Fisioterapia & Saúde

Quiropraxia ajuda no tratamento de problemas de coluna e dores no pescoço

334 1

Presente na vida de boa parte dos brasileiros, o computador tornou-se uma ferramenta fundamental nos dias de hoje. Seja para uso profissional ou para diversão, pessoas de todas as idades passam cada vez mais tempo sentadas na frente desta máquina e, às vezes, nem se lembram dos cuidados que devemos ter com a nossa postura.

– É aí que pode começar uma série de problemas, como dores nas costas e torcicolo. O corpo humano não foi feito para ficar sedentário por muitas horas seguidas –, diz o quiropraxista Jason Gilbert, autor do livro O Segredo da Coluna Saudável – Siga os passos para uma vida sem dor (Editora Gaia). A regra número um para quem passa horas e horas sentado é, de acordo com o especialista, movimentar-se a cada 40 minutos.

– Dois minutos de caminhada no corredor da empresa ou no jardim de casa já bastam para manter a coluna no lugar. Alongamentos também ajudam –, recomenda Jason.

Quanto à posição dos equipamentos, o quiropraxista diz que o mouse deve ficar na mesma altura do teclado e a cabeça deve ser mantida ereta, com a altura dos olhos um pouco acima do ponto médio do monitor. É fundamental adequar a altura da mesa e a posição do computador de acordo com a sua altura, para não ter que esticar demais os braços e o pescoço. A cadeira deve ser de boa qualidade, com a parte traseira rígida e imóvel, ou seja, que não se move para trás e para frente conforme o movimento da pessoa.  Deve também ter altura adequada para permitir que os pés fiquem no chão e não suspensos no ar, ter 90 graus entre a panturrilha e a coxa da perna e ter apoio para os braços (os ombros devem ficar numa posição relaxada e não elevados).  Para compensar o sedentarismo, Jason Gilbert frisa a importância de praticar exercícios pelo menos três vezes por semana:

– Não podemos nos acomodar. Nossa saúde e qualidade de vida têm que ser sempre prioridade.

O quiropraxista indica duas atividades bem simples:

* Caminhar a cada 40 minutos já é um exercício excelente para compensar o tempo que passamos sedentários;

* Exercícios envolvendo alongamentos (Ioga, Tai Chi Chuan, Pilates etc) são igualmente benéficos para compensar pelo tempo que passamos flexionados, com os músculos encurtados.

Fonte: Correio do Brasil