Educação

OAB denuncia a falta de alimento na Funac

De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Maranhão (OAB/MA), Luis Antônio Pedrosa, os jovens em conflito com a lei da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), na Maiobinha (MA), podem estar passando fome.

Pedrosa declarou que recebeu a denúncia há duas semanas de servidores da unidade, que fazem a guarda do prédio e dos jovens, que estariam se alimentando às custas de funcionários.

Os servidores também reclamam dois meses de salários atrasados. Em reunião convocada pela Casa Civil, o secretário de Desenvolvimento Social, Francisco Gomes, e representantes da Rede Maranhense de Justiça Juvenil discutiram ações emergenciais sobre a insegurança alimentar dos 45 internos da Funac e o atraso de salário de funcionários da instituição.

Fonte: O Estado do Maranhão (MA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − sete =