Futebol do Povo

Força pelos lados: Mais da metade dos gols do Fortaleza no ano tiveram participação de ao menos um dos laterais

1766 3

Tinga, Leonan e Bruno Melo têm sido decisivos para o Fortaleza.

O bom desempenho do Fortaleza em 2018 tem animado o torcedor tricolor. Até aqui, foram 12 jogos, com nove vitórias, um empate e apenas duas derrotas, somando 26 gols marcados e 10 sofridos. A equipe se classificou como líder na primeira fase do Campeonato Cearense e está em primeiro lugar também no hexagonal final. Muito do bom desempenho leonino passa pela ótima fase que vivem os laterais.

Ao todo, 14 dos 26 gols feitos pela equipe de Rogério Ceni na temporada tiveram participação direta de ao menos um dos três laterais do elenco: Tinga, pela direita, e Bruno Melo e Leonan, pela esquerda. O número corresponde a 53,8% do total.

Foi em jogada envolvendo dois laterais que o Fortaleza triunfou sobre o Uniclinic, por 1 a 0, na última quinta-feira, 8. Bruno Melo cruzou para Tinga marcar de cabeça o seu terceiro gol no ano. Ele soma ainda outras três assistências. Mesma quantidade de passes para gol que o camisa 6 atingiu com o cruzamento certeiro.

Além dos passes, Bruno Melo marcou outros dois gols. Um deles foi de pênalti e outro de cabeça, após cruzamento de Leonan. Mesmo sendo reserva, o baixinho de 1.74m também tem sido muito participativo ofensivamente. Além de um passe para gol de Bruno Melo, deu outras duas assistências, totalizando três no ano.

Considerado arma secreta de Rogério Ceni para o segundo tempo, Leonan também tem balançado as redes com frequência. Ele já marcou três gols e divide a vice-artilharia do Tricolor em 2018 com Tinga. Ambos só ficam atrás de Gustavo, com 12 gols.

LATERAIS DO FORTALEZA EM 2018
Tinga – 3 gols e 3 assistências
Bruno Melo – 2 gols e 3 assistências
Leonan – 3 gols e 3 assistências

Recomendado para você

3 Comentários

  • antonio de oliveira sousa disse:

    Sendo assim, os laterais são os mais regulares do time. E de quem é o melhor passe? Do prata da casa Bruno Melo.

  • Kalil disse:

    Muito bom.
    Laterais bom no ataque, mas ficam devendo na defesa. Principalmente se não houver cobertura.
    LEÃO FOREVER!

  • João Ximenes disse:

    SINCERIDADE…
    Não vejo “força pelos lados” COISA NENHUMA. Vejo é um time TRAVADO, JÁ MARCADO, pelo “fico” dos laterais lá em cima que só conseguem é tirar o espaço do homem de movimentação(Edinho), e não bastasse, nesse último jogo, Bruno resolveu jogar afunilando pro centro porque Adalberto jogava como lateral, acabou atraindo a marcação pro único homem de meio(Alan), que quando pegava na bola já tinha no mínimo 3 caras em cima dele.

    #Desse jeito ALAN vai se fixar nunca. É o Cristo que vou falar lá no final.

    LEÃO DE AÇO já fez até aqui 12 jogos valendo;
    CENI “inventou” em metade desses jogos 3 zagueiros;

    Olhando pros números – no que se refere a gols -, até parece que tá tudo bem:

    6 primeiros jogos com time FEIJÃO COM ARROZ:
    12 gols feitos e 6 sofridos

    6 últimos jogos com 3 ZAGUEIROS
    14 gols feitos e 4 sofridos

    PROBLEMA É O RENDIMENTO DO TIME NESSES JOGOS.
    LEÃO DE AÇO, antes, quando jogava o FEIJÃO COM ARROZ, via-se um time solto, jogando com participação mais efetiva dos jogadores, quando um corria pelo o outro.
    Hoje, com 3 zagueiros e mesmo número de jogos, temos 2 gols de diferença, seja nos feitos e/ou sofridos, vemos uma equipe travada, enganosamente correndo menos, no entanto, tem-se a impressão de um time CANSADO, sem força, sem garra, gana, sangue.

    #ME CORRIJAM SE ESTOU ERRADO.

    CONSIDERANDO que até os 6 primeiros jogos, comissão técnica e diretoria em peso, tinha a DESCULPA de início de temporada de “acerto da equipe”, então o que dizer da “sequência” inexistente, no que se refere a ESCALAÇÃO e forma de jogo do time – na metade mudou pra 3 zagueiros e continua a teimosia, e ninguém enxerga a queda de rendimento da equipe.

    CENI, no início, tava querendo acertar – encontrar o chamado time ideal -, MAS do nada, resolveu RECOMEÇAR o trabalho mudando a forma de jogar desse mesmo time, já fez, mesmo número de jogos da tentativa primeira que “podia” ainda usar a DESCULPA do INÍCIO DE TEMPORADA.

    # E AGORA{…} qual a JUSTIFICATIVA pra queda de rendimento da equipe, que como DISSE, olhando assim, os números são positivos, se não considerar o RENDIMENTO TÉCNICO da equipe nos jogos.

    Fato que TINGA, BRUNO, LEONAN, na verdade, não estão SÓ CONTRIBUINDO. Estão é RESOLVENDO ALGUNS JOGOS, marcando gols importantes, e isso não se discute… SE COMEMORA.

    PENSO que se o CENI resolvesse “butar” pra jogar o time FEIJÃO COM ARROZ, estaria ajudando a sí próprio, e de lambuja, deixaria o TORCEDOR mais feliz, se não pelas possíveis vitórias, pelo menos em ver um time mais SOLTO, ALEGRE, que a gente chegasse na “budega” e debatesse esse aquele jogador, mas dentro de um contexto coletivo.
    Na forma que está, máximo que a gente vai fazer é ficar ACHANDO um CRISTO a cada rodada.

    Time FEIJÃO COM ARROZ ? Pô…
    Boeck; Tinga, Jussani, Adalberto, Bruno; Uchoa, Felipe, Pablo, Alan; Oswaldo, Gustavo.

    Falei !!!!!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *