Fisioterapia & Saúde

Jovem lança campanha para voltar a caminhar

525 4

Por: Jornal O POVO 

Ticiana quer voltar a andar. Por isso, lança a campanha “Anda logo, Ticiana”. Após acidente de carro, a fisioterapeuta de 25 anos perdeu o movimento das pernas e reaprende a comemorar pequenas vitórias

 

Ticiana Torres de Melo quer fazer um tratamento em São Paulo para retomar o movimento das pernas (IGOR DE MELO)

 

Cada pequeno movimento dado com as pernas hoje é uma conquista. Ticiana reaprendeu a celebrar os pequenos gestos. Quatro meses após o acidente, a fisioterapeuta de 25 anos que trabalhava em cinco hospitais está se adaptando. E precisa de ajuda para se cuidar em São Paulo. Há chances de que ela volte a caminhar. A campanha “Anda logo, Ticiana” visa arrecadar dinheiro para custear o tratamento.

A rotina de Ticiana Torres de Melo mudou. Passa quase o dia todo no Centro de Reabilitação Sara Kubitscheck. Ainda tem fisioterapia em casa duas vezes por semana, de domingo a domingo. Dias atrás, voltou a trabalhar. Retornou ao Hospital de Messejana, onde atua com uma bolsa de pesquisa. Foi um dos melhores momentos dos últimos meses. A ajuda e o carinho dos colegas dão mais ânimo a ela.

Em casa, o dia a dia também foi transformado. A mãe é a companheira de todas as horas. Depois do acidente, pediu demissão da loja que gerenciava e foi cuidar da filha. “Tenho certeza da recuperação dela. Ela vai ser exemplo para muita gente”, mantém-se firme Silvana Torres de Melo, a mãe, junto com o pai, o engenheiro agrônomo, Lauro Torres de Melo. A irmã enfermeira é toda atenção. Cuida do jeito certo de Ticiana dormir, ajuda no banho, vai deixá-la onde for. Ticiana é uma das quatro filhas.

O escritório de estudo, que era quarto de hóspede também, virou o quarto da Ticiana. O cômodo do andar de cima ficou inviável. Foi preciso quebrar parede, comprar cama hospitalar, adaptar equipamentos. A família grande não se afastou. Tios e primos se uniram para ajudar na compra dos materiais. A prima Carol é uma que está sempre lá. “Meus amigos fisioterapeutas também têm ajudado. Nunca vi a classe tão unida”, admira-se Ticiana.

Mais perto de Deus

O acidente e as consequências levaram a fisioterapeuta a ficar mais perto de Deus. Católica, passou a frequentar grupo de oração na Igreja do Cristo Rei e aparenta uma fé mais fortalecida. “Tenho muita fé em Deus, sou devota de Nossa Senhora”, assume-se.

Mas nem sempre foi assim. O começo, como sempre, foi o mais difícil. É o tempo da revolta, dos questionamentos, das fraquezas. “Mas a gente vai criando força. A fé ajuda”, consolida. A mãe chorou várias vezes escondida, mas parou de lamentar. Fez da fraqueza, força.

Para Ticiana, as primeiras vezes depois do acidente foram os caminhos mais longos. A primeira vez de tomar banho, de jantar à mesa, de entrar no carro. “Coloco na minha cabeça que isso tudo é uma fase, que eu vou voltar a andar”, confia. Por enquanto, algumas ações estão no campo das saudades. “Sinto falta de dirigir, por incrível que pareça, de ir para algum canto legal, sinto falta de andar”, narra.

Mas Ticiana é uma moça de fé. Reaprendendo a viver o mundo de outra forma, ela confia em outro sentimento maior – a solidariedade.

ENTENDA A NOTÍCIA

Ticiana ficou sem o movimento das pernas após um acidente em maio. Na manhã de domingo, ia pela BR ao trabalho. Ao desviar de um carro que fechou a passagem dela, bateu no meio-fio, capotou e foi arremessada.

SERVIÇO

A camisa da campanha “Anda logo, Ticiana” está sendo vendida a R$ 20. Mais informações com Ticiana (85 – 9927 8663) ou com a irmã dela, Laura: (85 – 8833 2340). Depósitos podem ser feitos na conta 0713, agência 5627-8, no banco Bradesco. Conta em nome de Ticiana Pinto Torres de Melo.