Educação

Brincadeira ajuda no desenvolvimento saudável das crianças

2054 3

08queimadaO ato de brincar contribui para o desenvolvimento saudável e equilibrado dos pequenos. Mais do que uma simples diversão, o lazer é uma forma da criança pesquisar, aprender e descobrir novas possibilidades, além de experimentar papéis sociais diferentes e ampliar a interação com os outros.

Especialistas garantem que a brincadeira ajuda a formar adultos menos violentos e pessoas mais criativas. A assistente social e coordenadora da Associação Brasileira pelo Direito de Brincar, Marilena Flores Martins, explica que a brincadeira traz diversas vantagens. Nela, são trabalhados conceitos como limites, regras, direitos e deveres, que são questões presentes em qualquer aspecto da vida. Quando a criança respeita isso na hora da diversão, aprende a respeitar também em seu cotidiano.

Para a coordenadora, aqueles que brincam, especialmente na primeira infância, período que vai do nascimento aos seis anos, desenvolvem melhor suas habilidades sociais.

Direito– O direito à brincadeira e ao lazer ainda não é integralmente respeitado no Brasil, apesar de ser um direito assegurado pelo artigo 227 da Constituição.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) expressa como parte do direito à liberdade brincar, praticar esportes e divertir-se. Assim, colaborar para que as crianças tenham acesso à brincadeira não é dever apenas dos governos e dos pais, mas também de todos os cidadãos.

Atuar para que esse direito seja assegurado é colaborar para o cumprimento das leis.

Fonte: Correio Brasiliense (DF); A região (BA)

Recomendado para você

3 Comentários

  • Isabelle Rocha disse:

    Parabenizo Valeska pelo belíssimo post.

    Tive a oportunidade de realizar uma pesquisa com crianças do Infantil V, cujo objetivo de compreender e estudar sobre a importância da brincadeira para a aprendizagem da criança. E, realmente,o brincar torna-se essencial para a formação de adultos, e o ato trabalha limites e regras,como cita a assistente social e coordenadora da Associação Brasileira pelo Direito de Brincar,Marilena Flores Martins.
    Além disso, cito ainda a importância da irtervenção de um adulto, durante as brincadeiras, para ajudar as crianças a resolver conflitos e compartilhar.
    Deixo aqui a indicação de um livro de duas autoras surpreendentes,Jogos em Grupos na Educação Infantil, de Rheta Devries e Constance Kamii.
    Um grande abraço e continue proporcionando excelentes posts.

  • jessh disse:

    gostei do texto porque eu estava a procura de alguma coisa que mostrasse sobre as funções que acontecem quando brincamos porque eu fiz um trabalho da escola que falava sobre isso
    bjsss love *-*

  • joão maria disse:

    ótimo conteúdo. Sou graduando em pedagogia em Guamaré/rn e abordei a temática do brincar na escola como elemento motivador. para que haja mais alegria, satisfação na criança, no momento de ir a escola. muito eficaz sua iniciativa. Tudo de bom.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *