Futebol do Povo

Fortaleza: reação é mérito, desequilíbrio é grande preocupação

1457 3

Zé Ricardo assumiu o Fortaleza na vaga deixada por Rogério Ceni na partida contra o Inter, no Castelão. O primeiro tempo foi bom, com posicionamento tático correto, chances criadas e desperdiçadas. O segundo tempo, entretanto, mostrou um time vulnerável, dando espaços ao adversário, desgastado fisicamente e criando pouco. A derrota para o Inter ocorreu: 1 a 0.

Diante do Santos, neste domingo, empate por 3 a 3 na Vila Belmiro, o desequilíbrio mais uma vez foi marca registrada do time. Evidente que o poder de reação precisa ser elogiado – e aí pode se usar qualquer palavra com teor heroico, como foi também no empate diante do Atlético, em Belo Horizonte – mas qual técnico gosta de trabalhar com uma equipe tão imprevisível? De um primeiro tempo inacreditavelmente ruim, com torcedores indignados, para uma segunda etapa memorável.

O trabalho de Zé Ricardo para os dois próximos jogos é fundamental. Diante de Goiás e Fluminense o Fortaleza tem como meta única fazer seis pontos. São adversários diretos na luta pela permanência na Série A. Qualquer ponto perdido será muito preocupante e para que isso seja evitado é fundamental que o Tricolor entre em campo mais organizado e livre da montanha russa tática e técnica que tem apresentado.

Recomendado para você

3 Comentários

  • João Ximenes disse:

    Esse jogo pode ir pra conta dos jogos malucos !

    Entrar desligado não foi porque: LEÃO de Aço bateu o centro; chegou ao ataque; conseguiu um escanteio logo de cara; pra na sequência levar um gol.
    No segundo gol, que foi logo em seguida, rebote de ataque e um arremate de canhota de primeira, uma lapada, daquelas que pode ser chamada de pegou na vêia e se o jogador tentar mais 10 vezes ele não acerta uma.
    Pro terceiro gol, já que era um passeio, não poderia demorar muito, até porque LEÃO de Aço parecias anestesiado(tinha chegado, além da batida do centro ao ataque umas 2, 3 vezes).
    # Tava quase que nocauteado). Primeiro tempo 3×0 Santos.

    Esse jogo pode ir pra conta dos jogos malucos mesmo !
    De fora, EU tava abismado, mas confiante de que ZÉ(Ricardo) iria conseguir ajeitar a equipe, porque já tinha observado que ele é um treinador bom de segundo tempo pois consegue fazer a leitura do jogo como poucos, e já havia até cantado essa pedra aqui: “ZÉ(Ricardo) chegou, GOSTO do trabalho dele porque ele trabalha a sua equipe internamente na forma de jogar; adequa a mesma dependendo da forma de jogar de cada adversário; IGUALA AS AÇÕES no jogo em número de jogadores por setores, e isso se chama E Q U I L Í B R I O.”

    Segundo tempo, OUTRO JOGO, e 0x3 pro LEÃO de Aço !
    WELLINGTON PAULISTA 2 vezes e TINGA no apagar das luzes fizeram a festa.
    Penalte no EDINHO, gol do Wellington; bola pra área, tava lá Wellington Paulista como um 9 de verdade e empurrou pra dentro; bola pra área mais uma vez, que bate na mão do zagueiro, que amança a velocidade da bola, que Tinga tava dentro da área pra completar a jogada.

    ## Não fosse gol, com certeza(?) o VAR(pra cacha prega) teria sido consultado e confirmaria outro penalte pro LEÃO de Aço. SERÁ ?
    Ainda bem a bola já tinha entrado, porque já dizia o sábio do subúrbio: MÃO E GOL É GOL.

    3×3 mais maluco que esse, nem LEMBRO quando tinha visto antes.
    Até porque quem tava fazendo 3×0 de cara, era simplismente o “até ali líder” da competição.

    ZÉ(Ricardo) mostrou que sabe fazer a leitura de um jogo como poucos quando acertou o posicionamento da equipe no jogo, até tirar os espaços do Santos que tava voando na partida, e CONSEGUIU o que poucos acreditavam: MORDEU O ENTÃO LÍDER EM SUA CASA, depois de tá perdendo de 3.
    ## Torcedor Santista deve ter deixado a Vila se mordendo todo.

    LEÃO de Aço fez um segundo tempo digno de uma equipe que PODE SIM, almejar um algo mais na competição. E ai quem diga o contrário.
    Na base do jogo a jogo, ZÉ(Ricardo) vai conseguir tirar o máximo de cada jogador que tem a disposição, da mesma forma que tirou dos jogadores que já trabalharam com ele nas 3 equipes cariocas que ele dirigiu anteriormente.

    CARA(s), ainda TÔ rouco aqui e o negócio agora, é SABOREAR ao máximo esse SEGUNDO TEMPO arrasador do LEÃO de Aço em plena Vila Belmiro, pois a batalha não chegou nem na metade ainda.

    Dois jogos em casa agora pra dar uma aliviada nos nervos(Goiás e Fluminense) – que são adversários pra brigar -, pra depois se atracar com o Bahia lá na boa terra(outro da briga) pra quem sabe, LEÃO de Aço se afirmar ali no meio da tabela pra cima.

    Depois dessa arrancada de segundo tempo, até quem é contrário vai pensar duas vezes antes de falar que LEÃO de Aço não é capaz.

    Ê futebol ! não sei porque esse resultado não ME surpreendeu.
    Vou assistir agora mesmo melhores momentos pra dar mais uma SABOREADA.

    Que jogaço mais maluco esse meu !!!!!

  • João Ximenes disse:

    “REAÇÃO É MÉRITO, procura do EQUILÍBRIO é grande preocupação”

    Faltando + 3 rodadas pra virada, pelo andar da carruagem, e sem QUERER adivinhar, eis os da BRIGA pra não ficarem com as 4 últimas vagas – Z4(pela ordem de classificação hoje):

    • Bahia, 24 pontos: Csa(c), Vasco(f), LEÃO de Aço(c);
    • Botafogo, 23 pontos: Inter(f), Atlético-MG(c), Eles LÁ(os daqui(f);
    • Atlhético-PR, 22 pontos: Eles LÁ(os daqui)(c), Santos(f), Avaí(c).
    • Goiás, 21 pontos: LEÃO de Aço(f), Palmeiras(c), Grêmio(f);
    • Eles LÁ(os daqui), 20 pontos: Athético-PR(f), Corinthians(f), Botafogo(c).
    • Vasco, 20 pontos: Cruzeiro(f), Bahia(c), Chapecoense(f);
    • LEÃO de Aço, 18 pontos: Goiás e Fluminense(c), Bahia(f);
    • Chapecoense, 14 pontos: Santos(c), Csa(f), Vasco(c);
    • Fluminense, 12 pontos: Palmeiras(f), Avaí(c), LEÃO de Aço(f), Corinthians(c);
    • Csa, 12 pontos: Bahia(f), Chapecoense(c), São Paulo(f);
    • Avaí, 7 pontos: Fluminense(f), Flamengo(c), Athético-PR(f).

    É mais da metade !!!!!

  • Paulo Rocha disse:

    Perfeita explanação. Torcedor, como eu, achou aquele segundo tempo apoteótico, mas temos que ver e corrigir também o desequilíbrio desse time. Nem tanto, nem tampouco. Ze Ricardo vai ter muito trabalho pra organizar aquele sistema defensivo como um todo.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − cinco =