Blog do Jocélio Leal

M. Dias Branco entre as 20 mais em ROE

Fortaleza – Apenas 20 de 370 empresas de capital aberto apresentaram de modo consecutivo ROE (acrônimo de return on equity na sigla em Inglês, Retorno sobre Patrimônio em Português) acima de 15% nos últimos cinco anos. Quem mediu foi a Economatica. E no time das 20, há uma cearense. A M. Dias Branco obteve 19,6%, cravando a 17a posição.

A Multiplus liderou com média de 160% de 2012 a 2016. Em seguida Cielo, com ROE médio de 84,3%, Natura, com 64%, e CCR, com 37,7%. Em linhas gerais, o ROE aponta quanto a empresa pode crescer por si só e serve de parâmetro para o grau de estabilidade de uma companhia. Para chegar a ele, pega-se o Lucro Líquido declarado na DRE e o divide pelo Patrimônio Líquido descrito no Balanço Patrimonial do período contábil anterior.

A quinta foi a pernambucana Ser Educacional (36,1%), a sexta a Cia Hering (32,2%). Em sétimo,  Odontoprev (29,1%) e  depois Ambev (28,2%).  A nona a Lojas Renner (28,2%) e Engie Brasil (25,1%) em décimo. A locadora  Localiza (22,4%) em 11º, a 12ª a Comgas (22,2%), a Grendene (22,1%) na posição 13, Taesa (21,1%) em 14º, a 15ª Arezzo (20,7%), e na 16ª posição o Itaú (20%). Após M. Dias Branco, vem a 18ª Weg (19,2%), a 19ª Ultrapar (19%) e fechando as 20 o Bradesco (18,1%).

A Economatica considerou empresas com um volume médio diário negociado pela principal ação da empresa superior a R$ 1 milhão por dia em 2017, até o dia 10 de abril. Vinte empresas de capital aberto cumpriram as exigências para a pesquisa.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *