Plínio Bortolotti

Na ditadura ou na democracia, a culpa é da imprensa

597 1

O senador pelo Amapá [mesmo sendo vice-rei do Maranhão] José Sarney, acusa uma “campanha midiática” para tirá-lo da presidência do Senado.

O alvo é o jornal O Estado de S. Paulo, por matéria divulgando que o neto do ex-presidente  tem uma empresa que intermedeia empréstimos consignados para servidores do Senado.

Para defender o descendente, Sarney disse que o neto era extremamente qualificado com “mestrado na Sorbone e doutorado em Harvard”. [Parece que Sarney deixa a província, mas a província não sai dele. Ele parece dizer que estudar no “exterior”  é uma espécie de licença para malfeitos?]

Corte rápido

Em Teerã, o governo iraniano vem culpando a “imprensa internacional” pelos protestos contra a ditadura dos aiatolás.

O jornal governista Java acusou especificamente a BBC e seu correspondente Jon Leyne, expulso do país, de haverem contratado criminosos para atirar na jovem Neda Agha Soltan, cuja morte gravada em vídeo, correu o mundo. Segundo o jornal, o jornalista teria agido assim para filmar a morte e responsabilizar o governo iraniano.

Moral da história

Na democracia ou na ditadura, a culpa é da imprensa.

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *