Clube da Luta

Potiguar Renan Barão vence Eddie Wineland por nocaute no segundo round

Renan Barão enceu por nocaute seu adversário no segundo round. FOTO: DIVULGAÇÃO / UFC

Renan Barão enceu por nocaute seu adversário no segundo round. FOTO: DIVULGAÇÃO / UFC

Na segunda luta mais importante do UFC 165, o potiguar Renan Barão confirmou o favoritismo e venceu o americano Eddie Wineland, por nocaute no segundo round. Com a vitória, Barão defende o cinturão interino dos galos com sucesso pela segunda vez e chega a incrível marca de 31 vitórias na carreira.

Quando a luta iniciou, o brasileiro teve dificuldades para se achar no octógono. Na trocação, Eddie estava melhor e conseguiu inclusive defender a tentativa de queda aplicada pelo brasileiro, que só foi se soltar no final do primeiro round, melhorando a movimentação e golpes.

No entanto, o campeão veio com tudo no segundo round e aos 39 segundos aplicou um chute rodado no rosto do adversário, levando o americano ao chão. Mais alguns socos no oponente caído foi o suficiente para o árbitro interromper a luta e apontar vitória de Renan Barão, que comemorou dançando no octógono.

Entrevistado após a vitória, o brasileiro disse que tinha confiança que manteria o cinturão dos galos. “Eu falei que o cinturão era meu, pode vir quem for, o cinturão daqui não sai”. Em seguida, explicou o chute rodado que aplicou para vencer o combate. “Deixei de praticar nos treinos porque machuca muito, mas gosto de aplicar nas lutas porque sei que é nocaute certo”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + quinze =