ID

Dee Dee e Gypsy Rose: a história da mãe que inventou doenças na filha por anos e acabou morta por ela

481

(Foto: Hulu/Divulgação)

Texto escrito por Maria Eduarda Andrade

 

Em junho de 2015, Clauddine Blanchard, mais conhecida como Dee Dee, foi brutalmente assassinada por sua filha Gypsy, após passar 18 anos fazendo com que a filha acreditasse ter doenças graves, como distrofia muscular.

Segundo suspeitas médicas, Clauddine sofria da síndrome de Münchhausen por procuração, um tipo de abuso infantil em que um dos pais, geralmente a mãe, simula sinais e sintomas na criança, com a intenção de chamar atenção para si.

A situação abusiva perdurou até Gypsy descobrir que não tinha nenhuma doença e a jovem decidir se “vingar”.

O caso do infeliz fim de Dee Dee é contado em mais uma episódio do “A Hora do Crime”, série produzida pela editoria de Mídias Sociais do O POVO e veiculada exclusivamente no TikTok. Os episódios contam histórias de crimes famosos e anônimos que chocaram o Brasil e o Mundo.

O POVO NO TIKTOK

O POVO produz conteúdos diariamente para a plataforma e já soma mais de 108 mil seguidores. Curiosidades, esporte, política são alguns dos temas dos vídeos do aplicativo. Nos acompanhe na “rede social vizinha”!

Clique aqui e siga o @opovoonline.

Recomendado para você

Os comentários estão fechados aqui.