Fisioterapia & Saúde

Anvisa pode multar os fabricantes das pulseiras quânticas

224 1

GUILHERME GENESTRETI
DE SÃO PAULO

 A Vigilância Sanitária afirmou ontem que vai multar os fabricantes e revendedores das chamadas pulseiras bioquânticas, caso continuem veiculando publicidade com apelo terapêutico. As multas podem variar de R$ 2.000 a R$ 1,5 milhão.

As pulseiras que viraram moda, usadas por esportistas, são vendidas com a promessa de melhorar o equilíbrio e estimular a circulação do sangue.

Sites de revenda das marcas Power Balance e Life Extreme continuam anunciando os benefícios desses produtos à saúde, mesmo depois de a Anvisa anunciar que a propaganda é irregular e que as pulseiras não têm registro no órgão.

Um dos principais revendedores na internet disse que vai retirar a propaganda dos sites, mas afirmou que vai continuar vendendo as pulseiras.

Os responsáveis pela marca Life Extreme, brasileira, não quiseram se manifestar sobre o assunto.

Já o representante da americana Power Balance no Brasil não foi localizado.

Fonte: Folha.com