Blog do Jocélio Leal

Renault Captur com câmbio CVT para engatar subida

Após o anúncio das novas versões, a Renault reuniu os jornalistas em jantar com oficina do chefe francês Claude Troisgos no Museu de Arte Contemporânea (Foto: Jocélio Leal)

Niterói – A Renault lançou nesta segunda-feira (19/6) o Captur com câmbio automático CVT. O preço começa em R$ 84.900. A novidade é um trunfo para engatar uma subida nas vendas, ainda aquém do esperado. Em maio ultrapassou a marca de 1 mil unidades. A meta é dobrar. 

A versão de entrada, 1.6 com câmbio manual, continua custando R$ 78.900. Agora a versão Intense 2.0 custa R$ 91.900. Antes era R$ 88.490.

Antes, o Captur só era vendido com duas versões. A de motor 1.6 e câmbio manual de cinco marchas ou motor 2.0 (148 cv) com câmbio automático de quatro marchas.

O discurso de venda da Renault, além do design, aposta na promessa de menor consumo de combustível.

A montadora fala que a versão com motorização 1.6 SCe de 120 cavalos e câmbio CVT deve responder por 60% das vendas do Captur. A expectativa é de 20% da mais barata e 20% da mais cara.

Federico Goyeret, diretor de Marketing, fez o anúncio dos preços. (Foto: Jocélio Leal)

O Captur em maio passou da 11ª para a 9ª posição, um aumento de 77%. Mas ainda vende muito aquém da expectativa.

Quanto custa
Zen (R$ 84.900): luzes diurnas de LED, rodas de 17 polegadas, ar-condicionado, acesso e partida presenciais (com cartão), direção eletro-hidráulica, controle de velocidade de cruzeiro, sensor de ré, vidros e travas elétricos, airbags frontais e laterais e controles de tração e estabilidade.
Intense (R$ 88.400): além dos atributos da versão Zen, tem ar-condicionado digital, câmera de ré, sensores de luz e chuva e central multimídia.

 

 

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *