Futebol do Povo

São Paulo 1×0 Ceará: Everson e sistema defensivo fizeram o possível, mas ataque volta a falhar

4308 13

Éverson é destaque do Ceará. Foto: O POVO

Há dois times do Ceará em um só. Um que se defende bem, de forma organizada, madura, colaborativa e possui um goleiro monstruoso, Everson. E há outro que aparece quando tem a posse de bola e mostra enormes dificuldades de criação de jogadas ofensivas e, quando consegue, as desperdiça.

Mais uma vez foi assim o desempenho do Alvinegro em partida do Campeonato Brasileiro da Série A, neste domingo paulistano friorento diante do São Paulo, no Morumbi, derrota por 1 a 0, gol de Bruno Peres aos 32 do segundo tempo.

Taticamente a proposta de Lisca foi adequada e o time dificultou muito o jogo para os donos da casa, se fechando com qualidade e diminuindo os espaços na entrada da área. A linha de quatro defensores – Fabinho, Luis Otávio, Tiago Alves e João Lucas – e os dois volantes – Richardson e Edinho – jogaram muito bem na proposta do treinador, mas quando a equipe ficava com a bola não conseguia produzir. Teve uma grande chance, no segundo tempo, com o placar ainda no 0 a 0, mas Leandro Carvalho, depois de grande assistência de Arthur, desperdiçou o que poderia ser o tento da vitória, permitindo defesa de Sidão.

Com 17 pontos, na vice-lanterna, o time continua precisando de um aproveitamento grande de pontos para fugir do rebaixamento. Restam 18 partidas, tempo suficiente para tanto, mas o sistema ofensivo precisa de melhora urgente.

Em tempo: sobre a arbitragem, contestada por Lisca e alguns jogadores, Ceará foi prejudicado com um impedimento muito mal marcado no segundo tempo que poderia ter terminado em boa chance de gol; ocorreram inversões de faltas constantes que prejudicaram o Alvinegro, então há razão nas colocações; já o pênalti reclamado em cima de Calyson no primeiro tempo não ocorreu; em relação a expulsão de Leandro Carvalho, não deu para entender o motivo.