Fisioterapia & Saúde

UFSCar tem dois cursos entre os melhores do país

Terapia ocupacional e fisioterapia atingiram a nota máxima no IGC

Os cursos de terapia ocupacional e fisioterapia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) atingiram a nota máxima do Índice Geral de Cursos (IGC) e estão entre os melhores do país.

O índice, divulgado na quinta-feira (17) pelo Ministério da Educação (MEC), avalia a qualidade dos cursos de graduação e divide as instituições por totais contínuos que vão de zero a cinco pontos e em faixas que vão de um a cinco. Avaliações abaixo de três são consideradas insatisfatórias pelo MEC. Além das universidades, o IGC avalia centros universitários e faculdades. Ao todo, 2.100 instituições foram avaliadas.

O curso de terapia ocupacional da UFSCar existe há 33 anos. A coordenadora do curso, a professora Patrícia Della Barba, explica que há três anos os alunos têm atividades práticas desde o começo do curso. O foco é a rede pública de saúde. “Um projeto construído coletivamente, que está inserido em cenários da prática. O aluno tem essa postura mais ativa. Ele participa do processo de aprendizagem dele”, disse.

O curso de fisioterapia também atingiu a nota máxima. Nos laboratórios os alunos atendem a população gratuitamente e já saem da universidade com experiência para o mercado de trabalho. Apesar da boa avaliação, o coordenadora Nelci Adriana Rocha, explica que o curso vai ter mudanças. “Hoje o curso é integralizado em quatro anos e vai passar para cinco anos. O aluno vai ser inserido na prática desde o primeiro ano”, explicou.

No índice geral, a UFSCar ficou em 6º entre as 10 melhores do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + seis =