Futebol do Povo

Para lembrar ídolo e contar história verdadeira sobre morte, Ceará vai homenagear Mitotônio contra o Flamengo

2008 8

Segundo maior artilheiro do Ceará com 151 gols marcados em 215 partidas – média altíssima de 0,69 por jogo – Mitotônio será lembrado pelo Ceará antes do confronto diante do Flamengo, dia 22 de fevereiro, pela Primeira Liga, no Castelão.

A diretoria de Cultura, Biblioteca e Documentação do clube ainda não decidiu exatamente como será a homenagem, mas fará referência ao centenário de nascimento do jogador (22 de fevereiro de 1917), que faleceu no dia 1 de abri de 1951.

Uma das preocupações do Ceará é esclarecer dois fatos. O primeiro é que Mitotônio nasceu em Granja, mas em 1917 e, portanto, morreu aos 34 anos e não aos 35, como a história conta. O segundo é deixar claro que o motivo do falecimento não foi a panelada que ingeriu antes da partida contra o Gentilândia, no Presidente Vargas – o jogo terminou 4 a 1 para o Ceará, com o primeiro gol justamente do atacante.

De fato o ponta esquerda talentoso comeu a panelada, vomitou em campo, mas a causa da sua morte não foi congestão estomacal, como o folclore conta, mas um Acidente Vascular Cerebral (AVC) após ser liberado do hospital, como comprova o atestado de óbito.

Mitotônio foi tão relevante para o Ceará que tem mais gols do que Sérgio Alves com quase 100 jogos a menos. Gildo é o atacante com mais tentos pelo Alvinegro.

É importante para qualquer clube contar as histórias de seus ídolos. No caso do Ceará, quem torce carrega na paixão uma entidade centenária. Suas histórias precisam ser contadas.

Recomendado para você

8 Comentários

  • MATA-LEÃO MATADOR ALVINEGRO disse:

    Não sei como está hoje mas os alojamentos de Carlos Alencar Pinto um dia já foram chamados de Alojamentos Mitotônio. Confere, Graziani???

  • EDSON COSTA disse:

    FG, vejo nesta ação do CSC duas grandes virtudes: a primeira, do resgate da verdade dos fatos. A verdade pode e deve ser dita, sempre; a segunda, o reconhecimento ao jogador e a valorização da história de alguém que foi importante para o clube, principalmente quando se vive em um país que não valoriza a cultura nem a história. Vivemos para “uma alegria fugaz, uma ofegante epidemia”, como diz a música, e esquecemos do passado que trouxe até aqui.
    Parabéns à Diretoria do CSC por essa iniciativa de preservar a memória de quem tem importância.
    ST

  • Marcos disse:

    Mitotonio dá seu nome a um acanhado estádio no município de Granja, sua cidade natal!
    Filho daquele cidade é motivo de orgulho para seus conterrâneos, inclusive eu, e para os amantes do futebol, sejam eles torcedores do Ceará ou do Leão de Aço …

  • Tony disse:

    Ações como essa merecem o aplauso de todas as torcidas. Essas homenagens devem ser incentivadas e multiplicadas, resgatando a história de todos os ídolos e heróis que escreveram seus nomes vestindo as gloriosas camisas de Ceará, Fortaleza e Ferroviário.

  • Raimundo Brito Fontenele disse:

    Sou conterrâneo e muito fan desde grande Craque e Ídolo do Ceará Sporting Clube., Com muito orgulho!,,

  • Gostei muito da iniciativa, pois o CSC existe a mais de um século e sua jovem torcida precisa ter conhecimento de sua história e de seus ídolos. Parabéns

  • Luiz Alves de Lima Junior disse:

    O reconhecimento é melhor que o aplauso, este é efêmero, passageiro, circunstancial, enquanto o primeiro é perene, imorredouro e melhor traduz a importância do homenageado.
    Parabéns Mitotônio, parabéns Ceará.

  • wilson disse:

    Aplausos pela iniciativa! É com resgate da história que se fortalece uma nação como a do alvinegro e dá qualidade a formação da sua torcida!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 17 =