Discografia

Single inédito celebra 55 anos de Vander Lee; confira a letra de ‘A vida não são flores’

290 1

No próximo dia 3 de março, o cantor e compositor Vander Lee completaria 55 anos. Batalhador da MPB que conquistou a atenção de gente grande, como Elza Soares, Leila Pinheiro e Maria Bethânia, o mineiro faleceu em 5 de agosto de 2016, vítima de um infarto. Nascido Vanderli Catarina, em Belo Horizonte, ele tinha apenas 50 anos e estava a um ano de completar 20 de carreira.

Muitos projetos estão sendo pensados para os 55 anos do compositor de Esperando aviões. Entre eles o disco Canta Vander Lee, feito por sua filha Laura Catarina, também cantora e compositora. Tem ainda um concerto da Orquestra de Ouro Preto interpretando o repertório do disco No Balanço do Balaio, lançado em 1999 pela Kuarup. Trata-se do segundo disco de Vander Lee, e o primeiro por uma grande gravadora. É desse disco, por exemplo, o sucesso Românticos. A direção do espetáculo será do maestro Rodrigo Toffolo e contará com participações de Laura Catarina e do irmão Marcos Catarina.

Mais dois projetos celebrativos são um tributo coletivo e um single inédito. O tributo de 12 faixas que conta com nomes como Paulinho Moska, Zeca Baleiro, Marcos Catarina e Chico César. Já o single chama-se A vida não são flores, e chega às plataformas dia 3 de março. A composição foi feita entre 2000 e 2001, num estúdio caseiro onde Vander Lee deixou muitos arquivos de músicas ainda incompletas. A música estava guardada nós arquivos de Vander Lee e recebeu um arranjo pensado sobre a base de voz e violão, feita pelo músico. Com produção, baixo e programações de Felipe Fantoni, a faixa conta com Éneias Xavier (arranjo de cordas, piano elétrico e teclados), Richard Neves (mellotron e teclado) e Helton Lima (bateria).

Confira a letra de A vida não são flores:

Todo mundo quer fazer sucesso
Mas ninguém quer pagar o preço
Todo mundo quer o faz de conta
Mas quem vai pagar a conta

Todo mundo quer o impossível
Mas alguém tem que correr perigo
Todo mundo quer beber comigo
Mas quem vai me levantar quando eu cair

A vida não são flores baby
A vida são dores também
A vida não são flores baby
A vida são dores também

Pra toda delícia, há censura
Pra toda entrada, há saída
Pra toda razão, há loucura
Pra todo peso, há medida

Todo mundo quer dormir juntinho
Mas ninguém quer acordar com o ronco
Todo mundo quer comer o fruto
Mas ninguém quer subir no tronco

Todo mundo quer viver de amor
Mas ninguém quer o sacrifício
Todo mundo cobra (quer) o meu sorriso
Mas quem vai estar por perto quando a dor chegar

A vida não são flores baby
A vida são dores também
A vida não são só flores baby
São dores também

Pra toda delícia, há censura
Pra toda entrada, há saída
Pra toda razão, há loucura
Pra todo peso, há medida

1 comentário

  • Denise disse:

    Oi. Gostaria muito q me explicassem o sentido de a vida nao são flores. Eu escuto e acho q ta errado ( gramaticalmente falando). Gostaria imenso q me respondessem. No aguardo.
    Denise.
    Fã de carteirinha dele.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.