Clube da Luta

Além da suspensão médica de seis meses no UFC, Rony Jason recebe gancho de 30 dias por soco em parede

Jason deixou o octógono, após a derrota, inconsolável. Foto: Instragem/UFC

Jason deixou o octógono, após a derrota, inconsolável. Foto: Instragem/UFC

A maré não anda nada boa para Rony Jason. Além de amargar sua 1ª derrota no UFC e receber uma suspensão de seis meses pelo duro nocaute para o americano Jeremy Stephens – em luta que durou apenas 40 segundos -, o cearense sofreu uma punição por ter socado a parede do vestiário, logo após o seu combate, sábado passado, no UFC Goiânia.

Por conta dessa atitude, a Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) anunciou nesta terça-feira que o que o campeão da 1ª edição do The Ultimate Fighter (TUF) Brasil 1 foi punido por um mês pelo que foi descrito como “conduta antidesportiva na área dos vestiários após combate”.

A pena será contada a partir do último dia da suspensão médica, no dia 9 de maio de 2014. Diante disso, já é certo que o cearense ficará pelo menos sete meses fora de combate no UFC.

O SOCO NA PAREDE

O soco na parede dos vestiários do ginásio da Arena Goiânia partiu em um momento de ira do atleta, após a derrota. O golpe, de tão potente, acabou atravessando o material acrílico, rasgando seu braço. Pela atitude, o cearense precisou ser levado para o hospital e levou alguns pontos na região. Chegou a divulgado que o atleta teria quebrado a mão, mas a informação foi desmentida pelo atleta.

CONFIRA O COMUNICADO QUE DETERMINA A PUNIÇÃO A RONY JASON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.