Clube da Luta

McGregor invade evento do UFC, quebra ônibus e pode ser preso em Nova York

O irlandês Conor McGregor enlouqueceu. Após o Media Day do UFC 223, sediado em Nova York, o lutador resolveu invadir o evento do Ultimate para encontrar seu maior desafeto, o russo Khabib Nurmagomedov – que faz a luta principal da noite contra Max Holloway pelo cinturão dos leves -, e não satisfeito arremessou vários objetos no ônibus que levava os lutadores do card, quebrando o vidro do veículo e ferindo o norte-americano Michael Chiesa que foi atingido pelos estilhaços.

A relação de McGregor e Khabib nunca foi boa, mas na quarta-feira, 4, o clima esquentou após o russo confrontar Artem Lobov, companheiro de treino do irlandês. Nurmagomedov chegou até a pegar Lobov pela nuca, mas não houve troca de agressões.

Por conta disso, McGregor ficou enlouquecido. Ele pegou tudo o que viu pela frente no estacionamento onde o ônibus dos lutadores estava e os arremessou contra o veículo. Vários vídeos circulam pela internet, mas um específico mostra o vidro dianteiro sendo quebrado.

Ao tomar conhecimento do ato, o presidente do UFC, Dana White, afirmou que a decisão tomada por Conor foi muito prejudicial à sua carreira no MMA, piorando – e muito – sua relação com os demais lutadores da organização. Dana ainda revelou que há um mandado de prisão contra McGregor, impossibilitando o irlandês de sair de Nova York.

“O avião dele não pode decolar, ele não pode sair do estado de Nova York com este mandado. Se eles não o encontrarem, ele vai ter que se entregar. Vocês podem imaginar que ele vai ser processado além do que se imagina, e esta foi uma decisão muito ruim para a carreira dele”, disse o mandatário do Ultimate.

“Sei que um punhado de pessoas vai entrar com ações contra Conor, só Deus sabe quantos processos ele vai receber. O que aconteceu hoje é criminoso, nojento, desprezível, me deixa doente. Como organização, nós não podemos deixar nada como isso acontecer de novo. Conor estava com certeza jogando coisas, está tudo registrado em vídeo”, completou.

Ainda irritado, Dana garantiu que poderia ter casado uma luta de Conor contra Khabib caso o irlandês pedisse. “Poderíamos ter conversado e acertado sua luta contra Khabib logo em seguida. Você poderia fazer o que quisesse com Khabib dentro dos limites das regras da luta. Mas você quer trazer 30 amigos e vir aqui fazer o que fez hoje? É nojento. E não acho que ninguém vai mais ser grande fã do Conor McGregor depois disso”, pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *