Clube da Luta

Após vitória no UFC em Saskatoon, Felipe Sertanejo pede palmas para Cristiano Araújo

Felipe Sertanejo entrou ao som de uma música de Cristiano Araújo | Foto: Reprodução/Canal Combate

Felipe Sertanejo entrou ao som de uma música de Cristiano Araújo | Foto: Reprodução/Canal Combate

Felipe “Sertanejo” Araújo deu um show de jiu-jítsu contra Yves Jabouin no UFC em Saskatoon, no Canadá, fechando a apresentação dos brasileiros no card preliminar do evento, que terá como luta principal Max Holloway vs Charles Do Bronx, neste domingo, 23. O paulista passou por um sufoco na maior parte do primeiro round, mas conseguiu finalizar o canadense no minuto final e estrear com o pé direito nos pesos galos. Após o triunfo, o atleta pediu uma salva de palmas para o cantor Cristiano Araújo, falecido há dois meses.

Antes da vitória, Sertanejo já havia prestado uma homenagem ao cantor, ao entrar para a luta com a música “Cê que Sabe”, de Cristiano. O paulista da Chute Boxe foi o único brasileiro a vencer no card preliminar do evento. Antes de Sertanejo, Elias Silvério e Marcos Pezão se apresentaram e foram derrotados.

Veja como foram as lutas dos brasileiros no card preliminar:

Sertanejo x Jabouin
O canadense teve um começo avassalador no início do primeiro round. Jabouin aplicou um sequência de socos e, em seguida, acertou uma bela queda. Por cima, Yves tentava achar uma brecha para finalizar, mas foi raspado pelo brasileiro. Na sequência, Sertanejo acertou uma joelhada e foi novamente derrubado.

No chão, Jabouin castigava o brasileiro com cotoveladas. Por baixo, Felipe esboçou uma reação e buscou uma chave de braço, mas o canadense saiu da posição rapidamente. Na sequência, Jabouin voltou a ficar por cima para trabalhar o ground and pound. Sertajenjo surpreendeu o canadense mais uma vez e encaixou outra chave de braço. Dessa vez, Jabouin não resistiu e deu os três tapinhas.

“Antes eu era meio preguiçoso, não gostava de parar de comer, agora tomei vergonha e acho que encontrei minha categoria. Estudamos isso, ele é muito forte para a categoria. Não vi as quedas entrando, mas acredito no meu jiu-jítsu e foi isso que prevaleceu na luta”, disse Sertanejo após a luta.

Pezão x Krylov
O ex-TUF Brasil 3 começou o round muito bem e encaixou uma guilhotina nos minutos iniciais. O ucraniano resistiu e conseguiu livrar o pescoço do golpe. Em seguida, Nikita pressionou o brasileiro nas grades e acertou na cabeça do rival. Após os socos, Krylov buscou a queda e expôs o pescoço novamente, resultando em outra guilhotina.

Mais uma vez, o ucraniano resistiu ao golpe e evitou o estrangulamento. Por cima, Nikita trabalhou o ground and pound e castigou Pezão, que buscava sair da posição incomoda. Marcos tentou uma chave de joelho, mas sem sucesso. Na saída do golpe, Pezão expôs as costas e foi estrangulado.

Em reviravolta rápida, Nikita finalizou Pezão com um esgana-galo aos 2m29s do primeiro round. Krylov alcançou a terceira vitória seguida no Ultimate, enquanto o brasileiro amargou a primeira derrota no evento. Uma curiosidade sobre o ucraniano é que todas as suas vitórias ocorreram no primeiro round.

O cartel de Nikita é de 19 vitórias e quatro derrotas. Pezão possui 13 triunfos e três reveses.

Após a vitória, Nikita comentou os momentos de sufoco no combate. “Eu não bateria, mas a pegada não estava firme o suficiente para me finalizar”, disse o ucraniano.

Campbell x Silvério
O paulista Elias Silvério amargou a segunda derrota consecutiva diante de Shane Campbell. O brasileiro tentou impor um jogo de grappling, mas foi frustrado pelo canadense em duelo equilibrado.

Com o triunfo por decisão unânime (triplo 29×28) diante de Silvério, Shane se recuperou da derrota na estreia no UFC para John Makdessi, quando foi nocauteado no primeiro round. O canandense tem 11 vitórias e três derrotas no cartel.

“Foi muito apertado, mas eu consegui vencer por pouco. Sempre que começo a bater nos outros, eles querem logo me botar para baixo”, analisou Shane Campbell.

Elias Silvério tem 11 vitórias e duas derrotas na carreira. O brasileiro já chegou a emplacar três triunfos seguidos no UFC, mas agora vive um mau momento dentro da organização.

Resultados do card preliminar:
Frankie Perez venceu Sam Stout por nocaute aos 54s do R1
Felipe Sertanejo venceu Yves Jabouin por finalização aos 4m21s do R1
Nikita Krylov venceu Marcos Pezão por finalização aos 2m29s do R1
Chris Kelades venceu Chris Beal por decisão dividida
Shane Campbell venceu Elias Silvério por decisão unânime
Misha Cirkunov venceu Daniel Jolly por KO aos 4m45s do R1

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *