Entre Aspas

Resenha: Ovelhas Negras

2014-12-14 08.47.39 1-1

Negras, negríssimas. Estas são as ovelhas que Caio nos apresenta. O livro Ovelhas Negras, de Caio Fernando Abreu foi um dos meus últimos livros que comprei,  aliás comprei essa semana e li em apenas dois dias, em um fôlego só, num piscar de olhos.  Sem dúvida, foi umas das melhores leituras que eu tive nos últimos dois meses, já estava esgotado com as coisas da faculdade, mas vamos ao que interessa…

2014-12-14 08.49.42 1-1

Esta obra é uma coletânea de contos coligidos pelo próprio Caio. Reúne vinte e cinco textos que compõem a paisagem do ofício de escrever. Caio Fernando Abreu reuniu suas ovelhas negras, negrissímas, desgarradas no percurso que o levou da incipiência infantil( o primeito conto do livro é de 1962) à maturidade. O livro é composto por 240 páginas, de puro mistério e boas histórias. É um livro rápido, e já dá para o leitor perceber algumas nuances da personalidade forte e frenética de Caio Fernando Abreu.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Os textos que estão no livro são:

  • A maldição dos Saint-Marie
  • O príncipe Sapo
  • A visita
  • Introdução ao passo da guanxuma
  • Loucura, chiclete e som
  • Sagrados laços
  • Por uma tarde de junho
  • De várias cores, retalho
  • Lixo e purpurina
  • Creme de alface
  • Mas apenas e antigamente guirlandas sobre o poço
  • Antípodas
  • Noites de Santa Tereza
  • Triângulo em cravo e flauta doce
  • Red roses for a blue lady
  • O escolhido
  • Venha comido para o reino das ondinas
  • Anotações sobre um amor urbano
  • A hora do aço
  • Uma história confusa
  • Sob o céu de Saigon
  • Onírico
  • Metâmeros
  • Depois de agosto

Boa leitura!

Recomendado para você