Fora da Ordem

Lira Neto vai lançar livro sobre judeus que chegaram ao Brasil após serem perseguidos

(Reprodução/Facebook/Lira Neto)

O segundo volume de Uma História do Samba vai demorar um pouco mais pra ser publicado. O escritor e jornalista cearense Lira Neto anunciou que vai furar a fila e lançar outro livro em que tem trabalhado. Ele entrega, nos próximos meses, os originais de um livro ainda sem título à Companhia das Letras.

A publicação contará a história dos judeus sefarditas que, perseguidos pela Inquisição na Península Ibérica, refugiaram-se em Amsterdã e, de lá, rumaram para o Brasil durante a ocupação holandesa. Obrigados de novo a partir após a reconquista dos portugueses, foram ajudar a construir um pequeno povoado na América do Norte, a Nova Amsterdã, que logo viria a se tornar Nova York.

“Circunstâncias pessoais me trouxeram a Portugal, onde hoje resido. Aproveitei a ocasião para retomar e aprofundar uma antiga pesquisa, que me acompanha há quase uma década. Nesses quase dois anos na Europa, o trabalho ganhou fôlego”, disse o autor em publicação no Facebook.

Ele continua: “A pesquisa é amparada por vasta bibliografia e pela consulta a fontes primárias do século XVII em arquivos de Portugal, Espanha, Holanda, EUA e Brasil”.

Lira Neto explica que a obra terá cerca de 400 páginas e busca reconstituir essa trajetória coletiva, mas a partir das narrativas de vida de personagens fascinantes: inquisidores, judeus queimados em fogueiras, mercadores, piratas, corsários, impressores, senhores de engenho.

“Uma história cheia de intrigas, traições, delações, guerras – e esperanças. O livro será dedicado a todos os refugiados, exilados e desterrados do mundo”, concluiu o jornalista.

Nascido em Fortaleza, em 1963, Lira Neto é mestre em comunicação e semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e doutorando em história pela Universidade do Porto, Portugal. Foi quatro vezes vencedor do prêmio Jabuti na categoria melhor biografia.

Pela Companhia das Letras, publicou Padre Cícero (2009), vencedor do Jabuti em 2010, a trilogia Getúlio (2012-14), premiado em 2014, Uma História do Samba (2017) e Maysa (2017).

Recomendado para você