconfiança, isso por ter vindo da Serie D, competição onde o nível é bastante inferior.

Vencer em casa e buscar pontuar fora de casa. Essa é a meta e o objetivo do Vozão para escapar do rebaixamento. Nem sempre isso será possível, mas ao menos o time tem conseguido atingir a meta jogando no nosso PV!

A próxima partida será fora de casa e contra o Paraná, um adversário direto na briga contra o rebaixamento. Boa oportunidade para conquistar a primeira vitória fora de casa.

Confira lances da partida.

Confira a ficha técnica da partida AQUI

27 Comentários

  • Cruz disse:

    Muito boa apresentação, aos poucos o treinador está encontrando a formação ideal e o que é melhor, contando com apóio e incentivo do torcedor alvinegro.

  • Vovozão10 disse:

    Éverson entregou o OURO novamente. Vovozão10 o time vence e vc vem falar do goleiro??? Amigos, não podemos mais perder pontos e com o Éverson no gol não dá. Nos 3 pontos que ele entregou contra o Vitória fiquei calado aqui, dei crédito. Agora, nas seguintes, a última foi contra o Internacional onde ele rebate uma bola fraca e fácil e lá se foi um ponto, seu novo ponto fraco além de cometer pênaltis e sair mal do gol em bolas aéreas, agora ele entrou nessa de rebater errado.

    Contra o Fluminense, no primeiro lance que o gol do Flu foi anulado, ele saiu errado e deu um tapa na “orelha” da bola e rebateu nos pés do jogador adversário que colocou a bola para o fundo das redes e o juiz anulou (na câmara de baixo da para ver bem o lance). Gol mal anulado, nada ocorreu.

    No outro lance que o Fluminense reclama de pênalti do zagueiro Luiz Otávio, ele rebate novamente uma bola fraca nos pés do adversário que quase marca.

    Atentem para as falhas deles nos próximos jogos, tirando pontos preciosos. No mais, parabéns aos outros jogadores que fizeram um excelente trabalho e com todo respeito nobre blogueiro Weiber Castro, trocastes a letra D pela C na Serie que o Juninho Quixadá veio. No mais, um texto de muito bom nível. Sem mais para o momento, fico por aqui. avancemos!!!

  • Francisco Emidio Neto disse:

    ATITUDE, essa é a palavra chave para qualquer ser humano se tornar vitorioso na vida.
    Venho falando isso faz tempo, me tornando até repetitivo, mas é isso que faltava ao Ceará, e ontem nós tivemos, principalmente no primeiro tempo.
    ATITUDE, não é ficar dando carrinho, fazendo faltas, dando chutão para lateral. No futebol, ATITUDE é tentar a vitória atacando o adversário, independente de quem ele seja. O Ceará estava entrando em campo perdendo de 1 a 0, Chamusca vem com papo de que o adversário tem mais investimento. E daí?
    Lisca foi pressionado e armou o time para atacar, fizemos um primeiro muito bom, infelizmente não tivemos um bom segundo tempo. Cansei de ver aqui pedidos de contratação nivel Série A.
    Agora eu pergunto. O que é contratação nível Série A?
    Juninho Quixadá é?
    Lamento somente que Arthur não tenha feito um bom jogo, mas no próximo tenho certeza que ele vai arrebentar.
    ” Pode ganhar pode perder sou vozão até morrer’

  • Bosco disse:

    Junhinho Quixadá, João Codorva e Leandro Carvalho passaram no teste. É oiutro time com eles.

    Weiber o que houve com o Luis Otávio?

    Weiber é verdade que o Pio está saindo para o rival?

    Não sei ao certo qual o problema do Luiz Otavio, soube apenas que será reavaliado amanhã. Quanto ao Pio, não tenho conhecimento dessa informação.
    WC

  • Bosco disse:

    A estréia do zagueiro Bock foi ruim. Muito fraco

  • carlos disse:

    Lembram que eu falei aqui que não existe jogador de serie x ou y vejam que foi só 30 minutos para o Vozão se encaichar e Juninho Quixadá, o Cardona e o Leandro carvalho fazerem a diferença, a receita é essa nada de 3 volantes ou 3 zagueiros ainda mais porque não temos mais tempo a perder é partir pra cima dos adversários sobretudo em casa.

  • Cesar de São Paulo disse:

    Foi uma vitória que colocou o Ceará na briga para escapar do rebaixamento, pois na sequência o Ceará vai enfrentar o Paraná fora, Santos e Atlético-PR em casa. Dos estreantes, Juninho Quixadá foi o destaque, mostrando um futebol que agradou até os mais desconfiados tipo eu. Cardona foi outro que agradou, apesar de está sem ritmo de jogo. Leandro Carvalho é outro que está sem ritmo de jogo, mais fez o mais importante que foi o gol da vitória. Edinho tecnicamente é praticamente só o que mostrou ontem, mas em compensação tem muito raça e liderança em campo, coisa que em uma série A é fundamental. Eduardo Brock eu achei que falhou duas vezes, mais é melhor aguardar outros jogos para ter uma opinião mais conclusiva. João Lucas, Tiago Alves e Fabinho, estão sempre entre os melhores em campo. Para o jogo contra o Paraná, Samuel Xavier é o desfalque, mais em compensação tem a volta do Richardson, que poderá formar a dupla de volantes com Edinho, enquanto o Fabinho pode fazer a lateral. O Ceará tem que contratar mais um bom volante, pois ter a opção de Juninho é mesmo que não ter nada.

  • Francisco Emidio Neto disse:

    Juninho Quixadá desfez essa frescura de contratação Série A, quem sabe , sabe, o resto é papo furado.
    Não gostei do zagueiro Eduardo, mas foi seu primeiro jogo, vamos esperar o próximo jogo.
    Ewerson voltou a soltar uma bola, quando deveria ter encaixado, não sei se é recomendação do treinador de goleiros, se é, está errado. Algumas bolas realmente é para rebater, mas há de ontem não.
    Tomara que Lisca para domingo, contra o Paraná, faça pressão na saída de bola. A defesa do Paraná quando pressionada é fraquíssima.
    ” Pode ganhar pode perder sou VOZÃO até morrer”

    Eduardo Brock jogou contra o Sport.
    WC

  • Alberto t disse:

    O melhor em campo, Juninho Quixadá, melhor q todos q vinheram da Azona, será q é difícil demais olhar essas séries menores em todo o norte e nordeste, taí bem aí pelas bandas de Quixadá, negada, agora vamos ficar de olho, se não o Robão pode entregar de graça pros grandes do sul como fez fez com Raul é Artur.

  • Dragão Alvinegro disse:

    Quanta maldade essa diretoria cometeu com esse time e com sua imensa e apaixonada torcida. Como está dificil sair dessa situação em que nos colocaram. Já viram que jogador de futebol não tem carimbo. Quando o jogador é bom, tem qualidade, não interessa qual a sua divisão. Será que agora é que entenderam isso? A torcida nunca exigiu medalhão, mas bons jogadores. Falta ainda ao time um centroavante que a bola bata nele e entre. O Ceará só consegue ganhar um jogo se o adversário não fizer gol,pois o time só consegue fazer um gol por partida. É muito difícil quem coloque a bola pra dentro. O time precisa ganhar com sobras pra fazer saldo de gols. Vejam o que o Atlético do Paraná fez hoje contra o Vitória. Além do nos empurrar de volta pra lanterna ainda fez um bom saldo de gols. Será que um tal de Grampola, que nem conheço, e que o rival anda atrás, não sabe fazer gol? O Time precisa de um goleador. Sei que com essa diretoria é difícil se chegar a um consenso para melhorar o time. O Ceará não tem um centroavante goleador. O Artur ainda é muito verde e o Elton não sabe fazer gol. Será que nesse país imenso não ha um jogador da primeira, segunda, terceira, quarta divisão ou do subúrbubio que saiba colocar uma bola pra dentro de uma trave com 7 metros? Não acredito?

  • OMAN disse:

    Ceará não precisa de outros volantes. Tem mais dois na base que jogam demais: Mateus e Humberto (este é craque). Eduardo Brock falhou uma vez só e se firmou depois. Quanto ao Pio, TOMARA QUE VÁ EMBORA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. Para as suas viúvas, que ainda não entenderam (depois de mais de um ano ) qual é a diferença entre um bicudo sem rumo e que só de vez em quando vai no gol, Cardona mostrou ontem : passes precisos , verticalmente, e a nas bolas paradas , ou no correr do jogo, quanto levantou a bola na área , fez isso tirando do goleiro ou dos zagueiros, com aqueles cruzamentos em arco, na velocidade certa, coisa que fraquíssimo Pio não tem nem ideia de como se faz.

  • Vozão acima de tudo disse:

    O time foi muito bem! Isso mostra que se Sr presidente tivesse contratado um pouco melhor não estaríamos nessa situação. Por tudo continuarei a dizer Fora Robinson de Castro!

  • TORCEDOR ALVINEGRO - O GENERICO disse:

    Belíssima vitória, bela apresentação. Será que não poderia ser sempre assim? Como bem diz o Emídio, é só ter ATITUDE. O segredo é esse. ATITUDE.

    Agora mudando um pouco de assunto. Weiber, seu Blog é lido no Brasil inteiro e talvez até pelo mundo face o milagre da Internet. Então meu amigo vamos cuidar um pouco do nosso vernáculo? Que tal você negritar (sic) algumas palavras escritas por alguns de nossos colegas comentaristas? Chega a doer na vista algumas delas, cruzes!!!

    Talvez assim o cidadão se “toque” e procure escrever melhor.

  • Humberto disse:

    Resultado já esperado. Venho cantando a pedra da nossa arrancada faz tempo nesse blog…e no post anterior( que foi censurado) falei da grande contratação que foi do Juninho Quixadá…quem entende e acompanha futebol( em todas suas divisões) sabe que a característica do Quixadá se encaixa perfeitamente no esquema traçado pelo Lisca. Resultado: melhor jogador em campo!!
    Contra o Paraná serão mais 3 pontos pra conta..sairemos dessa incômoda e injusta situação ainda nesse turno.

    Pra cima deles!!!!

  • A. Dos santos. disse:

    O Arthur tem melhor aproveitamento quando entra no segundo tempo. É assim que sai a maioria de seus gols.

  • Bfontenele disse:

    Caros, infelizmente não assisti ao jogo, parece-me que foi a melhor partida alvinegra no campeonato, com boas estreias. O Quixadá, antes de vir para o Ferrim, jogou por seis anos na Europa, não estou lembrado qual País e muito menos o time, contudo, jogou bem por lá. Dos outros jogadores só não conhecia o Cardona.
    Edinho, foi campeão mundial pelo colorado em 2006 em cima do Barcelona de Ronaldinho Gaúcho, Leandro Carvalho em reestreia, então, jogadores conhecidos e aprovados.
    Parece-me que o Vozão não tem olheiros profissionais, como a maioria dos outros times, porque só aparece jogador encostado, quebrado, em final de carreira, os “fodões”, sodinhas, entre outros, da vida, finalmente, contratações que chegam para somar, isso é o que a torcida pedia desde o início da série A, aliás, ao término da B já clamávamos por jogadores de qualidade para o elenco alvinegro.
    Tudo resolvido então? Não sei, não tenho bola de cristal, agora, seria mais fácil se essas contratações pontuais e cirúrgicas ocorressem no início da Azona, mas, com esse presidente, sinceramente, é pedir demais.
    Saudações alvinegras para todos.

  • VOZÃO disse:

    não importa a serie que jogador está e sim a bola do mesmo da lhe vozãooooooooooo

  • Oliveira Silva disse:

    Que surpresa agradabilíssima essa vitoria do vozão, foi de encher os olhos da nossa torcida. Os estreantes deram outra cara para o time.
    Obviamente havia sim uma preocupação em relação as jogadores que chegam ao Vozão, muito por conta do dedo podre da diretoria que tenta 1000 para acertar em 1. Jogou com raça, foi bem tecnicamente e taticamente, e com a torcida jogando junto, talvez a melhor partida do vozão na série A.
    Aprende ai diretoria com se contrata, se está numa boa fase jogando bem, pode ser interessante, é incrível como só trazem perna de pau, e é por que temos: Diretor/Gerente de Futebol, Setor de inteligencia que trabalha com números/estatísticas e o presidente. Não vou nem citar nomes das ruindades aqui se não vira textão.

  • Oliveira disse:

    Não vi um time mais ofensivo, o que eu vi foram mudanças nas peças ofensivas, mas a disposição tática do time foi a mesma. O mesmo 4-2-3-1 dos dois primeiros jogos depois da volta da copa do mundo. Juninho, Reina e Azevedo compunham a “linha de 3” atrás do Arthur nos dois primeiros jogos e, nesse jogo contra o FLuminense, Leandro Carvalho, Quixadá e Cardona compuseram esta linha. O time realmente agrediu mais, principalmente no primeiro tempo, mas vi isso acontecer muito mais pela qualidade dos novatos que por qualquer outra coisa. Tanto que no segundo tempo o time já foi bem mais defensivo e buscou sustentar o resultado, o que acabou dando uma posse de menos de 40% pro Ceará no total do jogo, quando no primeiro tempo o time chegou a ficar num pico de 64% de posse. De qualquer maneira penso que esse aí é o time titular, talvez apenas uma mudança a se fazer no decorrer dos jogos que seria a entrada do Richardson que, para mim, em jogos mais pesados iria pelo Arthur, dando mais sustentação ao meio campo e liberando mais o Quixadá, o Cardona e o Carvalho, os laterais e até mesmo o Fabinho para se aproximar deles. Outro ponto: gostei desse garoto Calysson, no mínimo é uma boa opção… mas se o Cardona não melhorar, é bem capaz que o garoto roube a vaga dele… Agora o Ceará tem 3 jogos REALTIVAMENTE fáceis pela frente, 2 confrontos direitos (contra Paraná e Atlético Paranaense, respectivamente) que, se vencidos, nos deixam em 18* na tábua de classificação e outro jogo que será contra o Santos… esse não é fácil por si só, mas como o “peixe” estará, nesse mês de agosto, envolvido em copa do brasil, libertadores e Brasileiro, é bem capaz que venha pra Fortaleza com os reservas, para preservar seus titulares… e ainda tem o Bahia nesse mês. No final desses jogos, a gente vai saber se iremos brigar pra não cair ou se estamos rebaixados.. se conseguir 10 pontos desses 12 em disputa (contra Paraná, Atlético-PR, Santos e Bahia) vamos brigar, até porque estaríamos num viés de alta… menos que isso acho preocupante.

  • VOZÃO disse:

    acho absurdo o junim ex macae nao querer jogarrrrrrrrrrrrr

  • Gilberto Conrado disse:

    Sabemos das dificuldades que o Ceará enfrenta e vai enfrentar, porém depois destas tres últimas partidas, a luz do final do túnel acendeu, basta somente que o elenco procure dar o melhor pra pontuarmos fora de casa. e aqui no PEVEZIM arrastar pra GRANDE e vencer. Só assim ganharemos força e pontos, e melhoraremos na classificação, saindo desta infecta posição ( Z 4).

  • Gilberto Conrado disse:

    As desconfianças antes dessa partida contra o Flu eram muitas. Escalar o Leandro Carvalho vindo de uma cirurgia; escalar o Junior Quixadá jogador vindo da serie D; Edinho vindo da serie B, e Cardona só havia treinado, deu pra surgir desconfiança, porém o resultado foi o MELHOR. BORA VOZÃO, TEU LUGAR É A 1ª DIVISÃO!

  • Dragão Alvinegro disse:

    Não gosto muito de comparação , mas aí vai: Ferroviário ganha de 3×0. O outro ganha de 3×0 fora de casa. O Ceará quando consegue ganhar é de 1×0. Por que? Não temos goleador. O rival perde três bons atacantes, inclusive o seu goleador principal, mas conseguiu trazer o Everson, cria do Ceará, e que já foi artilheiro do brasileiro. Por que será isso? É cegueira, incompetência ou descaso mesmo? Falei aqui esses dias em um jogador chamado Grampola, pretendido pelo rival, que não lembro de tê-lo visto jogar. Só sei que dizem que sabe fazer gol. Será que é medalhão? Será que não vale a pena? Pra mim até o Neto Baiano, atualmente, seria uma boa. Será que no Ferroviário não tem alguém que saiba fazer gols? Já falei, várias vezes, que não sou de indicar jogadores até porque o Ceará paga ao Sr. Marcelo Segurado para isto e , vale salientar, paga muito bém. Só sei de uma coisa: sem ter quem faça gols, não sairemo desta situação.

    • Oliveira disse:

      Grampola.. encostado num time que foi rebaixado com 2 rodadas de antecedencia pra série D.

      Ah, brasil!

    • Oliveira disse:

      Ah, só mais uma coisa… o ferroviário joga a série D, o Fortaleza a séire B… o Ceará enfrenta os maiores orçamentos do país. Mesmo assim, contra o FLuminense amaçamos o rival no primeiro, poderíamos ter feito 3a0 ou até mais. Calma, amiguinho… realmente as contratações para o começo da série A causaram um dano quase irreversível, mas não adianta querer que o time faça 3a0, 1a0 dá os mesmos 3 pontos.

  • VOZÃO disse:

    vamos contratar outro ala esquerdo presidenteeeeeeee

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Dragão Alvinegro
    29 de julho de 2018 às 20:32
    Concordo com você até a metade do comentário.
    Quando fala do centroavante discordo totalmente. Penso que o problema é o meio, que não deixa o atacante em condições de marcar, nesse jogo mesmo, quais as chances reais de gol que o Arthur teve? O Arthur é matador, mas precisa, como qualquer outro goleador, que a bola chegue em condições de marcar, sem meio, os atacantes não aparecem.
    A vitória dá uma reanimada, mas ainda falta muito pra esperança reaparecer. Agora, uma vitória contra o Paraná …

    Saudações alvinegras!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *