Fisioterapia & Saúde

Novo dispositivo permite que as vítimas de AVC recuperem em casa.

1085 9

Por Isabel Pereira

Dispositivo permite às vítimas de AVC fazer fisioterapia em casa e de forma autónoma. A  “spin-off” Tomorrow Options Microelectronics é responsável pela criação do protótipo.

A tecnologia “WalkinSense”, concebida pela Tomorrow Options Microelectronics, vai permitir às vítimas de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) praticar fisioterapia a partir de casa. O agrupamento internacional The SMART Consortium está a aplicar o dispositivo previamente desenvolvido pela “spin-off” FEUP/INESC Porto, ao tratamento de vítimas de AVC. Esta tecnologia vai permitir, diz, ao JPN, Paulo Santos, investigador da Tomorrow Options Microelectronics, que os pacientes possam, de forma simples, “fazer fisioterapia pelos seus próprios meios”. Os pacientes apenas têm de fazer alguns exercícios básicos como balancear o peso entre um pé e outro em frente a uma televisão, um computador ou um PDA. O canal de televisão, previamente programado, emite um feedback, em tempo real, dos dados recebidos, que depois são enviados ao fisioterapeuta. O profissional pode, assim, “analisar a evolução do paciente e definir estratégias para as semanas seguintes”.

“Se tudo correr bem”, está à venda em Julho

AVCA “tecnologia ‘WalkinSense’ começou a ser estudada em 2007”, refere Paulo Santos. O protótipo ficou terminado no final de 2009 e destinava-se inicialmente ao tratamento de patologias dos pés.  Foram as relações da Tomorrow Options Microelectronics com as universidades e investigadores da zona de Sheffield, no Reino Unido, que permitiram que se avançasse com a aplicação do dispositivo ao tratamento do AVC.  Ao ter conhecimento do equipamento, o engenheiro electrotécnico Ben Heller deu a conhecer o projecto à sua empresa, a SMART Consortium, que estava “há cerca de seis anos a estudar as características de um dispositivo para auto-reabilitação das vítimas de AVC”. Feito o contacto, “decidiu-se avançar com a solução comercial para monitorizar membros inferiores”. “Se tudo correr bem”, até Julho o dispositivo está à venda, avança Paulo Santos.

Aplicações da Tecnologia Walkinsense

Esta nova forma de tratamento é fundamental, assegura Paulo Santos, por duas razões.  Em primeiro lugar, permite ao paciente “recuperar algumas funcionalidades, reduzir tempo de recuperação e aumentar-lhe o nível e independência”. Por outro lado, permite fazer face à falta de fisioterapeutas, uma vez que há mais pacientes do que profissionais. “Nos primeiros seis meses todos as vítimas de AVC deveriam ter acesso à fisioterapia para recuperarem funcionalidades que, mais tarde, são irrecuperáveis”, alerta.  O “WalkinSense” tem características únicas de monitorização, que passam pela captação da pressão plantária (distribuição do peso pela planta do pé) e pelo controlo da distância percorrida e velocidade, em tempo real, “como um conta-quilómetros”.  Estas características permitem a aplicação em áreas bastante distintas como o Desporto, a Terapia Ocupacional, a Ortopedia, a Neurologia e algumas doenças como o Parkinson. “Aos poucos têm surgido solicitações para outras aplicações”, revela, ainda, o responsável da Tomorrow Options Microelectronics.

Fonte: http://jpn.icicom.up.pt/