Clube da Luta

Conor McGregor nocauteia o cearense Diego Brandão na luta principal do UFC Dublin

McGregor dominou Diego na luta em pé. Foto: UFC/Divulgação

McGregor dominou Diego na luta em pé. Foto: UFC/Divulgação

Conor McGregor deu mais uma mostra de que, além de falastrão é também um lutador muito talentoso. Com atuação dominante e implacável, o lutador irlandês não deu chances ao cearense Diego Brandão na luta principal do UFC Dublin, disputado neste sábado (19). Lutando em casa, McGregor venceu por nocaute, ainda no 1° round, e fez a festa da torcida que lotou o ginásio O2, na Irlanda.

Com a vitória, o irlandês provocador deve garantir um lugar no TOP 10 dos pesos-penas do UFC e, muito em breve, poderá sonhar com o cinturão da categoria, atualmente nas mãos do brasileiro José Aldo.

A LUTA

Reação de Diego após a derrota. Foto: UFC/Divulgação

Reação de Diego após a derrota. Foto: UFC/Divulgação

O clima montado para a luta foi de guerra. Na pesagem, os dois lutadores se estranharam e quase vieram as vias de fato. A tensão ficou no ar quando a luta começou e McGregor dispensou o cumprimento do cearense e aplicou um chute rodado.

Sempre dominando o centro do octógono, o irlandês partiu para a trocação e conseguiu encurralar Brandão, que buscava a luta de solo. Habilidoso, McGregor escapou das tentativas de finalização do cearense e trabalhou bem o grand and pound.

Quando os dois voltaram a lutar em pé, o falastrão irlandês conseguiu conectar bons golpes no rosto do brasileiro, que mostrou abatimento. Mantendo o ritmo, McGregor finalizou o combate com uma sequência de socos, enquanto o cearense apenas se defendia e recebia o castigo. Nocaute técnico!

Essa foi a segunda derrota seguida de Diego Brandão, que vinha de um revés para Dustin Poirier, em dezembro do ano passado. Aos 27 anos, o lutador cearense tem um cartel de 27 lutas e 17 vitórias. No UFC são sete lutas lutas: quatro vitórias e três derrotas.

RESULTADOS DO UFC DUBLIN

Card principal
Conor McGregor derrotou Diego Brandão por nocaute técnico no 1° round
Gunnar Nelson finalizou Zak Cummings com um mata-leão no 2° round
Ian McCall derrotou Brad Pickett por decisão unânime dos jurados
Norman Parke derrotou Naoyuki Kotani por nocaute técnico no 2° round

Card preliminar
Ilir Latifi derrotou Chris Dempsey por nocaute técnico no 1° round
Neil Seery derrotou Phil Harris por decisão unânime dos jurados
Cathal Pendred finalizou Mike King com um mata-leão no 2° round
Trevor Smith derrotou Tor Troeng por decisão unânime dos jurados
Nikita Krylov derrotou Cody Donovan por nocaute técnico no 1° round
Paddy Holohan finalizou Josh Sampo com um mata-leão no 1° round

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *