Futebol do Povo

Magno Alves apela para a imprensa e pressiona o Ceará para tentar ficar no clube

1897 61

Costumeiramente avesso a entrevistas em estúdios de TV, Magno Alves esteve em dois programas nesta terça-feira: Trem Bala, da TVC e TV O POVO e A Grande Jogada, da TV Diário.

O objetivo, legítimo e estratégico, era apenas um: apelar para a torcida, usando a audiência das atrações, para que o Ceará decida por sua renovação de contrato ou não.

A diretoria do Ceará a a comissão técnica liderada por Marcelo Chamusca entendem que Magno Alves não tem capacidade para ajudar na Série A do Campeonato Brasileiro, avaliação também legítima diante do nível de exigência da competição.

Uma possibilidade seria a renovação do seu contrato para os quatro primeiros meses do ano, com redução salarial de R$ 40 para R$ 20 mil mensais. O jogador só aceita renovação por um ano. Seu empresário já fez a pedida: R$ 50 mil reais mensais, ou seja, R$ 600 mil por ano.

Ao pressionar o clube usando a imprensa, Magno Alves deseja colocar a torcida a seu favor, pressionando a diretoria, colocando como argumentos seus números e história, além de falar em desrespeito por não ter sido relacionado por Chamusca em vários jogos da campanha vitoriosa do acesso para a Série A.

Não sei se a estratégia vai funcionar, mas entendo que R$ 600 mil por ano para um reserva, numa temporada em que estará na Série A, é dinheiro demais para o Ceará gastar. Além disso, a postura de Magno neste momento deixa claro que o atleta é possível foco de insatisfação, situação que não compensa para o clube.

Também entendo que pela história de Magno no clube, é preciso deixar claro os motivos para sua eventual não renovação e, sim, buscar reconhecer o que ele fez com homenagens e sensibilidade, caso seja viável, especialmente agora.

Recomendado para você

61 Comentários

  • Felipe disse:

    Atitude infantil, patética e de falta de carater dele.

    Ceará vem pra um ano extremamente dificil, e ele, que SEMPRE dificultou as renovações com o Ceará em outros tempos, vem chorar na tv e fazer acusações, colocando torcida contra diretoria.

    Obrigado pelos serviços prestados, mas não dá mais. Nem como jogador, nem como pessoa.

    A instituição Ceará Sporting Club é bem maior do que você.

    • JP Oliveira disse:

      Falou tudo amigo Felipe!

      O camarada já está conturbando o ambiente e olha que o ano nem terminou. O Magno sempre ajudou muito dentro do campo, porém, sempre deixou o Ceará em segundo plano, dificultando e muito as renovações, sempre uma novela.
      Na minha humilde opinião, não está tendo ética profissional nem mesmo humildade em reconhecer que o nível da série A é sim muito puxado pra ele. Ele questiona seus números, mas, esquece que a grande maioria de seus gols foram pelo nosso fraco e manjado campeonato cearense.

  • Valterlan Jr disse:

    Diretoria bem covarde essa, qual o problema de chegar logo e dizer que não quer o jogador, mas ao invés disso ficam embassando, postergando, na verdade querem que ele tome um rumo por conta própria para não serem responsáveis diretos de o mandarem embora.

    Atitudes que condizem com as personalidades do presidente e técnico do time.

    • Felipe disse:

      Covardia é o que o Magno alves fez hoje e sempre fez com o Ceará (Dificultando renovações e deixando o Ceará em outros momentos)

      Dentro de campo um dos maiores da história, fora dele um cara extremamente complicado com um ego altissimo.

      Diferente do João Marcos, que nunca foi chorar por renovação em tv, sempre soube entender que seu tempo estava passando e respeitou o posicionamento da diretoria.

    • Neto disse:

      Covardia é essa sua, torcedor stela. Vá se preocupar com o teu time colorido.

    • Mario disse:

      Não pegue corda, amigo. Ele ainda tem contrato até o dia 31. Ninguem tinha obrigação de renovar com ele antes disso. Agora ficou mais difícil… Pior foi a falta de profissionalismo dele em expor o clube assim… Ceará é maior do que qualquer jogador. Principalmente de um que tá encerrando a carreira, mas ainda quer levar 600 mil do nosso clube.

    • Richard disse:

      Éééé vendo por esse lado tem como não. É mto dinheiro pra pouco futebol mostrado. Jogador de futebol tem q saber q sua carreira tem começo, meio e fim. A do Magno já deu. Chegou ao fim e a idade magnata, importa e mto. Já pode parar q tá bom, ele já nos deu mtas alegrias, foi e é ídolo aqui. Qual era a dele, encerrar a carreira no clube aonde ele foi Rei, bastava ele fazer um contrato de até o fim do Nordestão com salário reduzido e encerrar em grande estilo. Pois para o Brasileiro série A ele num serve mais não.

    • Guilherme disse:

      Não entendi essa de a diretoria ficar embaçando. Foi oferecido um contrato de 20 mil/mês por 4 meses. A proposta foi feita, se o jogador não concordou/aceitou é outra questão.
      Agora convenhamos, foi totalmente equivocada a decisão dele de ir na imprensa cobrar da diretoria alguma posição referente a situação dele, pois entendo que a diretoria tem total condição e poder de definir quem interessa ou não ao clube diante das necessidades do momento.
      No mais, ficará o “ídolo” registrado nos livros, e sairá o jogador, que decidirá onde queira jogar.

      SA.

      É isso, Guilherme.
      Resumiu melhor do que eu, não que seja difícil rs
      Abraço.
      FG

    • paulo disse:

      A diretoria não ta fazendo nada de errado. O contrato dele vence no fim do ano. Depois a diretoria da a resposta.
      Jogador de futebol não pode ser eternamente jogador. Não será pelo fato de ser ídolo que deverá ser contratado eternamente.

  • CSA- Ceará Série A disse:

    Obrigado Magno Alves !!! Bom final de carreira. Não vale 600 mil por ano. Já trocou o Ceará uma vez pelo Fluminense, quando o Ceará estava precisando muito de vc em 2015, pode trocar de novo.
    Em 2014 fez 37 gols, Em 2015/2016 pelo Flu fez 11 gols, em 2017 pelo Ceará no Brasileiro fez 2 gols, então com 42 anos a idade pesa
    Poderia muito bem aceitar um salário menor para um deficitário campeonato cearense e encerrar a carreira com dignidade em 6 meses atuando na série A, mas prefere jogar torcida contra diretoria. O Ceará não precisa deste tipo de jogador.

  • GILSON ROBERTO disse:

    Boa tarde, Graziani. Entendo seu ponto de vista, mas acredito que jogadores como Magno Alves (vide Paulo Baier, por exemplo) podem jogar até uma série A tranquilamente aos 40 e poucos anos com muita qualidade e decidir jogos para o Ceará, isso foi demonstrado durante as poucas oportunidades que teve nas rodadas finais da série B, inclusive no jogo contra o Criciúma em que o atleta atuou durante quase o jogo inteiro e participou diretamente do gol de empate.

    Quanto a atuar pouco, isso foi opção do treinador (acertada em alguns momentos, principalmente no início da competição, pois realmente ele vivia um mal momento, e equivocada em outros, pois quando o jogador voltou a desempenhar um bom futebol não foi tão utilizado quanto poderia ter sido), mas Magno Alves sempre que entrava, principalmente nos últimos e decisivos jogos da série B no Castelão, dava um toque de qualidade e, com um ou dois toques na bola, ou fazia gol, ou criava uma situação de grande perigo não criada pelo time durante os 90 minutos. Sempre foi assim, Magno sempre foi do tipo de jogador que mais alternou na carreira bons momentos do que momentos ruins e sempre foi decisivo. Nesse aspecto, a história conspira a seu favor. Vale lembrar que o Chamusca só o colocava para jogar nos últimos 10 minutos de partida, mesmo vendo que ele já havia retomado o bom futebol, o que se revelou um subaproveitamento do ídolo alvinegro.

    Além disso, há também, ao meu ver, uma questão de coerência, Graziani, renovar contratos de Fernando Henrique (que não tem qualidade nem para ser titular de série B), Rafael Carioca (jogador de qualidade duvidosa, que teve como maior mérito o gol da vitória fora de casa contra o Brasil de Pelotas, mas nunca se firmou totalmente) e de Pio (que, assim como o Magno, fez gols decisivos, mas não tem a técnica apurada do Magnata) e não renovar o contrato do quarto maior artilheiro em atividade do mundo e que a qualquer momento decide uma partida com gol ou assistência revela-se inconsistente no meu entendimento. Saúde e qualidade para jogar por mais uma temporada o Magno Alves tem sim, resta saber se a diretoria irá acertar ou não nesse intuito.

    Para finalizar: no que diz respeito à questão financeira, 600 mil reais ou menos está de bom tamanho, ao meu ver, para mantê-lo, pois mais vale um jogador que decide do que a soma de salários equivalente de dois ou três que toda temporada aparecem nos grandes times cearenses e que não resolvem nada, pois o raciocínio deve ser no sentido de que alguns pontos conquistados com participação direta de atletas como o Magno Alves podem ser a garantia de permanência de milhões para o clube na temporada seguinte.

    Um abraço, Graziani, há muito tempo acompanho seu trabalho e sei que você é um dos melhores profissionais do futebol cearense sem dúvida nenhuma.

    Valeu, Gilson. Respeito demais teu ponto.
    Abração
    FG

    • paulo disse:

      Meu caro Gilson. Seu comentário embora extenso, inoportuno. Todo jogador tem seu tempo de parar de forma elegante. O magno Alves ta perdendo essa grande oportunidade. 600 mil por ano por uma jogador ser reserva é luxo. se você ache que ele merece, contrata-o e leva para o Ferroviário para fazer dupla com o Mota.

      • GILSON ROBERTO disse:

        Caro, Paulo. O livre arbítrio de escolher se para ou continua é do profissional e não do torcedor. Além disso, Magno Alves ainda tem saúde suficiente para disputar uma ou duas temporadas na série A ou em qualquer outra competição e decidir jogos, pois não treme com time nenhum do futebol brasileiro, vai lá e resolve. Inoportuno mesmo é você não aceitar opiniões divergentes da sua, é bastante simples: cada qual com o seu cada qual, mas sempre com respeito. A liberdade de pensamento é a mais importante conquista de uma sociedade democrática e, assim como considero a sua opinião, apesar de discordar, a recíproca deve ser verdadeira. Já dizia Voltaire, um dos mais importantes filósofos da Revolução Francesa: “Posso não concordar com nenhuma palavra que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-las”. Sigamos em paz.

  • CARLOS LIMA disse:

    eu faria um contrato pelo Estadual e Copa do Nordeste, e dependendo da produção, ampliaria o contrato para a Série A.

  • Valterlan Jr disse:

    Enquanto o veinho chora pedindo pra ficar o garoto Everton, cria da base do leão, põe o Grêmio na final do mundial , valeu garoto !!!

  • Daniel disse:

    MAGNO ALVES DECIDE. Qtos tem por ai ganhando próximo a esse valor e não fazem nada. Ceará não gosta de permanecer com a História viva de sua Glória. Não Prestigia. Acho que a maioria da torcida quer vê-lo lá seja pro um tempo de partida.

    Elogio e homenagem não enchem barriga de ninguém.

    Assim como o Magno João Marcos merece um apoio maior do Ceará

    FG, esses seus comentário foram infelizes

    Daniel, digo o mesmo para você.
    Mas não tenho qualquer intenção de discutir.
    Só lamento que você não consiga dar a sua opinião sem personalizar.
    Haja paciência pra aguentar.
    FG

    • Daniel disse:

      “Só lamento que você não consiga dar a sua opinião sem personalizar.”

      Não entendi?????????

      Eu explico: sem personalizar a crítica ao jornalista.
      Não se consegue escrever sem atacar a opinião do jornalista.
      FG

      • Francisco disse:

        Concordo nesse ponto, quanto ao torcedor. Já a respeito do magnata, só não tem 15 gols na série b…pq esse treinador é muito fraco. Tem sorte, mas é fraco

  • Ribeiro disse:

    Estou decepcionado com a atitude do Magno Alves pegou corda da impressa é siqueimou seu contrato só acaba dia 31 só fala ele ir pra time colorido pra em Serra a carreira … E agora estão botando palavra s na boca dele em Nei um momento ele falou que queria permanecer VERGONHA ..

  • Augusto Cezar disse:

    O caso do Magno Alves não se trata de “covardia” da diretoria. Ocorre que o momento é de cautela e planejamento financeiro. Quando a diretoria tem a cabeça no lugar, como a do CearáSC, pode até exceder um pouco nessa atitude. Por outro lado, o jogador está sendo pago e o Ceará tem o direito de estudar sua renovação de imediato ou mais tarde até concluir o seu contrato. A nossa opinião, como torcedor (de ambos), é que o jogador deu uma boa oportunidade para a crônica esportiva cearense, principalmente aqueles adversários inflamados, ávidos em soltar notícias contra o CearáSC, se deleitar e explorar bastante a matéria, que no final vai acabar respingando na tranquilidade e paz reinante no seio do elenco do CearáSc. É bom repensar, Magnata. Desejo sucesso para você e para o nosso CEARÁSC, hoje partícipe do maior campeonato do Brasil, Séria A do BRASILEIRÃO-2018.

  • Alysson disse:

    Fernando, me perdoe.. Mas achei a forma que você quis chamar atenção para sua matéria, de forma muito inconveniente e imprecisa, e que não condiz com a verdade, falar que o jogador apelou para detrimento de tal causa. Você foi bastante infeliz nessa sua colocação!
    E foi visto em vários jogos que o mesmo quando entrou, jogou muito melhor que o seu substituto ((ELTON) – este fará muita raiva a nós alvinegros no próximo ano). Quando ele (M.A) foi titular contra o Criciuma, mesmo após o acesso concretizado, continuou honrando o manto e jogando com seriedade diferentemente dos outros que amenizaram, e voltaram a jogar após levar um gol, e o empate teve participação decisiva dele!
    Então reveja sua forma de expressar!
    Abraço!

    Alysson, ele apelou sim. Apelou pelo espaço da imprensa, algo que ele jamais gostou. É legítimo e se os programas abriram espaço para ele, ótimo, mas ele foi quando interessou a ele e isso precisa ser dito de forma clara. E o objetivo dele é esse: pressionar a diretoria usando o carinho que parte da torcida tem por ele. Isso está muito claro ou vc não percebeu?

    Agora, sua frase imperativa e ainda com ponto de exclamação me mandando rever minha forma de me expressar me provocou ótimas risadas. Obrigado. É inacreditável.
    FG

  • Boa Gilson.Como venho insistentemente escrevendo nos meus parcos e breves comentários ambos,tanto Magno Alves como Joao Marcos ainda tem muito a oferecer ao Ceará.Quanto ao teor da entrevista Magno Alves está certíssimo é horrível voce ficar profissionalmente nesse jogo de empurra empurra.Só quem já passou por isso sabe.É mais ou menos parecido com o que fizeram e fazem algumas empresas de comunicaçao ao descartar bons profissionais com experiencia e talento.
    Pega os salários economizados do Cafu e Lele e basta para o Magnata.Nao vai haver corpo mole nao.Ele tem raça,talento e dedicaçao como profissional.

    • GILSON ROBERTO disse:

      Concordo com você, Helmut Heineken, alguns torcedores só enxergam os valores financeiros, acham um absurdo um salário de 50 mil reais para um jogador que resolve (e não falam de 2,3,4 ou 5 que ganham o equivalente e não contribuem em nada para o clube), não veem as circunstâncias da temporada do jogador e de uma profissão cuja carreira é, em regra, curtíssima. É nítido também que o Chamusca não tem preferência por Magno Alves (sente-se até intimidado no relacionamento com o jogador e prefere mantê-lo distante) e que só o coloca quando a torcida e a imprensa o pressionam para isso, foi assim do meio para o fim da série B, por isso ele jogou pouco (10 minutos apenas nas poucas partidas de que participava), mesmo reconquistando o bom futebol (muito acima da qualidade do Élton, por exemplo, apesar de terem características distintas), a memória do torcedor é fraca e a injustiça corre solta.

      Ainda quando as conquistas são alcançadas, erros podem/devem ser percebidos e analisados, sendo um deles, ao meu ver, o mau aproveitamento do Magnata na reta final da segundona e a descrença no potencial real de sua contribuição na próxima temporada. Perceber algo claro como isso não se trata de ser pessimista ou do contra, muito menos de querer criar um ambiente de instabilidade no clube trata-se apenas de não querer viver no “oba oba” do lugar comum que muitos gostam de fazer prevalecer por ser mais fácil sempre viver na zona de conforto. Fugir desta, inclusive, é um dos mais importantes passos para o crescimento e a manutenção do time na série A.

  • César disse:

    Acho que o Magno Alves ainda pode ser útil ao Ceará embora os anosjá pesem.

    É jogador clássico, e leva perigo ao adversários.Seria Bom que a Diretoria desse mais uma oportunidade ao Magnata.

    Abraços a todos.

  • Mario disse:

    AGORA TODOS QUEREM JOGAR NO CEARÁ de qualquer jeito… e quem não quer? A idade chegou. Obrigado e adeus, Magnata!

  • Leandro Gonçalves disse:

    A coisa ficou feia…Declarações desnecessárias…Mas ele ainda merece espaço ao menos pro Cearense…Não tiveram tanta paciencia com o Rafa Costa,que nao tem nem 00,1% da importancia do magnata para o ceara??

    Vamos aguardar…

  • Roysson disse:

    Entendo a diretoria em não o querer. Contudo, deveria ter sido o primeiro a ser chamado para reunir-se com a ela e informado sobre a decisão. Não dá pra entender a razão da demora, e é aí que o Magno Alves tem razão. Poxa, convenhamos, a sua saída já era clara na cabeça do Chamusca e do Robinson, principalmente da metade da série B em diante. Protelaram demais e um mal estar que poderia ser perfeitamente evitado veio à tona.

    O Ceará é conhecidíssimo em dar um trato semelhante, ainda que de outras formas, a outros jogadores. Adilson, Sergio Alves e Mota são os casos mais recentes. Saíram meio que pela porta dos fundos.

  • valterlan disse:

    O kanal deveria renovar por mais 5 anos, e com salarios de 100 mil mes

  • Chico caucaia disse:

    Pagamento por gol marcado, fixo de 10 mil mais produtividade. …. Esta proposta foi feita ao Mota, e hoje joga no ferrim. ….

  • Tem aquela máxima,”Quem ao craque fustiga,Deus castiga…”,o Ceará Sporting,digo,as diretorias, é acostumado a descartar seus ídolos facilmente.Foi assim com o Da Costa,o paredao Adilson,Sérgio Alves,grande Mota,e agora com o Magno Alves e Joao Marcos.Pequeno e importante detalhe,todos esses citados ainda podiam jogar pelo memos uma temporada inteira.Triste.O que nao acontece no Fortaleza,onde seus diretores em geral sempre preservaram seus grandes ídolos.Força Magnata e Joao Marcos.Voces estao eternizados no coraçao da torcida alvinegra.Técnicos e presidentes passam.A maioria dos dirigentes alvinegros mesmo ganhando alguns títulos nao deixaram saudades e quase sempre se serviram do Ceará Sporting como trampolim para as suas vaidades.Vida que segue.

  • Bruno Albuquerque disse:

    Magno Alves ajudou o Ceará, mas, há que se ressaltar, tb foi mto ajudado. Ceará semore alavacando a carreira dele aqui. Em 2010 foi assim, foi pro Atlético Mg, nao jogou bem la.Ceará ofereceu proposta, mas preferiu sport, nao jogou bem la. Ceará recebeu, alavancou o cara e ele recebeu proposta para o Fluminense. Aos 39 anos foi pro flu com o álibi de encerrar a carreira; para mim a carreira dele no Ceará era pra ter encerrado ali. Nao satisfeito Ceará recebeu, pagando 40 mil o ano todo a um cara q, no máximo, jogava 20 minutos. Aí agora o cara faz essa apelacao, inclusive divulgando no instagram a presenca em vários programas e sugerindo campanha pro presidente decidir a renovacao de um contrato q ainda nao terminou. Apelativo e patético isso! Como se o Ceará devesse favor; repito ajudou mas já foi mto ajudado!!

    • Dr. Smith disse:

      Concordo com seu comentário.

      O Magno Alves já abandonou o Ceará diversas vezes.

      Lembro-me dele saindo para o Fluminense para realizar o sonho de encerrar lá sua carreira.

      Agora, em fim de carreira, quer o conforto de morar em Fortaleza, recebendo em dia e ficando perto de sua família.

      Não precisa ser cientista de foguetes para saber que ele não tem condições de jogar a série A.

      Outra coisas, apesar de ter feito gols importantes, o Magno Alves não deve nunca ter o mesmo status de ídolo do Sergio Alves.

      Para finalizar, desgastes de “ídolos” de clubes, em fim de carreira, com a diretoria dos times é algo bastante comum, e o motivo é que o jogador não nota que o tempo passou. Clube de futebol não é previdência, principalmente na série A, com orçamento restrito.

      Ontem, o Magno me lembrou aquele linda menina dos tempos do colégio, à época cortejada por todos, e que, com o peso da idade, não atrai mais os olhares e os desejos de ninguém. O tempo passou na janela e só o Magnata não viu.

  • Dida disse:

    Li os comentários, respeito tds e gostaria de colocar minha opinião. Tds só falam no Magno e estão esquecendo do treinador. Não tenho nada contra, aliás acho que ele é mt sortudo pq nosso acesso foi legítimo, mas não me digam que o ceará mostrou um grande futebol. Mas vamos ao ponto, vamos deixar o tempo resolver, caso o Ceará não ganhe a copa nordeste e perca o cearense pro nosso rival, não precionem o presidente. Ele tá convicto que esse treinador é o o Glardiola do Nordeste, eu acho ele fraquíssimo, mas tem mt sorte! Abrç

  • João Eduardo Pinheiro Neto disse:

    Alvinegro roxo, sou fã do Magnata e pego algumas das ultimas palavras do grande Graziani, com sua licença, pra dizer o que penso do caso: Pela história de Magno no clube, é preciso buscar reconhecer o que ele fez com homenagens e sensibilidade, caso seja viável, especialmente agora.

  • Emanuel Meireles disse:

    Renovar ou não o contrato de um jogador, ainda que ídolo, é uma decisão que cabe a quem gerencia o clube. Como toda decisão, ela deve ser ponderada seguindo critérios claros e objetivos. Não se pode acusar Chamusca e a direção do Ceará de incoerência, afinal, embora tenha decidido alguns jogos, o papel de Magno Alves na campanha da série B foi bastante diminuto se comparado a outras temporadas. Seu protagonismo se foi com a idade. Isso está bem claro desde a chegada de Marcelo Chamusca. Seria estranho, portanto, que se renovasse com o jogador, que tem todo o direito de prolongar a carreira, mas que não está acima do bem e do mal e, portanto, pode (e deve) ser avaliado como qualquer outro atleta, levando-se em conta o custo que representa e o benefício que gera. Seu lugar de ídolo é intocável, mas não o torna eterno.

  • Luiz disse:

    Mota tentou a mesma estratégia à época

  • Notícia,esse substantivo feminino que descreve fato novo ou mudança repentina de informacao.A mídia tem no Ombudsman um modo de autocrítica.Os dois pricipais jornais noticiaram de modos distintos os fatos narrados pelo atleta do Ceará Sporting Magno Alves.Um noticiou que era um desabafo feito pelo jogador,o outro tratou como apelaçao.Como leitor ao me confrontar com as duas diferentes linhas de pensamento,escolhi a primeira,nao pelo desabafo mas por causa que fatos novos ou que o público nao tem acesso nem conhecimento da informaçao nao consigo visusalizar como apelaçao.Ao colocar de maneira direta os fatos,considerei justo as posiçoes do Magno Alves.Numa época do politicamente correto,onde muitos falam terceirizando a opiniao dos outros,foi muito bom alguém externar com sinceridade e respeito o seu pensamento e opiniao.Como,nós leitores nao temos Ombudsman,cabe a notícia e a verdade serem nossos aliados.Bom dia e abraços.

  • Seca Pacotinho disse:

    Te cuida Magno Alves!!!!!

  • Eduardo disse:

    Algumas considerações:
    1. Devemos agradecer de todo o coração ao Magno Alves pelos serviços prestados ao Vozão. Mais à frente, quando houver clima, poderemos prestar-lhe uma homenagem da qual ele é justo merecedor. No mais, sucesso na sua carreira e vida, Magnata!
    2. Esse troço de jogador sair e voltar quando quiser, normalmente com o apoio de parte da torcida e da imprensa, dá nisso: se sente o rei da cocada preta e não aceita ser contrariado. E essa bate-e-volta é vício no Mais Querido. Já temos mais casos neste início para 2018. É triste.
    2. Ao que sabemos, nas vezes anteriores, nas negociações, ele sempre posou de pop star ou prima donna, uma banca de fazer inveja a qualquer um.
    3. Foi se aposentar no time do coração (Fluminense) – pelo menos é o que foi dito, sem desmentidos, na época. Por conveniência familiar (a esposa é daqui), volta para jogar no Ceará, ganhar uma boa grana, desfilando uma empáfia de dar inveja, cheio de razão, o dono do pedaço. Ora, ora!
    4. Alguém ainda pode imaginar que Magno Alves já não sabia que não estava nos planos do Ceará, quando procurou dois programas de elevada audiência para dizer o que disse? Alguém acha que depois de tudo isso ele ainda tem ambiente para ficar em Porangabuçu? Alguém acha que ele não sabe que está apenas jogando m… no ventilador para se vingar de alguém, usando a instituição Ceará, pelo fato de não conseguir, desta vez, o que sempre conseguiu?
    5. Magno Alves pode jogar até 10 ou mais anos, mas não na intensidade e dinâmica que precisaremos ter para permanecer na série A. Na série A não teremos os jogadores mais técnicos, portanto precisaremos compensar com muita integra, suor e luta. É bonito ver o Magno jogar, mas o cara é todo o tempo se poupando, só vai na boa para ele, enquanto outros se doam integralmente e, óbvio, se contundem, já que estão sempre no limite.
    6. Por fim, diria que há algo de muito estranho nessas tratativas do Ceará com alguns de seus ídolos em fim de carreira e não é de agora, vide os casos de Sérgio Alves e Mota. O que será que ocorre nos corredores de Porangabuçu para que essas situações de, no mínimo, grande desconforto, aconteçam? Em vez de termos um ídolo que será sempre Ceará numa relação de amor e admiração recíprocos, temos, para falar pouco, um ressentido.

  • João Ximenes disse:

    Isso é assunto PRA MAIS DE METRO, e não poderia deixar de participar dele:

    Desta vez fiz diferente: LÍ ANTES DE OPINAR.
    Antes, via o TEMA, participava, e depois lia o conteúdo, justamente pra não interferir no meu pensar sobre a matéria.

    Pontuando a matéria:

    1. “Magno Alves apela para a imprensa e pressiona o Ceará para tentar ficar no clube”:

    ACHO que o termo “APELA”, levando em consideração o nosso Cearenses tá muito pesado, deixando até a impressão de que ele ou seu empresário pagaram pelo espaço nos respectivos programas;

    2. “Costumeiramente avesso a entrevistas em estúdios”:

    Não sei bem os trâmites desses programas de Tv e/ou Rádio, mas acredito, ambos dependem de audiência nos seus respectivos assuntos(futebol, político e blá blá blá), e essa audiência é dada pelos protagonistas de cada área.

    3. “Objetivo, legítimo e estratégico, era apenas um: apelar para a torcida”:

    Creio que o OBJETIVO foi DEFINIR sua situação trabalhista logo, pois como o mesmo disse, vai viajar, e quando do seu retorno ele queira que sua situação trabalhista estivesse resolvida.

    4. “Usando a audiência das atrações, para que Eles LÁ(os daqui) decida por sua renovação de contrato ou não”:

    Resposta anterior serve do mesmo jeito.

    5. “Diretoria e comissão técnica liderada por Marcelo Chamusca entendem que Magno Alves não tem capacidade para ajudar na Série A”:

    Forte tal qual o APELAR !
    Ambos os dois – já que chegaram a essa conclusão -, deveriam pelo menos chegar pro jogador e lhe explicar em que base de estudo chegaram a tal conclusão.
    Acredito EU, que quem poderia diagnosticar tal situação seria o departamento fisiológico do Clube e não diretoria e treinador. Se foi DF que chegou a essa conclusão e informou a ambos os dois(diretoria e comissão técnica)… AI SIM.
    Se não, ai deixa uma lacuna bem suspeita de chute nos fundilhos no profissional.

    6. “Avaliação também legítima diante do nível de exigência da competição”:

    QUEM FEZ ESSA AVALIAÇÃO ? o departamento fisiológico ? se foi, faltou critério, pois como bem disse o atleta: sem contusões na temporada já era motivo suficiente para uma renovação.
    NÍVEL DE EXIGÊNCIA DA COMPETIÇÃO para um atleta que se cuida… COMPREM-ME UM BODE.
    MAGNO ALVES passou a sua vida quase que inteira jogando Azona – menos enquanto esteve aqui –, e ninguém melhor que ele em Porangabussu conhece a competição. NEM CHAMUSCA que vai pela primeira vez.
    Nível da Azona é nível MAGNO ALVES.
    Agora, se chamam NÍVEL DE EXIGÊNCIA de correria… TÃO MUITO EQUIVOCADOS.
    Correria é Dzona, Czona e em alguns momentos Bzona, que os caras dão o sangue pra aparecerem.
    Azona é diferente ! Azona é NÍVEL TÉCNICO. E nível técnico também é MAGNO ALVES.

    7. “Uma possibilidade seria a renovação do seu contrato para os quatro primeiros meses do ano, com redução salarial de R$ 40 para R$ 20 mil mensais”:

    Cara, ISSO NEM EU ! isso é um absurdo. Qualquer UM que tenha vergonha na cara, não aceitaria uma situação desse tipo.
    Todo trabalhador que se presa ESPERA é RECONHECIMENTO com VALORIZAÇÃO. Aumento de salário de uma temporada vencedora de ACESSO de R$ 10 mil conto é o mínimo que se poderia aceitar – até porque jogador participou pouco, mas quando participou foi decisivo.

    8. “Ao pressionar o clube usando a imprensa, Magno Alves deseja colocar a torcida a seu favor, pressionando a diretoria, colocando como argumentos seus números e história”:

    “deseja colocar a torcida a seu favor “ é tão forte quanto o APELAR.
    Usar como ARGUMENTO números, história, pra mim isso é muito natural.
    Ruin seria se quisesse mostrar algo que não fizera.

    9. “desrespeito por não ter sido relacionado por Chamusca em vários jogos da campanha vitoriosa do acesso para a Azona”:

    EU ouvi ele dizer OPÇÃO do treinador.

    10. “Não sei se a estratégia vai funcionar, mas entendo que R$ 600 mil por ano para um reserva, numa temporada em que estará na Série A”.

    BOM ! ai é preferível nem discutir o assunto, pois como você bem colocou meu caro GRAZIANE: “estratégia, mas entendo que R$ 600 mil por ano para um reserva”, passa a ser uma OPINIÃO PESSOAL de sua parte, e deve ser respeitada.

    11. “Além disso, a postura de Magno neste momento deixa claro que o atleta é possível foco de insatisfação, situação que não compensa para o clube”:

    INSATISFAÇÃO por querer uma DEFNIÇÃO quanto ao seu trabalho, e, PÔ, o cara tem seus compromissos pessoais/familiares e QUERER acertar isso é mais que natural

    12. “Também entendo que pela história de Magno no clube, é preciso deixar claro os motivos para sua eventual não renovação e, sim, buscar reconhecer o que ele fez com homenagens e sensibilidade, caso seja viável, especialmente agora”:

    E pelo que entendi nessa história toda de visita a estúdios de Tv e rádio foi exatamente isso: “é preciso deixar claro os motivos para sua eventual não renovação”.
    Na MINHA humilde opinião… ATÉ AGORA NÃO EXPLICARAM A REAL RAZÃO DE SUA NÃO RENOVAÇÃO, e “pela história de Magno no clube, buscar reconhecer o que ele fez com homenagens e sensibilidade, caso seja viável, especialmente agora” SERIA O MÍNIMO QUE PODIA SE ESPERAR DE QUEM COMANDA UM ESPORTE QUE MEXE DEMAIS COM A EMOÇÃO DO TORCEDOR E PRINCIPALMENTE DE QUEM SE ENTREGA AO MÁXIMO DENTRO DO CAMPO DE JOGO.

    13. “O jogador só aceita renovação por um ano. Seu empresário já fez a pedida: R$ 50 mil reais mensais, ou seja, R$ 600 mil por ano”:

    Isso não foi dito. Pelo menos no programa A Grande Jogada, que foi o que assisti.

    MAS tudo isso são OPINIÕES individuais.
    IMPORTANTE nessa história é o RESPEITAR a opinião de cada um, e fazer dessas opiniões um DEBATE sadio e proveitoso dentro de um espaço DEMOCRÁTICO como é o BLOG FUTEBOL O POVO.

    Valeu !

  • José disse:

    Eu sou contrário à permanência, fez muito pelo Ceará, mas série A não dar para Magno Alves.

  • Richard disse:

    Éééé vendo por esse lado tem como não. É mto dinheiro pra pouco futebol mostrado. Jogador de futebol tem q saber q sua carreira tem começo, meio e fim. A do Magno já deu. Chegou ao fim e a idade magnata, importa e mto. Já pode parar q tá bom, ele já nos deu mtas alegrias, foi e é ídolo aqui. Qual era a dele, encerrar a carreira no clube aonde ele foi Rei, bastava ele fazer um contrato de até o fim do Nordestão com salário reduzido e encerrar em grande estilo. Pois para o Brasileiro série A ele num serve mais não.

  • Souza disse:

    Caro FG, muito bom comentário. O Magno tá em fim de carreira. Com 42 anos, por mais cuidado que ele tenha tido ao longo do tempo, não rende mais o suficiente para uma série A. Daí a opção da diretoria em oferecer um contrato para o Estadual. O Magno é muito bom jogador, mas é também muito estrela. Lembro quando ele estava no sport Recife e esnobou o Ceará… Lembro quando foi para o Fluminense, dizendo que queria encerrar a carreira lá. Enfim, parece que ele tem um rei na barriga, infelizmente. Acho que a diretoria tá certa. E ele pisou na bola em ir à imprensa e pressionar a diretoria, tentando jogar para a torcida. Isso não cola mais. Abs

  • Matheus disse:

    Magnata ajudou muito,ídolo sem duvidas mais o Ceara e maior q qualquer jogador, n compensa renovar.

  • Sérgio Silva disse:

    Pois é amigo, os papeis se inverteram.
    outrora era o Magno que dificultava as negociações, optava sempre pelo o que era melhor para ele, não diferente deste momento, só que, hoje e o Ceará que está por cima, é o dono da “situação.” Lembro bem do ano que ele preferiu o Fluminense e foi em busca de realizar um sonho, deixando o Ceará sem seu atacante de referencia, hoje, busca uma “referencia” que já não estampa tanto assim a realidade…fato.

  • Alvinegro disse:

    Magnata já deu!
    Muito obrigada pelo serviço prestado,mas série A não dá.

  • João Nogueira disse:

    Quem falou que o Ceará não fez proposta?
    O MA disse que o Ceará ofereceu R$ 20 mil por mês.
    Isso não é uma proposta? Ou só vale se for a que ele faz?
    Alguém lembra quando ele ia renovar?
    Demorava e, muito, talvez esperando uma proposta maior de outro clube.
    Quando deixou o Ceará pelo meio do caminho, demonstrou apreço pelo clube, que não pôde pagar o que exigira?
    Assunto profissional, principalmente de salário, requer sigilo, ou não?
    Eu, por exemplo, não sabia que ganhava “só” R$ 40 mil.
    Não devia ter trombeteado… Não foi profissional.

  • Daniel disse:

    O magno tem que ter consciência que o tempo passou . Ele seria um bom reserva mais tem pra ganhar 40 mil é um absurdo.

  • Tiago Lino disse:

    Gosto do Futebol do Magno Alves, mesmo com mais de 40 anos, pra mim ainda é mais jogador do que muitos atacantes do Ceará que fizeram parte do elenco que subiu pra Série A este ano.
    Não usaria neste momento o Termo : Já deu o que tinha que dar ou coisa parecida, me parece um pouco de ingratidão com aquele que deu muitas alegrias e é ídolo do clube, como alguém falou, vai ficar na história.
    Pra mim é claro, desde que o Chamusca chegou, o Magno perdeu espaço no time, acredito que jogou algumas vezes pela pressão que vinha das arquibancadas que pediam a sua entrada.
    Acho que a diretoria deveria ter resolvido logo essa questão quando terminou a Série B, já que renovou com a base, e já dispensou alguns. Porém, acho que tal atitude do Magno não deveria ter chegado a tal ponto de ir na imprensa, acredito que com isso ele cravou a saída dele do clube, onde eu entendo que depois dessa, não haverá espaço/ clima pra ele no grupo.

    • Tiago Lino disse:

      Porém nenhum jogador está ou estará acima da Instituição Ceará Sporting Club, jogadores passam e o club fica. Magno Alves tem muito o que agradecer ao Ceará.

  • Daniel disse:

    O jogador, Magno Alves, mostra o seu valor até para a imprensa. Assunto para mais de uma semana. Com direito a pesquisa no jornal.

    Se ele quer se promover? Pagaria uma matéria bem mais elaborada em qualquer jornal ou revista.

    Ele não falou nenhuma inverdade do porque foi barrado, agora quem divulga a história faz do jeito que lhe convier.

    Como também foi efetivo em algumas partidas, quanto idade esta pesa, temos ai a tecnologia e a melhor hora de colocá-lo em campo, e uma qualidade em campo que poucos tem em campo a inteligência em pensar.

  • Francisco Roberto Farias Guimarães disse:

    Não se trata de covardia, a diretoria já acenou com uma renovação de vinte mil reais por mes por um período que é o campeonato cearense. Cabe a ele aceitar ou não, fica se quiser pois o Ceará não é o detentor dos direitos federativos do jogador. Quando ele quis ir para o Fluminense para ser reserva não pensou no Ceará, pensou somente na satisfação dele.
    Ele tem todo direito de assinar com qualquer time que faça a proposta da pedida dele.
    vida que segue, tudo de bom para o profissional Magno Alves e nossos sinceros agradecimentos.

  • Clerton Vozão disse:

    Comparando o Magnata, mesmo na reserva pelo limitadíssimo técnico Chamusca, técnico de série C, vejo Magno melhor tecnicamente e fisicamente que Ricardinho e Elton, e no mesmo nível de criação com Lima, mas muito melhor nas finalizações. Portanto, respeitando a opinião contrária, Magno Alves mesmo com 42 anos tem mais técnica e saúde que a maioria do elenco. Presidente e técnico com postura já para cair em 2018, seria bom em 2018 se tivéssemos um novo Presidente para o Vozão!!!

    O limitadíssimo técnico Chamusca, que tem acessos da Série D para C, da C para a B e da B para a A, além de títulos estaduais, isso em cinco anos de carreira apenas. Limitadíssimo que deixou o Magno no banco e o time subiu. Tá certo.
    FG

  • Nao adianta Clerton Vozao,apenas o tempo,os fatos e as boas novas talvez nem isso mude o conceito formado que o FG tem sobre o Magno Alves.

    Não vou mudar o que penso do Magno para a Série A. Ótimo jogador, artilheiro, treina e trabalha muito, mas para a Série A entendo que não consegue mais ajudar e custaria caro demais para o clube na visão custo benefício. E pode ter certeza que ninguém no Ceará, internamente, ficará triste com a saída dele.
    FG

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dezessete =