Homem etc

Entre Rapazes – Por Thiago Silva

Três Bons Motivos Para não Perder o Show do Johnny Hooker em Fortaleza

hooker_apr

 

Recifense, 26 anos, ator, cantor e mais uma infinidade de “domínios” artísticos, esse é Johnny Hooker, pelo menos é assim que começo falando dele para vocês. Na TV ele interpreta o músico Thalles da novela “Geração Brasil”, além de ser a voz de “Alma Sebosa” trilha do personagem Barata do mesmo folhetim.

No próximo sábado, 19 de julho, às 21h, Johnny se apresenta em Fortaleza como parte dos shows do projeto “Férias no Dragão”, então resolvi listar três motivos para não perder essa apresentação e que comprovam a razão desse post existir [afinal, só deveríamos falar de assuntos do universo gay por aqui].

1° As músicas: Quem assistiu ao filme “Tatuagem” com certeza vai identificar a música do vídeo abaixo. “Volta” faz parte da trilha sonora do longa, e claro, é interpretada por Johnny Hooker, num clipe lindo, com cenas de filme e a participação do ator Irandhir Santos. No melhor estilo “brega recifense” com uma letra repleta de mágoas, desilusões amorosas e muito sentimentalismo, o músico se destaca por falar de amor quase sempre com essa dosagem pesada, intensa e nua, quase que uma “brega homo” de altíssima qualidade.

Além de “Alma Sebosa” e “Volta”, vale a pena ouvir também “Amor Marginal”, “Só pra ser teu homem” e “Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar (Maldito)!”; sim, esse é o nome da música.

PLAY: 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=3ZaOZInmSDo[/youtube]

2° As letras: Nem vou me dar ao trabalho de comentar sobre as letras das músicas. Separei apenas dois trechos das que citei acima e vai ficar claro o motivo desse amor viciante que elas provocam.

Alma sebosa – “Você não me procura nem mais, pra saber se eu existo. Não responde meus recados, me trata feito lixo. Se não me quiser não me procure nem mais pra fuder, eu insisto. E quer saber? Eu desisto”.

Só pra ser teu homem – “Eu vou invadir tua casa, teu quarto, amanhã bem cedo ao raiar e nos teus lençóis abandonados deitar, no lugar que teu sexo desenhou para mim”.

3° O show: Não espere nada de simplicidade nas performances de Johnny Hooker. Com o rosto devidamente maquiado, olhos escuros e pintados o cantor extravasa em performances cheias de personalidade e subversão. O figuro é outro espetáculo, sempre fora do comum, exótico e mais alguma outra palavra que não consegui identificar para nomear a “apresentação”.

Aos interessados, fica a dica de programa para o sábado,19, às 21h, no Espaço Rogaciano Leite, em baixo da Passarela Vermelha do Dragão do Mar.

*

 A gente se vê no show, rapazes!

Thiago Silva 

thiagojornalismo@outlook.com

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *