Educação

Ministro quer revisão do ensino médio e novo currículo

A dificuldade para melhorar os índices de desempenho educacional no ensino médio não é exclusividade de São Paulo. O diagnóstico se repete em todo País e especialistas apontam problemas similares em outros países.

O ministro da Educação, Henrique Paim, voltou a falar sobre a necessidade de revisão da etapa. “Não podemos conviver com essa realidade de que apenas 8% dos estudantes do ensino médio estão fazendo educação profissional”, declarou o ministro, que comentou que a penetração do ensino profissional é muito superior em outros países do mundo.

Paim participou nesta terça do Fórum Estadão Brasil Competitivo, especial sobre educação e mercado de trabalho. Ele ainda falou sobre a construção de uma base curricular comum no País.

“O ministério tem condição de conduzir esse processo para que se possa definir claramente o que é que os nossos estudantes precisam aprender”, disse. Como o Estado adiantou, o MEC iniciou em julho os debates para a construção da base.

“É importante conseguirmos definir essa questão, respeitando a diversidade de cada sistema e cada escola.”

Fonte: Jornal de Brasília