Educação

Brinquedo nacional terá preferência no governo

A presidente Dilma Rousseff autorizou o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a comprar brinquedos e equipamentos esportivos nacionais até 10% mais caros que os importados, em decreto publicado no Diário Oficial da União.

A definição faz parte da política industrial do governo, o Plano Brasil Maior, que visa incentivar a fabricação local de manufaturados, e pode dificultar a vitória de brinquedos chineses nas licitações do fundo.

A permissão para gastos maiores com brinquedos nacionais vai ser usada pelo FNDE na compra de “itens essenciais da educação básica na rede de escolas públicas”, segundo nota enviada pelo Ministério do Desenvolvimento.

A reportagem apurou, ainda, que a intenção é adquirir brinquedos educativos e material para prática de esportes voltados para escolas e creches públicas.

Segundo o ministério, o “material pedagógico” será “selecionado pelo Ministério da Educação [MEC]”. Ainda segundo a pasta, a política vem sendo implementada para diversos setores da indústria desde 2011.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.