Clube da Luta

Revolução MMA: luta por cinturão termina empatada e organização do evento marca revanche

1033 1
Lutadores pareciam conformados com o resultado da luta. Foto: Bruno Balacó

Lutadores pareciam conformados com o resultado da luta. Foto: Bruno Balacó

Alan Gomes e Carlos Frota subiram ao octógono para lutar pelo cinturão do peso-galo do Revolução MMA. E fizeram valer o prêmio em jogo no evento realizado no Coliseu La Maison, na noite desta quarta-feira.

Travaram um combate pra lá de equilibrado, cheio de reviravoltas e alternâncias no controle das ações do combate. O resultado não poderia ser outro: empate por decisão dividida dos juízes. Ou seja, ninguém levou o cinturão pra casa. Apesar de ambos mostrarem confiança, Carlos e Alan não pareciam conformados com a decisão. Os dois deixaram o palco das lutas bastante castigados fisicamente pelo confronto pesado.

 

Os dois lutadores voltarão a disputar o cinturão do peso-galo na próxima edição do Revolução MMA. Foto: Bruno Balacó/O POVO

Os dois lutadores voltarão a disputar o cinturão do peso-galo na próxima edição do Revolução MMA. Foto: Bruno Balacó/O POVO

 

O organizador do evento, Fernando Moura, tomou a palavra após o anúncio do resultado da luta para anunciar que o título da categoria será novamente disputado pelos dois lutadores. A revanche ainda não tem data certa para acontecer, mas já se sabe que será na 9ª edição do Revolução MMA, a próxima.

LEIA TAMBÉM

 

Vitórias por finalização de Leandro Naja e Danilo Mota marcam Revolução MMA

Revolução MMA: Rosy Duarte vence luta feminina após desistência da adversária

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *