Clube da Luta

De motoboy a lutador do UFC: os desafios de Jussier Formiga

Jussier Formiga/Foto: Lucas Mota/O POVO

Jussier Formiga/Foto: Lucas Mota/O POVO

Jussier “Formiga” da Silva driblou o trânsito das ruas de Natal como motoboy para embalar na carreira dentro do octógono. Desde 2010, o atleta da Nova União – equipe de Renan Barão e do campeão José Aldo – deixou trabalhos paralelos para se dedicar apenas à luta. A escolha rendeu vitórias, contrato com o UFC e destaque na categoria até 57 kg. O potiguar enfrenta hoje Zach Makovsky no Fight Night 47: Bader x Saint Preux, em Bangor (EUA), que começa às 20 horas (de Brasília).

Para alcançar o UFC, Jussier teve que ralar bastante. Passou oito anos trabalhando como motoboy e dois como garçom. Durante esse período, aperfeiçoou técnicas de jiu-jítsu, judô e artes marciais mistas. No começo, Formiga precisou conciliar as profissões com os treinamentos. Mas o que era apenas passatempo virou compromisso. “Fui um cara batalhador, motoboy e garçom. Quando não lutava, me virava nos 30. Na real, treinei jiu-jítsu desde criança. Com 15 anos, comecei a treinar judô e fui subindo nas arte marciais”, contou o lutador ao O POVO.

O próximo desafio do potiguar, Zach Makovsky, é atual número 9 do ranking do peso-mosca do Ultimate. Já Formiga ocupa a 6ª posição. “Ele é ex-campeão do Bellator (evento concorrente) e bem cotado para entrar no top 5 da divisão. O Zach é um wrestler (especialista em luta agarrada) e gosta de pontuar no combate. Vou apostar na luta em pé. Tenho treinado em todas as modalidades e estou bastante preparado”. A matemática do baixinho da Nova União é simples: vencer o americano, enfrentar um top 5, triunfar mais uma vez e chegar a uma disputa de cinturão.

Apesar de ainda não focar em um combate pelo título, Formiga já vem acompanhando o campeão Demetrious Johnson, pois quando a oportunidade chegar, ele quer estar preparado. Desde que a categoria foi criada, o dono do título lutou sete vezes e não perdeu nenhuma. “Demetrious é o cara a ser batido no UFC. Ele é completo no wrestling, troca bem em pé, o jiu-jítsu dele é bom e o clinch também. Todo lutador quer lutar pelo título e quero lutar contra ele. Acompanho todas as lutas dele e observo os pontos fortes e os erros”, conta.

Companheiro de treino de Renan Barão, que está com luta marcada para o dia 30 para tentar recuperar o cinturão do peso galo, Formiga aposta no trabalho da equipe. “Evolui bastante com o Barão na parte de trocação. Ele é um matador em pé. Quando você vem derrota, fica mais motivado. O Barão vai diferente para esse combate, está tendo o maior suporte nos treinos e trouxe vários atletas com jogo de canhoto. Tenho certeza que ele recupera o título”, afirma o potiguar.

UFC Fight Night 47: Bader x St. Preux
Bangor (EUA)
A partir das 20h
Card principal

peso-meio-pesado: Ryan Bader vs. Ovince St. Preux
peso-leve: Gray Maynard vs. Ross Pearson
peso-médio: Tim Boetsch vs. Brad Tavares
peso-meio-médio: Seth Baczynski vs. Alan Jouban
peso-pesado: Shawn Jordan vs. Jack May
peso-pena: Thiago Tavares vs. Robbie Peralta

Card preliminar

peso-mosca: Jussier Formiga vs. Zach Makovsky
peso-galo: Sara McMann vs. Lauren Murphy
peso-médio: Sam Alvey vs. Tom Watson
peso-mosca: Frankie Saenz vs. Nolan Ticman

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *