Blog do Jocélio Leal

Caoa Chery chega ao 14° lugar do ranking

Tiggo7: modelo fora apresentado no Salão do Automóvel, em novembro de 2018, junto com o Tiggo 2 e o Tiggo 5X. Em fevereiro, chegou em duas versões: T e TXS, por respectivos R$ 106.990 e 116.990 (Fotos: Jocélio Leal)

São Paulo – A novata Caoa Chery (resultado da junção do grupo Caoa com a chinesa Chery) fechou fevereiro na 14ª posição no ranking das montadoras nacionais.

Tiggo 5X: primeiro modelo da Caoa Chery é montado em Anápolis (GO) (Fotos: Joelma Leal)

Foram 1.312 unidades vendidas no período. Isto equivale a 31,4% a mais do que janeiro. A montadora com planta em Anápolis (GO) atingiu a marca de 0,69% de market share (Fatia de mercado). 

Na análise de fevereiro, entra um dado elementar: há menos duas úteis em fevereiro – 20 contra 22 em janeiro. No mês, a montadora cresceu em média de vendas diárias, chegando a 65,5 unidades, contra 45,3 do período anterior.

A principal aposta da Caoa Chery é o Tiggo 5X. O SUV fez sua estreia nas concessionárias com 388 unidades vendidas. O estreante sustentou no chassi 29,5% dos emplacamentos da marca. 

Já o Tiggo 2, primeiro lançamento da marca, encerrou fevereiro com 476 unidades vendidas.

A rede de concessionárias é composta por 65 lojas em todo o País, incluindo Fortaleza. Segundo a montadora, deve aumentar em 70% até o fim de 2019, atingindo 111 unidades.

Sobre a Caoa Chery

A Caoa Chery nasceu em novembro de 2017 como fruto de uma parceria entre as empresas, após a CAOA adquirir 50% da Chery Brasil.

Abaixo, o Tiggo7

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *