Educação

Educação sexual

607 1

Em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, a psicóloga e autora do livro Como Educar Meu Filho?, Rosely Sayão, ressaltou a importância das escolas abordarem a sexualidade.

Entretanto, ela lembra que, embora o assunto esteja previsto nos Parâmetros Curriculares Nacionais como um tema transversal, a maioria das instituições não tem feito seu papel. No texto, Rosely lembra os altos índices de doenças sexualmente transmissíveis entre os jovens, como no estado de São Paulo, onde 36,1% dos casos notificados de DST concentram-se na faixa etária de 13 a 24 anos.

Como solução, a psicóloga sugere um trabalho sistemático e sério de educação sexual, para garantir aos jovens o direito que eles têm de um desenvolvimento sexual saudável. Por fim, ela questiona o porquê da escola não cumprir sua parte.

Fonte: Folha de S. Paulo (SP)