Fisioterapia & Saúde

Venda de serviços de estética na internet proibidos na Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas

163 2

 

Em três estados nordestinos, a venda de serviços de estética estão proibidos em sites de compras coletivas desde essa segunda-feira (25). A decisão veio do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 1ª Região (Crefito), que atua na Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) dessa segunda-feira (25) e passou a vigorar no mesmo dia. Quem descumprir estará sujeito a sofrer processo ético, que pode ser advertência formal, suspensão do direito de exercer a profissão ou até a cassação do diploma.

A determinação abrange todo e qualquer tipo de atendimento que seja feito por fisioterapeutas, desde os estéticos (drenagem linfática, limpeza de pele, massagem etc.) aos de traumatologia (que tratam os danos do aparelho músculo-esquelético), reumático (tratam as doenças de mesmo nome), pilates, entre outros.

A oferta dos serviços é comum nos sites de compras coletivas. De acordo com a vice-presidente do Crefito, Luziana Maranhão, essa forma de venda infringe o Código de Ética, que determina a necessidade de uma avaliação antes de se indicar o atendimento.

“Não se sabe se o paciente precisa de uma, duas, ou cinco sessões e passam a vender o pacote. Não basta a indicação da patologia, tem que considerar todas as especificidades daquele caso”, justificou Luziana.