Cores e Temperos

Vitrines açucaradas e tentadoras do Villa Padoca!

Foto: Divulgação

Conforme a máxima popular, assim como o chocolate que também leva açúcar em sua receita, os doces são uma paixão dos brasileiros. Vitrines açucaradas, que chegam a magnetizar os olhares, são verdadeiras tentações!

No Villa Padoca, complexo gastronômico multiplural em Fortaleza, além do café da manhã, almoço e happy hour no fim do dia, há um espaço especial reservado para os doces. O carro chefe é o pastel de nata (RS 6,00), ou popularmente conhecido também como pastel de Belém; receita com origens na cultura portuguesa feita a base de creme de gemas.

Com um miolo cremoso e equilibradamente adocicado, coberto por uma casca crocante de massa folheada, o pastel de nata do Villa Padoca é simplesmente irresistível!

Produção própria

Um dos diferenciais do local são as produções diárias dos doces e demais alimentos comercializados. Entre os funcionários que mantém em pleno funcionamento os espaços plurais do complexo gastronômico está à confeiteira Kelly Moreira. “Ópera de Amêndoas”, sobremesa unitária de sua autoria com exclusividade para o Padoca se destaca pela grande procura.

“Em sua composição, ganache de chocolate belga e mousseline de café, deliciosamente açucarada e com o sabor sem igual. Além disso, uma outra opção bastante procurada é a torta de red velvet, que com sua massa avermelhada e recheio doce tornam o resultado irresistível”, destaca. A sobremesa Ópera de Amêndoas custa R$ 15,00, mesmo preço da torta de red velvet.

Demais opções

Outras opções também açucaradas fazem parte do cardápio. Um prato tipicamente cearense, a tapioca, ganha uma versão doce quando combinada com nutella e morangos fatiados, acompanhada de calda de chocolate (R$ 16,00).

Tortas dos mais variados sabores chegam a magnetizar os olhares, pela sua exposição abarrotadas de cobertura. Os bolos vão desde o tradicional aos mais elaborados, tendo como opções e valores da fatia: ninho (R$ 8,00), brigadeiro (R$ 12,00), Brownie com brigadeiro crocante (R$ 8,90) e Banoff (12,00).

O gerente de operações Marco Jorge explica que a produção diária demanda mão de obra qualificada e profissionais abertos a novas experimentações. “Estamos sempre procurando atender uma nova expectativa do cliente. Pensamos em lançar, tão brevemente, mais opções de recheio para o pastel de nata, além de novos sabores de bolos e tortas. O doce é uma paixão dos brasileiros, e para não ficar na mesma precisamos sempre oferecer um sabor novo”.

Recomendado para você