Plínio Bortolotti

Prédio na avenida João Pessoa apropria-se da calçada; pedestre fica sem espaço

Prédio apropriou-se da calçada, na rua João Sorongo. Veja como a cerca está desalinha em relação ao muro da casa vizinha

Prédio apropriou-se da calçada, na rua João Sorongo. Veja como a cerca está desalinhada em relação ao muro da casa vizinha

Vista pela av. João Pessoa: ficou espaço de cerca de 30 cm para o trânsito dos pedestres e os veículos foram para cima da calçada

Vista pela av. João Pessoa: ficou espaço de cerca de 30 cm para o trânsito dos pedestres e os veículos foram para cima da calçada

De um leitor recebi a seguinte mensagem, pedindo que seu nome fosse preservado:

«Gostaria que divulgasse a irregularidade de uma garagem/cerca que foi construída na calçada de um prédio na av. João Pessoa, 3932 – esquina com a Rua João Sorongo, vizinho à FaC (Faculdades Cearenses), próximo ao campo do Ceará. Bata uma foto e publique-a no no seu Blog. Você não vai acreditar na imoralidade: o proprietário simplesmente se apropriou da calçada. Inacreditável! Veja para crer.»

Quando se trata da Fortaleza, terra de ninguém, eu acredito em qualquer coisa, mesmo nas aparentemente mais absurdas.

De qualquer modo, fui lá para conferir. De fato, como se pode ver na foto acima, a cerca avançou sobre a calçada. Veja pelo ângulo da rua João Sorongo como a cerca foi construída desalinhada com o muro da casa vizinha, com apropriação do espaço público.

Olhando-se pela avenida João Pessoa, observa-se que foi deixado, no máximo, cerca de 30 centímetros de calçada, um espaço no qual será impossível o trânsito de pedestres. E avenida João Pessoa é de trânsito pesado e perigoso.

A propósito, irregularidade é o que não falta na avenida João Pessoa e também na av. José Bastos, por onde transistei até chegar lá. Carros sobre a calçada e apropriação do espaço público é o pau que rola.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *