Educação

UFC expande produção de EPIs para profissionais de saúde

Profissionais da Farmácia-Escola da UFC usam máscaras de proteção

A Universidade Federal do Ceará expandiu a produção de equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de saúde para os hospitais do Ceará. Agora, além dos confeccionados em parceria com o Governo do Estado, o Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Design (DAUD) da UFC está produzindo o próprio modelo de máscaras de proteção. Os produtos foram validados na quarta-feira (25) pelo Hospital Geral Dr. Waldemar de Alcântara, em Fortaleza.

As máscaras de proteção são forjadas em folhas de acetato cortadas a laser, com estrutura de sustentação impressas em 3D e um elástico que fixa o equipamento à cabeça do usuário. A iniciativa dispõe de impressora 3D e cortadora a laser, no entanto, como não há financiamento externo, é preciso que sejam doadas matérias primas para dar continuidade à produção.

O ideal é que o acetato utilizado tenha espessura a partir de 0,5 mm. No entanto, devido à escassez desse material no mercado, serão aceitos os de menor densidade. Também são necessários filamentos PLA para impressão das estruturas e ligas elásticas. Para doar, os interessados podem entrar em contato com o Prof. Roberto Vieira, do DAUD e coordenador do projeto pelo telefone (85) 99957 4618.

A ação é realizada em parceria com a Coordenadoria de Inovação Tecnológica da UFC (UFCInova) e o Grupo de Tecnologias Assistivas (GTA) da Universidade.

RESULTADOS  Após validação pelos profissionais de saúde do Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), a segunda remessa de face shields produzida pelo Prof. Wagner Al-Alam, coordenador do Curso de Engenharia de Computação do Campus da UFC em Quixadá, chegou ao HGCC e também ao Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar (antigo Hospital da Polícia Militar) e à Farmácia-Escola da UFC. Ao todo, 25 equipamentos foram doados na segunda entrega.

Um face shield leva cerca de uma hora para ser produzido pela impressora 3D. De posse de todos os materiais necessários, o professor consegue confeccionar até 15 dessas máscaras por dia. Segundo ele, serão doados amanhã (28) mais 20 EPIs para a Secretaria de Saúde do Município de Quixadá.

Fonte: Ana Carolina Matos, coordenadora de Inovação Tecnológica da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC – e-mail: carolmatos@ufc.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + dezessete =