Clube da Luta

Entrevista: cearense Mario Pimba fala de sua próxima luta de MMA, em Hong Kong

Mario Pimba mora há quase um ano em Hong Kong. Foto: Divulgação

Mario Pimba mora há quase um ano em Hong Kong. Foto: Divulgação

Com um cartel de 26 vitórias em 31 lutas, Mario Pimba é sem dúvida um dos grandes nomes do MMA cearense na categoria peso-leve. Em busca de crescer ainda mais como atleta, a fera da Nova União Ceará/Dragon Fight arrumou as malas há cerca de um ano e saiu de Fortaleza para morar em Hong Kong. O sonho: trilhar uma carreira internacional.

Prestes a subir no octógono pela segunda vez em solo asiático, Pimba conversou com o blog Clube da Luta e comentou sua expectativa para lutar no IMPI World Series (principal evento de Hong Kong e um dos principais da Ásia), no próximo dia 19 de março. No co-evento principal da noite, ele enfenta filipino Arben Escayo.

Confira o bate-papo:

Clube da Luta: Conta pra gente como está sua rotina de treinos aí em Hong Kong, o que você tem aprendido e melhorado no seu jogo?
Mario Pimba: Os treinos estão excelentes, estou trabalhando bastante os treinos em pé, os chineses são muito bons no jogo em pé, também trabalho o chão, mas bem diferente do Brasil, aí a gente sabe que temos os melhores atletas de chão, para um bom sparring, mas tenho que me adaptar né.

Clube da Luta: Como está sendo sua adaptação aí, morando em Hong Kong, que tem uma cultura completamente diferente da nossa?
Pimba: Aqui é bem diferente, estou longe de casa, tudo é diferente, bate aquela saudade, da família, da minha equipe Dragon Fight/Nova União, mas está tudo tranquilo, estou aproveitando bastante, a estrutura aqui é muito boa, país de primeiro mundo né, maquinário, está sendo uma experiência incrível.

Clube da Luta: De que forma esse período de intercâmbio em Hong Kong tem sido produtivo para você?
Pimba: Bom, esse é um momento especial na minha vida, estou muito feliz com tudo o que está acontecendo, eu sempre quis seguir uma carreira internacional, quem não quis né, é muito bom pro meu currículo, está sendo especial, estou tentando aproveitar da melhor forma possível, aqui tem lutas sempre, está maravilhoso e eu pretendo seguir minha carreira aqui, fazer história na Ásia se Deus quiser. Conto com a torcida de todos para essa batalha, vou dar o meu melhor.

Banner do evento que Pimba irá lutar em março. Foto: Divulgação

Banner do evento que Pimba irá lutar em março. Foto: Divulgação

Clube da Luta: Sobre o adversário da próxima luta, já estudou o jogo dele?
Pimba: Recebi a grande oportunidade de estar lutando no IMPI World Series, evento que sempre leva os principais atletas do continente. Dessa vez farei o Co-Main Event, contra um filipino casca grossa. Vi que ele é alto, da minha altura, joga da longa, ele é do karatê e também vi algumas lutas dele de boxe amador, no MMA e eu vou seguir minha tática, não vou errar mais uma vez, vou usar o que eu tenho de melhor que é derrubar e trabalhar o meu Jiu-Jitsu!

Clube da Luta: Como você planejou o seu camp para esse combate?
Pimba: Estou indo para a Tailândia, não só para afiar o jogo em pé, mas também para treinar wrestling, fiquei sabendo que lá tem muitos Russos na AKA, e que o Head Coach é o Marcio Gracinha, que é um amigo que fiz na Nova União do Rio de Janeiro. Graças a Deus Guilherme Santos vem pra me ajudar no meu Camping e no meu Corner, isso com certeza fará uma grande diferença, vai ser muito bom tê-lo por perto.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 6 =