Educação

Brasil fecha acordo para o fim do trabalho infantil

649 5

trabalho-infantil-gifPelos projetos assinados em outubro entre os governos do Brasil, da Bolívia, do Equador, do Paraguai e do Timor Leste, com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), todos se comprometeram a erradicar o trabalho infantil até 2020.

A Agência Brasileira de Cooperação (ABC) vai repassar US$ 2 milhões, por cerca de dois anos, para que os cinco países executem os projetos que propõem estratégias conjuntas para acabar com a exploração do trabalho de crianças e adolescentes.Também serão criados os serviços de denúncia por telefone como já existe no Brasil e ampliadas as campanhas de sensibilização da população.

De acordo com a OIT, não há números precisos sobre o trabalho infantil na Bolívia, no Equador, Paraguai e Timor Leste. Mas uma das metas dos projetos é também de realizar um levantamento criterioso sobre essas atividades, identificando as regiões e a concentração por setor afetado.

A diretora do Programa Internacional para Erradicação do Trabalho Infantil, Michel Jankanish, elogiou o desempenho do Brasil no combate ao trabalho infantil. Os programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família e o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), são apontados pela OIT como modelos.

Dados recentes indicam que há cerca de 4,3 milhões de crianças e adolescentes em atividades ilegais no território brasileiro, mas com tendência à redução.

trabalho-infantil01Não vamos esperar 2020 para acabar com essa triste realidade. Vamos mudar essa situação. A educação é o caminho mais veloz e comprovadamente o que melhor reduz esse índice. Falta apenas organização e boa vontade. Não só do governo, mas também da sociedade. Vamos fiscalizar, promover mais a cidadania, educar com prazer e dedicação, monitorar a exploração e combater esse triste mal que assola não somente o Brasil, mas muitos outros países. Criança é para brincar, sorrir e ter o tempo todo de criança para fazer coisas de criança!Maravilha esse projeto e esse pacto de cooperação entre os países. Tomara que ele funcione!

Recomendado para você

5 Comentários

  • Anonimo0 disse:

    Olá Valeska
    Se possível gostaria do nome do autor da foto, posto que, essa ¨sou¨ eu 40 anos atrás nas pedreiras do Banabuiú.

  • João, essa foto está no site LIVRE, para autores de blogs e uso da internet. Essa criança é do CHILE! Esse site é internacional, jmantido pelo Children Of Mans.
    Será que não se enganou?
    Agradeço o comentário.

  • Heloisa disse:

    Olá, Valeska!
    Parabéns pelo blog.
    Concordo com você que não precisamos esperar até 2020 pra erradicar o trabalho infantil no Brasil, pois a gente pode mudar isso em menos tempo se cada um fizer a sua parte, de acordo com a sua possibilidade. É uma criança que você encontra trabalhando e incentiva a estudar, é uma família que você tem a oportunidade de falar da importância dos filhos estudarem, é por meio do seu trabalho, pode ser ajudando financeiramente para que alguém tenha uma educação melhor, ou até você mesmo ensinar aquela criança cheia de dúvidas, mas que não tem alguém para ajudá-la. Enfim, se cada um fizesse a sua parte, mais crianças estariam brincando, estudando, esbanjando felicidade, pureza, inocência, e não estariam vivendo como se fossem adultas, com a cobrança e responsabilidade que o trabalho exige.

  • Olá Heloísa!
    Obrigada pelo comentário.
    Um tema importantíssimo como esse deve ser discutido com toda família. Com certeza o diálogo é a melhor solução para muito problemas que vivemos nesse século XXI.
    Um abraço grande.

  • Marcelo disse:

    Tem razão, Heloísa. O problema é que não temos muito tempo para caridades. Achamos que um dever como esse, que é de toda sociedade, é caridade. E o pior é que tanto sofrimento enquanto criança, quando crescem continuam o sofrimento. Vão para as ruas, se prostituir, se drogar, sem trabalho, sem expectativas, sem nada. E assim milhares de crianças continuam nessa situação, faz-se tantos acordos, alianças e nada é resolvido. O Brasil está muito distante de oferecer uma vida mais digna para sua população. Enquanto isso, vamos acreditar que as coisas podem melhorar. E, se encontrarmos alguém na rua, que possamos estender a mão e oferecer um prato de comido, um sorriso, ir matricular na escola, enfim. Ah, isso se as pessoas quiserem, Sim, porque ontem no jornal saiu uma reportagem em que as pessoas moram na rua as vezes porque querem, acham bom. E nessa época do ano é que vai aumentar mesmo. Como pode? Não consigo entender.Valeska, gosto muito dos seus posts. Educação é realmente muito ampla e merece toda a nossa atenção.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *