Educação

Viva a poesia!

514 4

poesiaA História nos conta que Homero foi o grande poeta grego que fez ressurgir a escrita na Grécia Antiga. Com suas obras Ilíada e Odisséia, consagrou o gênero épico da poesia.

De lá pra cá, muitas definições surgiram sobre o que seria a poesia e as inúmeras escolas literárias começaram a querer encaixar as linhas e pensamentos em determinadas correntes.

Nacionalmente, a poesia ganhou um dia específico, sendo este criado em homenagem ao poeta brasileiro Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871), no dia de seu nascimento, 14 de março.

Conhecido como poeta dos escravos, por defender a causa, inaugurou com seu famoso “Navio Negreiro”,o desafiou a elite “pensante” brasileira. Era preciso voltar o olhar para as “minorias”, já que elas eram a maioria da grande e próspera nação brasileira!

Atualmente estou lendo Florbela Espanca. Poetisa de personalidade forte, que também desafiou seu tempo ao romper as barreiras do preconceito contra a mulher no comecinho do século XX. 

Nasceu no dia 8 de dezembro de 1894 como Flor Bela Lobo. Foi uma das primeiras mulheres a ingressar no curso secundário do Rio de Janeiro, fato que não era visto com bons olhos pela sociedade e pelos professores do Liceu, ainda mais quando as melhores notas eram dela.

Compartilho com vocês um de seus poemas:

Ser poeta


Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim…
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim perdidamente…
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente

poesia_25

 Em Fortaleza,  a comemoração da data ficará a cargo do Grupo Verso de Boca, projeto de Arte e Cultura da Pró-Reitoria de Extensão da UFC, que dois  fará recitais na cidade.

Criado há 10 anos e composto por alunos do Curso de Letras, o Grupo se apresenta neste domingo (14), às 10h, na Casa de José de Alencar. Amanhã, dia 15, os recitais serão no Bosque de Letras, no Centro de Humanidades, pela manhã, às 9h, e à tarde, a partir das 15h30min.

Que a vida seja mais cheia de poesia todos os dias. Valeska.

 

Recomendado para você

4 Comentários

  • Isabelle Rocha disse:

    Olá,Valeska!
    Com certeza é um dia feliz a todos os leitores do blog e aos admiradores das belas poesias de Castro Alves.
    Bela poesia explanada na postagem.
    Beijos.

    • Valeska Andrade disse:

      Olá Isabelle. Estava com saudade dos seus comentários, viu? Seu blog é excelente também. Indiquei a alguns amigos hoje. Obrigada por colaborar sempre com esse espaço que é nosso! Abraço,

  • Carla Pereira de Castro disse:

    Florbela não estudou no Rio de Janeiro, mas sim em Évora. Florbela era uma escritora portuguesa.

  • AURIBERTO CAVALCANTE disse:

    O GRUPO VERSO DE BOCA SE APRESENTOU NA CASA JOSÉ DE ALENCAR, DENTRO DA PROGRAMAÇÃO DO
    ” I SEMANA DA POESIA “, – DE 08 À 14 DE MARÇO,
    ORGANIZADA PELO GRUPO CHOCALHO, QUE CRIOU A
    CAMPANHA ” DÊ UMA POESIA PARA QUEM VOCÊ AMA “.
    O GRUPO CHOCALHO VEM HÁ 25 ANOS LUTANDO E
    DEFENDENDO A POESIA NO CEARÁ .
    VIVA A POESIA !

    CHOCALHO: AÇÃO POÉTICA HOJE !
    PÃO, PAZ E POESIA !

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =