Fisioterapia & Saúde

Prefeitura construirá sede própria para a Central de Fisioterapia e PAD

Extraído de: Prefeitura Municipal de Piracicaba  –  10 de Setembro de 2010

Nova Central terá piscina coberta e aquecida para hidroterapia

Com objetivo de ampliar o atendimento e a qualidade do tratamento de pacientes que necessitam de reabilitação, o prefeito Barjas Negri autorizou a abertura da licitação para a construção da sede própria da Central de Fisioterapia Municipal, incorporando o Programa de Assistência Domiciliar (PAD). A notícia foi confirmada hoje (10) pelos secretários Fernando Cárdenas (Saúde), Arthur Ribeiro (Obras) após despacho com o prefeito Barjas Negri.

O novo prédio da Central de Fisioterapia, como explicou o secretário Cárdenas, será construído no Piracicamirim, próximo ao Terminal, assim como aconteceu com a Central de Traumatologia e Ortopedia (COT). Isso facilitará o acesso dos usuários que precisam de transporte público ao serviço de reabilitação ortopédica. Esta é uma ação planejada para melhoria e ampliação da infraestrutura da Rede Municipal de Saúde, que reflete na oferta de mais serviços fisioterápicos, falou Fernando. A obra está orçada em R$ 1,5 milhão.

Segundo o secretário Arthur, a sede terá 1.500 m2 de área construída, dois andares com total acessibilidade aos portadores de necessidades especiais. Nele serão instalados consultórios e salas para atendimentos específicos de eletrotermoterapia, cinesioterapia, eletrotermofototerapia, avaliação, terapia em grupo, atendimento familiar, sanitários e departamento administrativo.

Como explicou o prefeito Barjas Negri, a nova sede, por exemplo, terá como principal novidade a construção de uma piscina coberta e aquecida para hidroterapia. Com este novo equipamento, a Central oferecerá à comunidade melhoria na qualidade do tratamento fisioterápico municipal. A hidroterapia, como destacou a equipe da Central, é importante para disfunções de órgãos e sistemas do corpo humano, diminui o peso e o impacto nas articulações durante os exercícios. Ela ainda auxilia na redução de edemas, promove o relaxamento muscular e melhora a capacidade cardiorrespiratória do paciente.

A Central de Fisioterapia faz, em média, 3 mil atendimento/mês. São cinco fisioterapeutas e 15 estagiários da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) que atendem pacientes de reabilitação e portadores de necessidades especiais. A intenção, além de acomodar melhor a equipe de trabalho, é a contratação de mais fisioterapeutas e estagiários para ampliar a capacidade de atendimento para 5 mil/mês. A Central oferece também terapia em grupo e atividades como a ginástica chinesa lian gong.

Num balanço sobre investimentos em infraestrutura, o prefeito e o secretário Cárdenas lembraram das construções das sedes próprias do Hospital-Dia, Policlínica de Santa Terezinha, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD), 25 prédios para o Programa de Saúde da Família, da Central de Ortopedia e Traumatologia entre outros. Estas ações melhoram as condições de trabalho dos servidores e ampliam a oferta de serviços aos usuários da Rede Municipal de Saúde.

PAD

Ao projetar o novo prédio da Central, a Secretaria Municipal de Saúde, a exemplo de outros investimentos, planejou a incorporação do Programa de Assistência Domiciliar (PAD), que realiza atividades complementares à rede de saúde. O objetivo do PAD é atender pessoas que estão acamadas e impossibilitadas de acessar serviços como a fisioterapia.

Uma equipe multidisciplinar, com 12 pessoas, garante o acompanhamento, cuidando de pacientes que precisam de serviços de enfermagem, visitas médicas, fisioterapia motora/respiratória, orientação nutricional, suporte psicológico, imunização etc.

O PAD realiza 200 procedimentos médicos/mês e cerca de 2.300 de enfermagem. Com a sede própria, o número de atendimentos será ampliado. Para participar do programa, o paciente deve ser morador do município, apresentar dificuldade de locomoção para acesso aos serviços de saúde, ter responsável/cuidador no domicílio e encaminhamento médico para o programa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *