Plínio Bortolotti

Me perdi em Ererê

517 67
Centro de Ererê, por volta do meio-dia

Centro de Ererê, por volta do meio-dia

Ererê é uma cidade com pouco menos de sete mil habitantes. Cerca de mil jovens da cidade saem, todos os anos, para cortar cana em São Paulo. “É como um trabalho escravo”, diz um deles.

O município é paupérrimo [ver IBGE]. Parece mais um vilarejo, uma cidade fantasma.

Mesmo assim, consegui “me perder” na cidade. O motorista Valdir me deixa na casa do secretário da Educação enquanto o Demitri fica falando jovens, que já haviam experimentado cortar cana em São Paulo.

Termino a entrevista, e resolvo voltar a pé, sem esperar pelo Valdir, que ficara de me apanhar. Começo a caminhar, vejo que estou perdido.

O negócio mais chamativo que tinha visto, perto de onde estávamos era o “Paris Games” [foto acima].

Pergunto para dois rapazes: onde fica o Paris Games?

“Hem?”

– Paris Games.

[Eles se entreolham.]

Resolvo apelar: “O restaurante da dona Margarida” [onde havíamos almoçado].

“Ah, sim, é só virar ali”.

Achei, mas é vegonhoso perder-se numa cidade que tem duas ou três ruas.

[No dia 25/7/2009, às 20h04min retirei um comentário injusto que fiz sobre o restaurante de Dona Margarida.]

Recomendado para você

67 Comentários

  • Francisco M Paiva disse:

    Bom dia. Viu que Erere não é tão pequena assim. Você é que é pequeno demais para a cidade. Volte sempre, quem sabe o fantasma era você.

  • Francisco M Paiva disse:

    Boa Noite.

    Tudo bem Plínio, é que infelizmente ou felizmente tenho uma forma um pouco grosseira de responder ás formas do pensamento humano manifesto em situações adversas do vida. Contudo, serviu para conhecer tão grande jornalista e um blog extremamente cheio de bons conteúdos. Se precisar de algum favor em que lhe possa ser útil,atualmente resido em Goiania.
    Felicidades para você.

  • Angelo disse:

    Olá Plínio!!! É satisfatório quando em nossa humilde e peuqna cidade, alguém com um curriculum riquissimo, consegue se perder em duas ruas; imagine se Ererê tivesse mais ruas. Vem a indagação. Como será que uma pessoa que se perde em duas ruas, consegue sobreviver, caminhar, trabalhar e fazer outras coisas em uma capital como Fortaleza?
    Aproveito a oportunidade para que se por ironia do destino você apareça novamente em Ererê, ser um guia de duas ruas…

  • Tiburcio Eduardo disse:

    Caro Plinio, satisfação em telo em nossa Ereré, mas eu que aqui nasci e fui criado já vi nossa Ereré bem mais pequena e menos desenvolvida e ao longo do tempo vem acompanhando o crescimento de nossa cidade e a melhoria da qualidade de vida do nosso povo. Ereré nao é tao fantasma como você diz em seu comentario, muitas pessoas que se destacaram a nivel nacional nasceram e residiram aqui e levaram para o mundo a fora o nome de Ereré, a exemplo de D. José Freire Falcao, que em 2005, foi um dos cardeais brasileiro que concorreu a escolha papal no Vaticano, socorro França ex Primeira Dama do Estado do Pará, nasceu aqui, Eriberto França, que em 1992, foi um dos depoentes na CPI do caso Collor tambem é nosso conterraneo, assim companheiro a cidade nao é tao fantasma. Mas aqui o meu abraço e me procure quando voltar a terrinha, pois tenho mais será um grande prazer conhece-lo.

  • Nelsinho disse:

    Olá Plínio, quero informar-lhe que não temos duas ruas do Ererê, e sim mais 30. Quanto ao Restaurante da D. Margarida,é limpinho e muito agradavél, só precisa selecionar seus clientes.

  • raul disse:

    meu filho pelo amor de DEus faça-me um favor quando vc for falar da minha belissima cidade fale com geitinho pois quando vc se perder em nela de novo eu posso te achar e eu garando q vc naum vai querer que eu te ache seu otário

    ta bom de você começar a pensar antes de colocar algum comentariu sobre minha cidade pois uma pessoa q se perde em uma cidade pequena = a erere naum tem como convive em uma sociedade com muito mais habitantes = a fortaleza seu idiota

    e se seu comentariu naum queria ser ofensivo naum o tivesse colocado na net
    seu iguinorante !!!!!
    porque isso q vc fez foi uma idiotice

  • paula disse:

    antes de vc falar da nossa cidade olhe em sua vouta e pense idiota ,erere pode parecer uma cidade fantasma pra vc mas para os habitantes ela e uma cidade cheia de alegria. quem sabe vc e o propio fantasma.

  • raul disse:

    meu filho isso naum foi uma ameaça
    por que eu naum preciso disso pois sou um rapaz com qualificaçao adequada para fazer comentarios pois naum sou = a vc vlw
    agora se vc entendeu errado nau posso fazer nada
    obrigadinho por sua compreenção

  • gracielle disse:

    Meu filho pense mais de duas vezes antes de falar da minha cidade pois sou capaz de tudo por ela agora se vc foi indiota bastante para fazer um comentario desta maneira

  • Bom Dia , você fez uma reportagem tão boa assim, e por que ela num sai em um Jornal ? desculpa pela sinceridade mais isso ai tá uma m…. você não deve ter observado muito bem num é ? por que duas ruas da pra ver aqui em frente quando saiu pela porta . Nem todo mundo que está aqui é obrigado a saber onde fica a Paris Games, até por que ela acabou de ser nomeada assim. Eu moro em Foortaleza como muita gente daqui mora ,todos achamos Ererê uma cidade belíssima , não tão linda e desenvolvida como Fortaleza afinal é a capital cearence . Você devia ter o minimo de respeito pelas pessoas que aqui residem , você conseguirse perder em ererê é ser uma pessoa muito INGNORANTE . Só mais uma coisa, a cidade está de portas abertas para Reporter sem futuro como você ! :**

  • Jailson Oliveira Silva disse:

    Caro Plínio, Saudações. Analisando cuidadosamente vossos comentários acerca do município de Ererê através de uma ótica desapaixonada, sem bairrismos ou xenofobismo, constatamos que foram, indiscutivelmente, inoportunos e causaram muita revolta e indignação em sua população. Pois bem, o que incomodou a todos os Erereenses que tiveram acesso a tais comentários, ou tomaram conhecimento sobre os mesmos, foi o fato destes, pelo menos em alguns momentos, assumirem um tom de achincalhamento, bazófia, depreciação, ou seja, por tratarem de forma desrespeitosa, deselegante e descortez o referido município e sua população. Por exemplo: a própria “foto-estigma” e o título “Me perdi em Ererê”, já carregam uma certa ambigüidade. Quando o Sr. diz que “Ererê é uma cidade com pouco menos de sete mil habitantes. Cerca de mil jovens da cidade saem, todos os anos, para cortar cana em São Paulo. ‘É como um trabalho escravo’, diz um deles”. Está correto, porém, que “o município é paupérrimo, parece mais um vilarejo, uma cidade fantasma, mesmo assim, consegui ‘me perder’ na cidade”, em partes. Pois, apesar de ser o 2° menor município do estado do Ceará, ter também um de seus menores PIB, Renda Per Capita e IDH, a qualidade de vida de sua população tem melhorado significativamente a cada ano (ver IBGE); não podendo ser considerado também como um vilarejo ou cidade fantasma. No entanto, em relação ao comentário jocoso de que “(…) mas é vergonhoso perder-se numa cidade que tem duas ou três ruas”; considero algo no mínimo, ponderável, pois, a incautisse pode acometer até mesmo os ditos “Iluminados Cosmopolitas”. Um Grande Abraço!

  • PAULO disse:

    Não concordo com nenhuma de suas palavras, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las……Ererê é pequeno mesmo, isso é verdade, mas convenhamos não dar pra se perder né?

  • ricardo disse:

    caro plinio
    concordo com vc em tudo .

    bando de fubazada deixe o homem em paz ele so disse o que ele acou de erere
    e o que aconteceu com ele

  • ricardo disse:

    adoorei que vc comentou sobre erere

    d++++++++++++++++++ vc so disse o que muitas pessoas naum tem coragem de dizer

  • Patricia disse:

    Caro Ricardo creio que vc concorda porque talvez seja um desses metido a melhor que todo mundo, e é bem provavel que seja um dos que destruta do dinheiro da cidade hulmilde mais de gente hospitaleira que é Ererê, tenho certeza que a cidade e os seus moradores são bem melhores do que vcs dois. E por sinal seu jornalistazinho Plínio, ar de suspeito o Retaurante não tem, mais vc já fico calada.

  • Marcela Zizi disse:

    Um jornalistasinho que se da ao trabalho de falar mal de uma cidade bela, que tenta apesar das dificuldades se desenvolver, e consegue, e fala até q se perdeu não pode ter credibilidade. Um cara que simplemeste não é capaz de seguir um caminho de uma cidade com “duas ruas” é por que não tenho o mínimo senso e estava mais preocupado em achar o caminho de volta do que admirar o que estava ao redor. Se você souber ler, da próxima vez que vier aqui, me fala, faço um mapinha para você poder se situar.

  • Jailma disse:

    Oi caro, jornalista.Que bom que veio a nossa cidade, só sinto muito pelo o fato de ter conhecido somente duas ruas de Ererê. Pois deixou para tras as mais belas paisagens existente na mesma.É muito legal seu blog,só usa ele com um pouco mais de informaçães verdadeiras. Por que creio que você não encontrou só coisas estranhas em Ererê. Sinto muito pelo o fato de você ter se perdido, afinal de contas Ererê é tão pequena não é mesmo.Só gostaria de te repassar uma informação quem bebe da água de Ererê jamais esquece. Não sei se isso vai acontecer com vc tambem. Pois parece não ter gostado muito de nossa cidade. só posso dizer que sinto muito e se quiser voltar e conhecer o restante da cidade procura uma pessoa da cidade que ela te mostrara. Um forte abraço para você. E se quiser voltar sinta-se convidado.

  • seu jornalista vc se assustou cm vc pq vc q e o fantasma ai qi so tem pessoas belas e vc deve ser um monstro nunca mas volte

  • Conterrânios de Ererê Revoltados! disse:

    jamais imaginavamos que um jornalista de tal categoria podesse pronunciar-se com tamanha ironia a uma cidade linda,limpa,povo humilde e hospitaleiro como o nosso querido Ererê.Por isso estamos indignados com seus comèntarios irônicos.Ta com a conciência pesada nâo ta Plìnio?Em ter falado tâo mal de uma cidade como a nossa.Por que assim como se diz Jailma,quem bebe dessa água nâo deixa de beber,uma pena sua atitude,se nâo tinha o que falar em sua reportagem,nâo tivesse colocado o besteira,pois fique sabendo que os conterrânios da cidade Fantasma estâo a sua espera…..Seja bem-vindo Plìnio Bortoloti ,esse nome agente nâo esqueçe Jamais…sorte na carreira !!!Mais se for com esse tipo de reportagem não existe sorte nem muito menos carreira…..

  • ricardo disse:

    eita fubazada
    ? amo v6 sabia são taum simples
    aff naum sei por que ? v6 naum deixão esse pobre homi em paz isso que esse homem disse é o reflexo do erere ele naum cresce só diminui kkkkkkk….. ô cidadizinha xata avi maria Deus mi livre e quarde se ja tivesse andado ai diaria o mesmo ekaaa
    odeio cidade sem movimento de muitas pessoas
    duas ruas são muito pra esse bando de matutos rsrsrsrs (festa nem chama atenção por erere ser tao parada ) meu deus se atualiza povinhu do interior e vc ,patricia sai dai loka kkkkk ?

  • Dijalma paiva disse:

    Fala ai jornalista de meia tijela, como qui um jornalista sai de sua cidade pra vim fala das outras, se não sabe nem se espressar a respeito da mesma? ou voce ta só disfaçado de jornalista? ei voce é jornalista mesmo ou é um zé Ruela? pq nois moramos numa cidade maravilhosa, pois nois ja temos uma grande coisa aqui, e vc não tem ai, é o indisse violência a qui é muito pouco ao contrario da ai!sim e o unico fantasma ki veio a ki foi vc! fui claro? mim discupe por ter falado dessa maneira mais é o ki eu e muita gente acha de vocé. xau e fique com Deus!!!!!!!

  • Conterrânios Revoltados com o jornalista Plinio disse:

    gentè….qm è esse Ricardo??so precisamos saber quanto ele ta ganhando desse jornalistaa pra bajular tanto ele…..??qunto è hem Ricardoo?Menino và trabalhar …vc parece q quer viver è de festaa…a festa qm faz è agente,aparece q vc naums abe fzer isso,entao naum fike culpando a cidade..ja pensou quando for descoberto qm è vc??pq o povo daki tem sangue nas veias ….è plinio parece q sua plateia ta fraca,so esse indiota ai q ta do seu lado..mais sabe pq?pq ele naumsabe dar valor as belas coisas q ta em sua volta..concordo com vc patricia..e os conterrânios de ERERÊ ,contiunam revoltado e dizendo..AMAMOS ERERÊ E DEFENDEREMOS ATE A MORTE…!MAIS VOLTE PLINIO…SERà BEM VINDOO!

  • Juliana paiva disse:

    Cinceramente…nâo esperavamos…um jornalista de tal categoria,se deslocar de sua cidade,para fazer uma divulgaçâo tâo Ridicula,falar mal de um cidade tâo querida como a nossa.Ninguèm avia se referido a nossa cidade dessa maneira…esse seu Blog ficou Ridiculo..Agora pergunto,Por que você fez isso Plinio Bortolotti?somos todos conterrânios acolhedores,adoramos receber vizitas em nossa cidade,mas è pessoas que saber da valor a cidade e nâo a quem sai falando,è mais vergonhoso ainda vc Colocar o Titulo”Me perdir em Ererê” ja que publicou que que a nossa cidade so averia duas ruas…aii te pergunto?como vc que se diz jornalista se perde em duas ruas??termino aqui Plinio…Dizendo apesar de sua atitude de quinta….seja bem-vindo quando voltar a Ererê……Desculpe a meneira de falar,mais você mais do que ningem sabe ,que estamos certos…!!abraço….!!

  • Juliana paiva disse:

    ae galera de erere agora sou eu mesmo de erere mim desculpe mais não suo eu que estou botando eses comentarios não.é outro ricardo ou outro botando meu nome okkkkkkkk

  • raul disse:

    sou conterrânio do meu amado erere
    e eu tbm queria saber quem é esse ricardo meu filho nosa cidade é pequena i umilde mas naum precisa umilhar naum
    pq nós que moramos nela amamos ela do geitinho q ela é
    e vc ricardo crie vergonha na cara
    naum tem vergonha de esta apoiando um homem sem carater igual a esse plinio naum
    desculpe o mode de me pronunciar é que isso so traz revolta mesmo

  • ricardo disse:

    pequena e umilde e pouco
    rsrsrsrsrsrs

  • maria disse:

    ei minha cidade nunka é fantasma se fosse fantasma naum vinhiria tanta gente para cá conheçer a nossa cidade agora se vc veio conheçer e naum soube se enforma burrusse sua pois
    nossa cidade é grande e maravilhosa e todos nois amammos muito ela ta bom
    da proxima vez tente se informa se vc diz que é jornalista naum sabe exceçer sua profisão pq todo jornalista que sabe trabalha procura se informa e isso naum foi que vc fez então isso que dizer que vc naum é jornalista

  • Juliana Paiva disse:

    gente esse comentario q foi postado dia 11 de agosto com o nome de Juliana Paiva,nâo sou eu..agora esse q foi postado diaa….dia 7 de agosto foi eu…..!!

    Amo Ererê…..e nâo troco minha cidade pela terra de ninguém!!

    por isso mim revolto….com tais comentarios!!

  • wigna cavalcante disse:

    em q faculdade vc se formou querido, deve ter sidi numa de baixo nivel igual a vc.nossa cidade é linda e maravilhosa , e se vc comentou isso é sinal de ererê te incomoda e incomodar é bom.fique sabendo q pessoas de baixo nivel como vc ñ são bem vindas.

  • Jailma disse:

    Novamente plinio volto a comentar em seu blog. Somente para ressaltar que ja passaram dos limites nos comentarios.Baixaria não levara ninguem a nem um lugar. Ver se seleciona os comentarios mesmo pq defamar pessoas é crime.Sei que tem pessoas que não dão valor a sua terra natal mas não precisa defamar as pessoas que fazem parte dela. Envolver pessoas que nem sabe que esse blog divulgou essa reportagem de Ereré é muito triste… Vc postou o que achou de Erere e ninguem pode fazer nada. Só nos movimentamos pq não concordamos com suas palavras Amamos erere e temos que defender o que amamos ner? Politica não tem nada haver com essa reportagem….

  • Wesley disse:

    Concordo com o teu comentário Jailma. Caro Plinio sei que expressou a tua opinião, mesmo que nela tenha tido palavras que tenham suado de maneira desespeitosa para com esta cidade, se foi a tua inteção não sei. Porém, tenha como sujestão; Não poste essas ofensas pessoais, porque isso pode ainda dar em”merda”(caros amigos desculpe a expressão super grosseira), mais fico indignada como as pessoas são covarde e aproveita para usar de um espaço como esse para acusar as pessoa e falar coisas que não provam. Já que falam aponte de fato provas que fundamentem o que fala, se apontarem eu estarei concordando que não será mais ofensas e sim denucias de fato e prova., um abraço.

  • Djalma Paiva disse:

    Caro Plínio,me dirijo a você lhe pedindo desculpas pelo que foi postado no seu blog,usando meu nome.Infelizmente no meu municipio tem muitas pessoas covardes que se escondem no anonimato para denigrir as outras.Meu nome nem direito colocoram.Pobre imortal,que pena ter que conviver com pessoas com essa personalidade,é triste quando sabemos que usaram seu nome para espressar seus pensamentos.Meu nome é DJALMA PAIVA,e não quero mudar,serei sempre essa pessoa destemida,acredito que usaram meu nome porque sabem da maneira como sou,e graças a deus não sou covarde como muitos, apenas aprendi a conviver com as cobras,e que cobras possui esse meu Ererê.Não pretendo aqui fazer comentários pelo que aconteceu,quero dizer de público que fiquei triste com o comentário que fez,mas acredito que não foi a sua intensão,só sei que chocou a população.Parabéns por este espaço,que pena que ainda não foi usado como deveria ser.Quero que saiba,apesar de tão pequeno como comentou, tem tanto artista que não dar pra fazer filme aqui nesta terrinha.

  • que terrinha boa este ererê,que bom morar aqui e conviver com tanta gente decente. te adoro ererê

  • luciedson disse:

    gotei desce blogue muito legal!!!!!!!!!!!!!!

  • Janaina disse:

    Juliana Paiva… pelo amor de Deus, sinceramente com “S”.

  • Tiburcio Eduardo disse:

    Caro plinio, voltando mais uma vez a utilizar esse espaço, reitero que anteriormente lhe critiquei pelo seu comentario sobre Ereré, mas analizando seu corrículo vejo o seu destaque junto ao jornal O POVO. seu comentário de certa forma ouve ecesso, mas serviu para uma ampla discussao e muitos dos nossos filhos demonstrarem o seu amor por nossa terra. Quanto a Catiana que parece mais um nome ficticio, quero dizer catiana que nao sou culpado pela divida deixada pelo ex. gestor e nem pelos baixao indices na educação, como tambem a falta de emprego para os nossos jovens, prova disso é que tenho dois sobrinhos/filhos em Avaré SP, no corte de cana, e ainda quero parabenizar pessalmente o gestar que ao termino do mandato deixe dinheiro em caixa, quanto a questao de processos do ex gestor no TCM por improbidade adiministrativa eu desconheço, é tanto que recentemente A CAMARA MUNICIPAL DE ERERÉ aprovou as contas de Governo do EX. PREFEITO OSÉ ROMILTON CAVALCANTE QUE JÁ VINHERAM VOM PARECER APROVADO DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICIPIOS E PARA SEU GOVERNO AS CONTAS DO EXERCIO DE 2006, JÁ ESTÃO PRESTES A CHEGAR COM 99% de chances de aprovação. mas como veja voce sempre acessa a site do TCM certamente voce deve ter encontrado outros processos de outros por improbidade adiministrativa que nao soa de Zé Romilton. Acesse-o

  • Paulo Roberto disse:

    Concordo com o Plínio. E acho q ele ainda foi gentil e agradável.
    A cidade pra quem não conhece, é muuuuuuuuuuito pior do ele falou. Quem passa 1 dia lá, sai quase com depressão.
    Peeeeeeeeense numa cidade triste!

  • ovidio disse:

    não pessica ser jornalista para ver q erere e uma cidade fantasma a foto ja fala , que sab alguem tome porvidensia e comeser a mudar

  • ANA KARINE disse:

    CARO PLINIO, ATÉ ENTENDO QUE VOCÊ TENHA ACHADO PEQUENA NOSSA CIDADE. FICO CHATEADA QUE VOCÊ TENHA SIDO IRÔNICO EM SUAS PALAVRAS,. É UMA CIDADE BEM PEQUENA , MAS TEM SUAS GRANDEZAS, E SE DESENVOLVE A CADA DIA, UM DIA MAIS. TALVEZ VOCÊ NÃ TENHA TIDO MUITO TEMPO PRA CURTIR NOSSA PEQUENA E PACATA CIDADE. É UMA CIDADE HUMILDE, MAS ACOLHEDORA, E TODOS QUE BÉBEM DE NOSSA ÁGUA VOLTA PRA BEBER NOVAMENTE. ATÉ AGORA VOCÊ FOI O ÚNICO A FALAR QUE ERERÉ É UMA CIDADE FANTASMA, TODOS QUE NOS VISITAM GOSTAM DE ESTAR AQUI, E SEMPRE QUE PODEM RETORNAM. TALVEZ EM UMA OUTRA OPORTUNIDADE VOCÊ POSSA VIR E TER UMA VISÃO DIFERENTE DE ERERÉ.

    • Plínio Bortolotti disse:

      Cara Ana Karine,

      Como v. deve ter visto, foi uma longa conversa que tive com os leitores a respeito de um assunto, que, mais de dois anos após a publicação do post, continua rendendo debate. Olhando retroativamente, creio que, talvez, tenha feito comentários injustos com a cidade, quando queria, na verdade, ironizar minha própria desorientação espacial. Mas é isso: depois que se escreve, cada um lê de um jeito: e aquele que escreveu não pode se queixar das interpretações, se não deixou o texto suficientemente claro.

      Abraço,
      Plínio

  • KARINE disse:

    CARO RICARDO, TENHO PRA MIM QUE NA VERDADE VC MORRE DE VONTADE DE VIR AQUI, E TEM MEDO DE RESOLVER FICAR MORANDO,,,FIQUE O SENHOR SABENDO QUE NOSSAS FESTAS SÃO TODAS MARAVILHOSAS,,,PRINCIPALMENTE A DE FIM DE ANO DO PADROEIRO SÃO BOM JESUS…QUERO CONVIDÁ-LO A VIR E CONHECER O POVO FESTEIRO DE ERERÉ…TENHO CERTEZA DE QUE VC VAI PENSAR DIFERENTE DEPOIS DISSO… ÉS UMA CIDADE HUMILDE..MAS FUBÁ É QUEM NÃO À CONHECE E À CRITICA SEM CONHECER SEUS VALORES E QUALIDADES…

  • IVAN disse:

    CARO PLINIO DA PROXIMA VEZ QUE VINHE PRA ERERE/CE
    TRAGA UM GPS…KKKKK

  • HELLEN disse:

    da próxima vez que vc vier em ereré Plíno traz um GPS…caso vc se perca novamente…kkkkkkkkkkkkkkkk

  • HELLEN disse:

    PENSANDO BEM…SE VC SE PERDEU NUMA CIDADE TÃO PEQUENA COMO VC MESMO FALOU…VC JÁ DEVE É ADERIR O GPS COMO ALGOM INSEPARÁVEL DE VC…:)

  • KARINE disse:

    CONCORDO CONTIGO QUANDO RESPONDE A MINHA POSTAGEM E DIZ “DEPOIS QUE SE ESCREVE, CADA UM LÊ DE UM JEITO”,,EXATAMENTE, ESCREVEMOS UM PENSAMENTO,,PASSAMOS MUITOS OUTROS DURANTE UM TEXTO,,,COMO JÁ DIZIA A MINHA PROFESSORA DE PORTUGUÊS,,DEVEMOS PENSAR, E SABER USAR AS PALVRAS PARA ESCREVER UM TEXTO, PARA QUE O MESMO POSSA SER LIDO E INTERPRETADO DA MELHOR FORMA POSSÍVEL…TALVÉZ TENHA SIDO SUA INTESÃO CRITICAR A SI PRÓPRIO POR TER SE PERDIDO NUMA CIDADE TÃO PEQUENA, MAS DE UMA CERTA MANEIRA ACABOU IRONIZANDO NO CONJUNTO COM A CIDADE E SUA POPULAÇÃO…CONVIDO-O A VIR NOVAMENTE EM NOSSA CIDADE, E PESSO PARA QUE DE UMA PRÓXIMA VEZ PROCURE NÃO IRONIZAR CEARENSES, POIS TEMOS SEMPRE UMA RESPOSTA PRONTA NA PONTA DA LINGUA, E NEM TODOS GOSTÃO DO QUE OUVEM… UM ABRAÇO EM NOME DE TODA POPULAÇÃO,, E SINTA-SE A VONTADE QUANDO QUIZER VOLTAR AQUI…SERÁ MUITO BEM RECEBIDO.!

  • allan helcias de medeiros silva disse:

    ola amigo moro em natal rn sou natural da capital do rn ja morei em fortaleza que pode ce conçidera a experiençia mais orrivel da vida de um ser humano com tanta violençia lixo assaltos e etc sou bem sucedido na minha profisao tehno 30 anos e 3 filhos sou casado e vou te falar uma coisa estou mudando de vida mais para melhor pois VOU MARA NO ERERE E ISTO PRA MIM E UM MOTIVO DE ORGULHO TENHO ESTA CIDADE COMO UM PEDAÇO DO CEU ONDE AS PESSOAS AINDA CE COMPRIMENTAO SEM MEDO DE CER ASSALTADO ADORO AMO O ERERE E TENHO FE EM DEUS QUE VOU VIVER E INVELHECER POR LA E EM VEZ DE ANDAR EM UM CARRO BLINDADO VOU ANDAR NUMA SIMPLES MOTO SEM MEDO POR ATANTO MEU AMIGO O ERERE E A MELHOR CIDADE DO MUNDO ESPERO QUE NUNCA DURANTE TODA UMANIDADE SECOMPARA COM 1% DE SUA BELA CIDADE FORTALEZA DE LIXO SO CE FOR E QUE O ERERE NUNCA PASSE DE TRES RUAS POIS O QUE E BOM TANTO E CARO COMO PEQUENO E OS MELHORES PERFUMES ESTAO NOS MENORES FRASCOS ASSIM SEJA O ERERE QUE DEUS O PERMANEÇA DESTE JEITO PARA ALEGRIA DE TODOS QUE LA VIVE E PREDENDEM VIVER COMO EU POR EXENPLO VÇ TAMBEM DEVIRIA TER IDO A BAIXA DA RAIZ PRA VÇ VER O QUE E QUALIDADE DE VIDA DE VERDADE NAO TEMOS ESGOTO A CEU ABERTO NEM LIXO NAS RUAS

  • Juliana martins disse:

    Olá Plínio
    li sua reportagem e em primeiro momento também achei que vc tinha ironizado a cidade,mas depois lendo-a novamente percebi que a ironia se referia a vc mesmo. Daí senti a necessidade de me expresas mesmo depois de tanto tempo do ocorrido. Bom,sou neta e filha de moradores da cidade de Ererê e apesar der ter nascido em Campinas SP, E ter sido criada e morar em Natal RN, desde de pequena passo as féria lá, e gosto muito! E todo que moraram lá sempre dão 1 jeitinho de voltar,nem que seja apenas para passar alguns poucos dias . Concordo com o fato de que ao meio dia a cidade está deserta,pois o sol lá não brinca! E as pessoas tem o costume de almoçar cedo e dormir um pouquinho após o almoço. Concordo com o Allan,o Ererê pode não ter a grande estrutura d uma capital mas é muito mais limpa e segura do que variar cidades por aí. Enfim, achei que um exagero as ofensas a vc,entendo que se sentiram ofendidos mas não avia necessidade de tudo isso,vc apenas se expressou mau. Convido vc a ir ao Ererê no fim de dezembro para ver a felicidade do povo ao ver seus filhos e netos chegar do corte de caná e estender o passei a te a festa do padroeiro em janeiro. Aí sim vc vai ver com é realmente o povo de Ererê,feliz,animado e lutador. Tenho certesa que todos vão te acolher com o maior carinho.
    Um grande abraço!

  • Devyson disse:

    HAHAHA Deu a entender que você colocou a cidade a um nível mais baixo que qualquer outra coisa que o mesmo já tenha visto.

  • assis fonte disse:

    ola sr plinio gostaria de tomar as dores do povo da minha querida erere..

  • Silva, Luis disse:

    Formado em Administraçao de empresas.
    Prezado Jornalista,
    É com imensa ironia que tentarei mostrar a minha insatisfaçao a voce e seus comentarios. É fato que a boca fale mais do que pensamos ou escrevemos estorias que idealizamos.
    O maior erro dos brasileiros é antes mesmo de conhecer sair falando, julgar sem ter poder, comentar o que poderia ser apenas pensado, ironizar o que poderia ser apenas expressado.

    Pelo o que acompanho nos noticiarios é que a profissao de Jornalista nao precisa mais de curso superior, hahaha… hoje todo mundo tem um blog e é jornalista… Aff. deveria reciclar um pouco mais suas palavras quando for se pronunciar.

    Mesmo assim adorei o seu blog, nao tive o prazer de acompanhar nenhuma materia sua, mas o motivo de tornar essa sua materia um pouco polemica ja o torna um cara de conhecimentos em jornalismo.. rsrsrs
    Precisamos canalizar nossos conhecimentos e usa-los como forma de profissao ou ate mesmo pessoal. Sem ironizar..

    Boas Materias.
    Abs

  • Silva, Luis disse:

    Formando em Administraçao de empresas.
    Prezado Jornalista,
    Não achei justo a forma em que voce ironizou com a cidade e tambem com a sociedade que por la moram. Não quero me expressar mal, mas menos, menos…
    É muito facil à critica sem conhecer seus valores e tambem as qualidades… Um povo humilde, acolhedor, sem maldade e com muito amor em seus coraçoes. Reveja seus conceitos e aceite as criticas sobre as suas materias, pois ate onde sei toda pessoa que tem blog pode ser um jornalista…na verdade pra ser um jornalista hoje precisa apenas de uma caneta e papel na mao, se for mais sofisticado pode ser atraves de um “tablet”. Eu poderia ser um jornalista escrevendo em sua coluna.. rsrsrs
    Passar bem, e se vier a

    Abs
    Boas materias

  • vc e um burro ande com um gps quando vc viem pa erere

  • PLÍNIO EU NAO TENHO MUITO A FALA POIS VC FALOU A VERDADE DE ERERE POIS EU COMO FILHO NAO GOSTO Q FALE DA MINHA ROUPA SUJA POIS FORTALEZA POR SER UMA CAPITAL TEM SEUS DEFEITO COMO SEU ÍNDICE DE VIOLÊNCIA MENASSIM MINGUEM FALA DAS FAVELA . UM ABRAÇO

  • antoniononatodesousa disse:

    plinio eu nao sei como coce se perde numa cidade tao pequena

    • Plínio Bortolotti disse:

      Caro Antônio,
      Eu também não sei; mas me impressiona que um post que fiz há quatro anos até hoje ainda receba respostas, 63 com a sua; creio que é um recorde em termos de interação com leitores.
      Agradeço,
      Plínio

  • Luan disse:

    Qual o problema com o português de alguns comentários!? Sobre a Erere e sua Odisseia Plínio, na próxima traga consigo um gps.! =)

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =