Discografia

Tuca Oliveira apresenta seu CD As Flores do Começo amanhã, no TJA

302 1

Foto: Sandro Fidélis/ Divulgação

Por Lillian Santos

Coletânea de dez músicas autorais escritas e divulgadas na internet nos últimos anos, o primeiro CD de Tuca Oliveira, A Flores do Começo acabou de ser lançado em março de 2018. Com show marcado para esta sexta-feira, 5, no foyer do Theatro José de Alencar, o cantor mineiro desembarca pela primeira vez em terras alencarinas trazendo suas afetuosas composições que conquistaram o público na internet.

Dando nome ao álbum de estreia, “as flores do começo” é um trecho que pertence à música No Mesmo Tom, remetendo às canções que Tuca compôs logo no início do seu contato com a música. “Eu tinha gravações caseiras e é como se essas músicas fossem sementes da vida, elas desabrocharam e estão aí para o público ouvir. É a realização de um sonho”, conta Tuca, ansioso para visitar Fortaleza pela primeira vez. Na semana seguinte, ele viaja para Belo Horizonte, e nos próximos meses irá fazer shows em Guaxupé (MG), Curitiba, Brasília, Recife, João Pessoa, Salvador, encerrando no Rio de Janeiro no mês de junho.

Ele também relembra que, assim como muitos outros artistas atuais, foi divulgando seus trabalhos na internet que conquistou admiradores de sua música. “Na hora de escolher as faixas para compor o CD foi mais fácil, porque tinham aquelas músicas que quem já me acompanhava nos tempos dos vídeos caseiros conhecia, se eu não gravasse as pessoas iam cobrar”, brinca.

O mineiro de Muzambinho, município da região sul de Minas Gerais, iniciou na música ainda menino, com pouco mais de 5 anos, quando apresentava nas festas da região com sua sanfona. O “Juninho da Sanfona”, como era conhecido quando pequeno, chegou a tocar em programas de TV – como no Domingo Legal de Gugu Liberato, onde se apresentou com a dupla Zezé di Camargo e Luciano.

“Desde criança sempre tive um interesse muito grande pela música, ia na loja de brinquedo e só queria saber de violão e teclado”, relata o jovem músico ao lembrar da infância no interior de Minas Gerais. Em 2010, embarcou para o estado do Rio de Janeiro para estudar Direito na Federal Fluminense, mas nunca deixou a música de lado. “Eu nunca parei de compor, a música sempre falou mais alto”.

Foi durante esses anos em solo carioca que Tuca frequentou saraus na região mais boêmia e com grande importância na história da música popular brasileira: o Beco das Garrafas, localizado em Copacabana, onde já cantaram Elis Regina, Tom Jobim, Wilson Simonal, Sérgio Mendes, entre outros nomes de peso da MPB.

“Pop MPB” é o termo que Tuca Oliveira usa para identificar seu estilo, misturando ritmos mais animados com toques lentos e saudosos que embalam as letras sensíveis que falam de amor em todas as suas possíveis formas. Sem esquecer das origens sertanejas, em “Simples Cantador”, a última faixa do disco, o músico retorna com a sanfona, relembrando os tempos de menino do interior que cantava nos festejos de sua cidade natal. “Essa música remete a fase que eu ouvia música caipira. É, de certa forma, uma homenagem aos meus avós, à vida no sítio”, finaliza.

Tuca Oliveira – As Flores do Caminho
Onde: Foyer do Theatro José de Alencar (rua Liberato Barroso, 525 – Centro)
Quando: sexta-feira, 5, às 20 horas
Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

1 comentário

  • Joaquim Bezerra disse:

    Eu tive a oportunidade de assistir ao lançamento do Cd “as flores do começo” em Olinda, ano passado, e virei fã. As músicas lindas e a voz luminosa de Tuca Oliveira torna esse show imperdível. Simplicidade e sofisticação. É o início de uma grande carreira artística, talento não falta. Salve, Tuca.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.