ID

Cinco aplicativos científicos que fazem de seu celular um “laboratório”

Foto: Divulgação

 

Existem diversas funções no seu smartphone para tirar fotos, gravar vídeos, comunicar-se com amigos. O celular está cada vez mais presente no dia-a-dia, nos dando instrumentos que podem ser usados como um “laboratório”. O software é capaz de fazer com que seu aparelho rastreie terremotos, estude constelações, localize espécies de pássaros e até mesmo projete um acelerador de partículas virtual. Confira cinco aplicativos para fazer do seu celular um laboratório de ciência. 

 

eBird

Foto: Divulgação

 

Se você é um admirador de pássaros, esse aplicativo foi feito para você. O eBird é gerenciado pelo Cornell Lab of Ornithology, e tem como funções identificar e registrar a localização de pássaros. A ferramenta te permite compartilhar descobertas com admiradores e até mesmo cientistas que estudam esses animais. 

Para tê-lo em seu smartphone basta instalá-lo gratuitamente. Em seguida, ative sua localização e a trace marcando os pássaros que você encontra pelo caminho. 

O eBird é capaz de identificar espécies, e colher dados sobre descobertas feitas naquela localidade, traçando caminhos novos para pontos de acesso onde pode-se encontrar espécies curiosas.O aplicativo funciona mesmo em modo offline, então não se preocupe se você estiver em um lugar sem acesso à internet.

 eBird está disponível para Android e iOS

 

 Star Walk

Foto: Reprodução

 

 

Sabe aquela estrela lá no céu? agora você pode identificá-la. O aplicativo Star Walk usa sensores do seu aparelho celular para identificar sua localização – e  através de sua câmera saber quais astros e planetas você está vendo, mandando assim, informações sobre cada um deles.

A ferramenta funciona mesmo quando o usuário não está observando a constelação. O aplicativo manda informações sobre o céu estrelado rastreando o ISS no espaço. O Star Walk é gratuito, mas também possui a opção paga, onde os anúncios são removidos, custando U$ 3. 

O aplicativo está disponível para Android e iOS. 

Nasa Globe Observer

Foto: Divulgação

 

O aplicativo usa de suas descobertas para agregar conhecimentos em pesquisas científicas. O Nasa Globe Observer funciona para coletar dados sobre cobertura de solo, cobertura de nuvens e habitats de mosquitos. A cada nova informação, ou descoberta, você registra através de fotos e manda diretamente para Nasa. Por exemplo, segundo o portal “Popular Science”, se você deseja mandar informações sobre as nuvens, basta tirar fotos do céu pelo aplicativo, identificar os tipos que se formam e, em seguida, com os sensores GPS do seu aparelho celular, registrar sua localização. Com isso, a Nasa pode, através de seus satélites, comparar suas imagens com as deles. O usuário é capaz de ajudar os cientistas em  pesquisas futuras.

O aplicativo é gratuito, e está disponível para Android e iOS

MyShake

 

Foto: Reprodução

 

Mais um aplicativo que usa suas descobertas a favor de pesquisas científicas. O MyShake – desenvolvido por pesquisadores da Universidade da Califórnia –  usa os sensores do seu celular para recolher dados sobre atividades sísmicas. Através disso, o usuário pode mandar as informações para pesquisadores, fazendo com que eles aprimorem suas pesquisas relacionadas a terremotos e suas previsões. 

O aplicativo funciona também como um medidor de atividades sísmicas, onde identifica tremores decorrentes de terremoto genuínos, tanto em sua localização atual quanto em qualquer parte do mundo, te dando dicas de como agir em caso de abalos sísmicos. 

O aplicativo é gratuito e está disponível apenas para Android. 

Revista de Ciências

Foto: Reprodução

 

A Revista de Ciências – ou Science Journal do Google – é um aplicativo que oferece ferramentas para colher dados sobre o que está ao seu redor. Ele usa os sensores do seu aparelho celular para analisar movimento, luz, pressão e som do local. O aplicativo também tem a função de coletar dados através de suas fotos e notas. 

O aplicativo está disponível para Android e iOS. 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *