Educação

Filmes de detentos são selecionados para maior festival de animação da América Latina

Imagem: Imagem do curta A mais bela sonhadora

Três curtas-metragens realizados por internos do sistema prisional do Estado do Ceará foram selecionados para o maior festival de animação da América Latina, o Anima Mundi. As produções foram realizadas durante oficinas do Núcleo de Cinema de Animação (Nuca) da Casa Amarela Eusélio Oliveira, equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará, em parceria com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).

Os filmes A mais bela sonhadora, O x da questão e Oportunidade, com produção coletiva coordenada por Telmo Carvalho, compõem a mostra Futuro Animador 2017.

No total, 60 internos de três unidades – Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Elias Alves da Silva e Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes – participaram das formações. Durante as oficinas, com duração de três dias, os participantes tiveram aulas teóricas e práticas que culminaram na elaboração dos três roteiros e, posteriormente, na realização dos curtas-metragens.

O sucesso das primeiras oficinas levou a Casa Amarela e a Sejus a firmarem, ainda em 2016, convênio para realização de um novo ciclo de formação em unidades prisionais do Estado em 2017.

O Festival Internacional de Animação do Brasil, ou Anima Mundi, que acontece de 18 a 30 de julho, no Rio de Janeiro e em São Paulo, está na 25ª edição e é um dos mais reconhecidos no mundo. Abaixo os curtas-metragens selecionados:

A mais bela sonhadora (2016, 4 min)

O x da questão (2016, 4 min)

Oportunidade (2016, 3 min)

Fonte: Casa Amarela Eusélio Oliveira – fones: 85 3366 7772 e 3366 7774

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *