Educação

Escolas permanecem analógicas na era dos alunos digitais

1479 1

ead_sebraeEnquanto a geração do século 21 nasce plugada e desafia os modelos tradicionais de educação com inéditas formas de pensar e de aprender, a escola que se propõe a ensiná-los pouco se modernizou.

Diante do choque inevitável entre “alunos digitais” e um modelo de ensino analógico, especialistas alertam: se quiserem continuar cumprindo seu papel, as instituições de ensino precisam se reformular.

E para isso não adianta apenas investir em laboratórios de informática.

É necessário repensar desde a maneira de se relacionar com os alunos até a geografia da sala de aula.

Em vez de taxar os alunos de dispersos, inquietos ou desinteressados, é preciso investigar o porquê dessa apatia.

Segundo o pedagogo Hamílton Werneck, a escola tem um papel importante nessa mediação, ajudando a discernir informação da distração.

Fonte: Zero Hora (RS), Letícia Duarte

Além do mais, não adianta apenas ter a tecnologia a disposição. É preciso saber utilizá-la! Mais do que nunca, os encontros pedagógicos precisam discutir esse novo formato, incentivando os educadores  a implementarem a tecnologia da informação em suas aulas, dinamizando o conteúdo e facilitando, inclusive, a aprendizagem.

Recomendado para você

1 comentário

  • Que os alunos são de uma geração posterior a da maioria dos professores da ativa, isso não há dúvida. Que muitos professores estão parados no tempo também é fato. No entanto me preocupa esse “modernizar” da Escola, pois muitos acham que essa modernização deve vir acompanhada de perda de autoridade, disciplina, educação – no sentido mais amplo da palavra. A Escola tem que continuar sendo um local de respeito e de aprendizagem para a vida. Se deixarmos os alunos usarem fones de ouvido, celular e outros aparelhos em sala, além de sentarem-se de costas para o professor – como alguns querem fazer, estamos contribuindo para que eles se transformem em cidadãos descomprometidos, alienados e irresponsáveis, como grande parte da sociedade infelizmente quer. O adolescente tem suas rebeldias naturais para a idade, mas não podemos deixar de prepará-los para conviver, e bem, em sociedade, com suas regras de respeito ao próximo. É extremamente necessário adequar a Escola ao novo tempo, mas com cuidado para não virar casa da mãe Joana.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *