Plínio Bortolotti

New York Times: questionado, colunistas devolve U$ 75 mil que recebeu por palestra

“A maioria dos repórteres adoraria ter um salário de 75 mil dólares por ano”, escreveu James Rainey, que cobre temas relacionados à mídia para o Los Angeles Times.

Rainey referia-se  a Thomas Friedman, colunista de assuntos internacionais do New York Times, que embolsara  75 mil dólares por uma única palestra  patrocinada por uma agência governamental que regula a poluição do ar na área da Baía de San Francisco.

“Aqui vai uma sugestão: chegou a hora de jornalistas influentes como Friedman divulgarem suas gordas fontes de renda externas”, anotou Rainey, que afirma não ter razões para duvidar da reputação de Friedman.

“Ainda assim, me parece justo que jornalistas – que passam grande parte do tempo pressionando autoridades públicas para que divulguem suas fontes de renda – passem a revelar seus possíveis conflitos de interesse”.

E no Brasil, será que existem jornalistas tão bem remunerado por suas palestras? Há conflito ético em o jornalista receber valores expressivos por palestras?

Veja mais no blog do Knight Center for Journlism

Recomendado para você