Entre Aspas

Fortaleza em movimento

Bicicletar-Windows-Phone-header

 

Nem nos devaneios mais loucos e mirabolantes eu pude imaginar isso. Jamais em nenhum sonho ou pesadelo, ou em nenhuma conversa descontraída com um amigo: Fortaleza repleta de bicicletas, de uma lado para outro, a cidade ganhou vida, ganhou movimento, chega de carros e mais carros, agora é a vez das bikes serem as protagonistas. Claro, não sendo hipócrita em dizer que não precisamos de carro, claro que não, quem não sonha ter um automóvel assim, com tantas facilidades? (O ruim é a gasolina que está altíssima). Mas enfim, retornemos à cerne da questão.

A capital cearense ganhou o projeto Bicicletar, projeto que surgiu na parceria da Prefeitura de Fortaleza com o Unimed e que recentemente atingiu uma grande marca de viagens feita pelos quatro cantos da Cidade, por gente de todo tipo, em qualquer horário. Faça chuva o faça sol, as bicicletinhas verdes, ou “bicicletinhas do Roberto Cláudio”, como os outros apelidaram, estão por aí, espalhando uma nova realidade que já chegou até nós fortalezenses: a mobilidade.

Considerado um sucesso, o sistema Bicicletar de Fortaleza já registra 200 mil viagens. O levantamento feito pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). A primeira etapa do sistema foi inaugurada em dezembro de 2014 e concluída em abril deste ano.

Claro que não adianta nada termos vários pontos de bicicletas, de projetos e tal, se não houver espaço urbano que abranga todas essas ideias novas, que melhorem a vida dos transeuntes, dos ciclistas, de todo mundo. Ainda bem, que está sendo possível ver várias ciclofaixas por Fortaleza, além de contar com os corredores exclusivos para os coletivos, ônibus articulados, tudo sendo feito para melhorar o espaço urbano, para desafogar o trânsito das seis da noite ou da manhã e dar um pouco de harmonia pelas ruas, já que em outros pontos há um déficit muito grande…

Quando as pessoas souberam que esse projeto ia chegar aqui, logo se espantaram e trataram de dizer que não iria dar certo, por isso, por aquilo, que iriam roubar, acabar com as bicicletas e tal. Mas o povo pessimista recebeu péssimas notícias: pois Fortaleza está entre as cidades onde o projeto está presente que mais está fazendo uso das “verdinhas”. Realmente virou mais uma opção de locomoção para os cidadãos, ganham tempo e praticam exercício ao mesmo tempo. Atualmente, mais de 63 mil pessoas estão cadastradas no Bicicletar, com 59% dos passes realizados com Bilhete Único e isso tem sido muito bom de saber, derruba a teoria dos pessimistas de plantão.

Espero que essa realidade se torne cada vez mais frequente aqui na nossa cidade, que além de usarmos o que está ao nosso alcance, possamos preservar e cuidar e usar com consciência e respeito, para que tudo flua tudo dentro dos conformes, e que Fortaleza saia das manchetes sobre problemas na saúde ou na educação e venha estar presente nas páginas cotidianas sobre projetos que fazem a diferença ou coisa assim. É pensar positivo e ir além, para que nossa Cidade possa sempre evoluir.

 

 

Texto: Eduardo Sousa | Imagem: Internet

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *