Clube da Luta

Cearense Viviane Sucuri conquista o cinturão do peso-mosca do Bitetti Combat

Sucuri tem um cartel invicto no MMA. Foto: O POVO

Sucuri tem um cartel invicto no MMA. Foto: O POVO

Viviane Sucuri deu mais um enorme passo em sua promissora carreira. A lutadora cearense conquistou neste sábado (7) o cinturão da categoria peso-mosca feminino do Bitetti Combat, uma das mais importantes organizações de MMA do país.

Sucuri venceu a mineira Poliana Botelho por decisão unânime (29×27, 29×27 e 29×27) na 20ª edição do evento, realizada em Búzios, no Rio de Janeiro. Numa luta bastante equilibrada, Sucuri se mostrou superior ao longo dos três rounds e, com boas quedas, se saiu bem das principais investidas da adversária.

Com o resultado, Sucuri mantém sua invencibilidade na carreira. Até aqui, ela já realizou cinco lutas profissionais no MMA e venceu todas.

Após a luta, Sucuri celebra o cinturão com sua equipe. Foto: Arquivo Pessoal

Após a luta, Sucuri celebra o cinturão com sua equipe. Foto: Arquivo Pessoal

Lutando profissionalmente desde maio de 2013, a atleta é natural de Tauá, tem 21 anos e representa a atleta Dragon Kombat/1° Round, de Fortaleza.

ALAN GOMES TAMBÉM SE DESTACA

O talento cearense realmente brilhou no Bitetti Combat 20. Além de Sucuri, outro lutador da terra que também se destacou no evento foi Alan Gomes. O atleta da Team Nogueira Fortaleza não deu chances para Tiago Grillo e venceu o duelo por finalização, no 3° round.

Com o triunfo, Alan segue invicto no MMA profissional após sete lutas. O pupilo de Andrezinho Nogueira, do projeto Luta pela Vida, tem apenas 19 anos. E pelo visto, uma longa careira pela frente.

CONFIRA OS RESULTADOS DO EVENTO

Card principal
Viviane Sucuri venceu Poliana Botelho por decisão unanime
Leonardo Leite venceu Elias Mendonça por finalização (Mata-Leão) a 1:07 do 1º round
Alan Gomes venceu Tiago Grillo por finalização (Mata-Leão) no 3º round
Salomão venceu Ricardo Oliveira “Hulk” por finalização (Katagatame) a 1:42 do 2º round
Cylderlan “Porco Louco”venceu Carlos dos Santos por finalização (Guilhotina) a 1:42 do 2º round
Ederson Moreira venceu Marcos Nenê por nocaute técnico aos 3:44 do 3º round

Card Preliminar
Nikolas Motta venceu Alison “Tenchiran” por nocaute aos 4:02 do 1º round
Bruno Camargo venceu Geraldo Freitas por decisão dividida
Rogério Paraíba venceu Elvis Batista por decisão unanime
Rafael Palhares venceu Wladson Gereba por decisão unanime
Ilara Joanne venceu Princesa Inca por nocaute técnico a 1:57 do 1º round
Adriano Sargento venceu Bruno Diniz por decisão unanime

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *