Meu Negócio

Quer fortalecer sua marca? Veja como o marketing de conteúdo pode te ajudar

Imagem mostra uma visão aérea de uma mulher utilizando o notebook. Ela está com as mãos sobre as teclas.

Foto: picjumbo/Pixabay

Entenda as características e saiba como fazer um bom uso desta estratégia para expandir o alcance da sua marca

Os anos passam e o mercado tende a acompanhar o avanço das tecnologias. Logo, os empreendedores precisam fazer o dever de casa para ficarem por dentro dos métodos criados para melhorar o seu negócio. E um dos que surgiu nos últimos anos é o chamado marketing de conteúdo, usado tanto para atrair novos clientes, como para engajar o público já existente de uma marca.

O conceito do marketing de conteúdo é de levar ao cliente não só o produto, mas uma informação a mais ou suporte para atender a possíveis outras necessidades. Assim, a relação cliente e empresa vai além da venda e pode alcançar experiências mais satisfatórias.

“Por exemplo: uma loja de tintas. Vou vender só tintas? Não! Com o marketing de conteúdo, você vende todo um modelo de técnicas e estratégia de pintura, quais os melhores equipamentos e quais as tendências em decoração, por exemplo” explica o analista Alisson Gomes*. Tais formas de atingir e dialogar com o cliente podem se dar pelo uso de blogs, vídeos, fotos, podcasts, infográficos, e-books, e qualquer outro formato no qual o seu público usufrua. Com o marketing de conteúdo, você consegue saber qual a melhor plataforma usar e como entregar um bom conteúdo aos seus clientes.

Um bom marketing de conteúdo pode se destinar a, dependendo do seu negócio, gerar mais vendas, mais percepções sobre a sua marca, trazer informações que aumentem as utilizações do seu serviço ou produto, além de ajudar a encontrar novas funcionalidades. Dessa forma, o negócio tenderá a se modernizar e se adequar às exigências não só do público, mas também do mercado.

Plataformas
Entre as várias formas de se produzir um conteúdo, os blogs ainda são os mais ativos. A decisão de entrar nessa plataforma dependerá do formato do seu negócio e do tipo de produto ou serviço que a empresa oferece. “Tente entender os canais de distribuição, onde o cliente costuma consumir esse conteúdo, seja Youtube, blogs ou Spotify. Distribuir uma mídia em local onde ele não costuma consumir produzirá um conteúdo sem engajamento, mesmo sendo bom” explica Alisson.

Instagram
A ferramenta anda em alta nos últimos anos. Por ser simples, prática e vinculada ao Facebook, muitos empreendedores acreditam que somente ela poderá resolver suas demandas. “Como as pessoas fazem muitas buscas na internet, um blog pode ser estratégico, assim como um vídeo, e aí se pode trabalhar em cima do SEO nas ferramentas de busca”, ressalta Alisson.

Pequenos empreendedores podem aplicar o marketing de conteúdo?
Com o excesso de informações disponíveis na internet, o empreendedor pode conseguir sozinho desenvolver um bom marketing de conteúdo. Com entusiasmo inicial e disponibilidade, é possível estar próximo do cliente e entender suas necessidades. Porém, é possível que o empresário encontre dificuldade com a edição de um vídeo, a redação de um texto ou para produzir um e-book. Por isso, é importante entrar em contato com um profissional adequado. O marketing de conteúdo é uma estratégia da empresa, portanto, um profissional irá ajudar não só na parte técnica, como na parte de planejamento e alinhamento de melhores datas a se trabalhar, além de auxiliar a entender resultados e traçar objetivos.

*Alisson Gomes é analista do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae/CE)

SAIBA MAIS SOBRE MARKETING DE CONTEÚDO

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você